Receba mensagens em seu Email

sábado, 18 de abril de 2015

Gálatas 6 Comentários: Pr. Heber Toth Armí

Lições de Vida  

Leitura Bíblica- Gálatas 6
Comentários: Pr. Heber Toth Armí

O liberalismo teológico destruiu a pura mensagem bíblica. Embora “ensinou a moralidade, mas negligenciou a dinâmica religiosa da Cruz, a única coisa que pode motivar uma vida para que se conforme à ética cristã”, analisa Earle E. Cairns.

Tornar-se cristão apenas com foco nas mudanças de crenças, sem transformação de vida, não passa de mera ilusão. Jesus morreu na cruz para realizar muitíssimo mais do que apenas isso. Portanto, possuir aparência de piedade, não é ser cristão, de verdade.

Após apresentar a base do cristianismo – a crucificação do cristão com Cristo e a dependência do Espírito Santo –, o apóstolo Paulo mostra o resultado de uma vida verdadeiramente consagrada e regida pela divindade.

O cristão genuíno...

• Torna-se auxílio ao que está caído em pecado; não um empecilho (v. 1);
• Torna-se amparo aos fracos e cansados; não um peso para eles, nem para a igreja (v. 2);
• Não se exalta, nem se orgulha ou se vangloria; age humildemente sem comparar-se com outros (vs. 3-5);
• Compartilha experiências objetivando conduzir outros à maturidade espiritual, lembrando que é isso que importa para Deus; religiosidade egoísta engana a muitos, menos a Deus (vs. 6-10).

Quem está próximo de Cristo reflete Seu caráter diante das pessoas na igreja, no trabalho, na escola, no lazer e principalmente em casa. “Longe de Cristo existe problemas de falta de consideração, desprezos, comparações odiosas, atitudes que exclui pessoas, ódios, compensações desonestas e favores interesseiros”, comenta Raúl Quiroga.

Enfim, Cristo morreu na cruz para libertar-nos do pecado, o Espírito Santo nos conduz a Jesus e nos liga a Deus; a partir daí, a vida não será mais a mesma. Se continuar igual, alguma coisa está errada, mas não com o plano da salvação; é com a tua aceitação ou reação ao Evangelho.

Paulo termina sua carta, falando sobre...

1. As letras grandes com que escreveu (v. 11);
2. O orgulho, interesses e desinteresses dos que pervertem o evangelho (vs. 12-13);
3. O real e nobre significado da cruz/cristianismo: Ser uma NOVA pessoa (vs. 14-15).
4. A paz e a misericórdia acompanham aos crucificados para o mundo (vs. 15-16).
5. Pedido e bênção final (vs. 17-18).

“Senhor, torna-me verdadeiro cristão; restaura-me, guia-me e molda-me com poder do Espírito Santo. Em nome de Jesus, amém!”

Imagens do Google – editado por Palavra Eficaz
Curta e compartilhe:

 “Antes de buscar a ajuda dos homens busque a ajuda de Deus.”

Comentários bíblicos do Antigo e Novo Testamento você encontra em:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...