Receba mensagens em seu Email

quinta-feira, 9 de abril de 2015

2 Coríntios 10 Comentários: Pr. Heber Toth Armí

Lições de Vida  
Leitura Bíblica- 2 Coríntios 10

Comentários: Pr. Heber Toth Armí

Há quem ministra porque deseja ministrar, outros porque Deus deseja. Há quem deseja exaltar-se por isso ministra na igreja; outros desejam exaltar Jesus, por isso estão na igreja. Todo aquele que exerce função na igreja é ministro, exerce ministério; mas, nem todos o fazem motivados por Cristo.

1. O ministro enviado de Deus é caracterizado pelo comportamento adequado (vs.1-6):

• Brandura e amabilidade de Cristo;
• Humildade com ousadia;
• Usa armas espirituais, são poderosas;
• Submete-se os pensamentos a Cristo;
• Pune toda desobediência para promover resistência espiritual.

2. O ministro enviado de Deus revela autoridade de quem o enviou (vs. 7-11):

• Não intimida com palavras nem com gestos ameaçadores;
• Está seguro de sua posição em Cristo;
• Está disposto a tudo para não destruir, mas construir a vida das pessoas;
• Não provoca medo, mas diálogo amistoso.

3. O ministro enviado de Deus tem a recomendação do Céu (vs. 12-18):

• Não se exalta, nem se orgulha e nem se vangloria;
• Avalia-se não conforme o gosto dos ouvintes, interessa-se pela vontade de Deus;
• Louva ao Senhor, não seus próprios feitos;
• Busca aprovação do Senhor, sem recomendar-se a si mesmo.

Sem conhecimento real e espiritual da Palavra muitos desprezam os ministros de Deus, e buscam ministros que erguem fortalezas contra os ministros do Senhor.

Pondere: “Satanás tinha almejado as mentes de algumas pessoas em Corinto e a igreja estava sofrendo ameaça de acreditar nessas pessoas em vez de acreditar no servo do Senhor” (Kay Arthur). Será que Satanás não faz igualmente nas igrejas através da mente de muitos irmãos?

Mentes carnais avaliam equivocadamente as mentes espirituais. Paulo era mal interpretado e criticado de...

• Ousado longe, tímido presente;
• Arrogante;
• Irreverente;
• Arrogante;
• Deficiente na oratória;
• Desprovido de amor;
• Explorador.

O inimigo levanta fortalezas na igreja contra os verdadeiros servos de Deus, mas estes agem com destrezas do Céu: Usam as armas espirituais. Paulo ensina-nos focar menos contra quem lutam os servos do Senhor, e, dá mais atenção às armas espirituais.

As armas espirituais não atingem pessoas, atingi-las implica lutar conforme padrões mundanos: Destroem e afastam uns dos outros. As armas espirituais promovem união, restauração e harmonia. Elas destroem preconceito, orgulho, inveja, arrogância, brigas e desavenças.

Oremos pelos injustiçados ministros de Cristo. Une-te a eles, não contra eles! Busque armas espirituais!

Imagens do Google – editado por Palavra Eficaz
Curta e compartilhe:

 “Antes de buscar a ajuda dos homens busque a ajuda de Deus.”

Comentários bíblicos dos livros de Genesis a Malaquias  você encontra em:




                                                

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...