Receba mensagens em seu Email

quinta-feira, 9 de abril de 2015

2 Coríntios 10 Comentários de Michael Campbell

Reavivados por Sua Palavra
Leitura Bíblica  - 2 Coríntios 10
Comentários  de  Michael Campbell

As palavras “eu, Paulo” compõem uma introdução pessoal e contundente a este capítulo. Muitos estudantes desta epístola veem aqui uma notável mudança de tom quando Paulo volta a defender vigorosamente seu ministério. Ele começa com um apelo pessoal (v. 1), porque alguns membros de Corinto tinham insinuado haver uma diferença entre a sua apresentação pessoal tímida e o tom severo de suas cartas (vs. 1, 10). No entanto, ele insiste que suas ações (v. 11)  se harmonizam com sua autoridade.

“Embora vivamos como homens”, Paulo admoesta, “não lutamos segundo os padrões humanos” (v. 3 NVI). Em vez disso, o nosso poder vem de Deus (v. 4). Como cristãos, um dos nossos desafios é a tentação de recorrer à nossa própria força, em vez de nos voltarmos para Deus.

“Não quero que pareça que estou tentando amedrontá-los com as minhas cartas”, argumenta o pastor Paulo (v. 9). Sua vida se mostra em contraste gritante com relação aos seus adversários “que se recomendam a si mesmos” (v. 12 NVI). Em vez disso, diz Paulo, “não nos gloriaremos além do limite adequado”, porque fomos os primeiros a pregar em Corinto (vs. 13-14).

Em um artigo recente na revista Christianity Today, Andy Crouch observa que estamos a lidar com novos tipos de problemas com a mídia social. É cada vez mais comum nos preocuparmos em quantos “Curtir” ou comentários nossas postagens conseguem. Embora a sociedade ocidental se orgulhe de ser muito individualista, Crouch afirma que, de certa forma, estamos desenvolvendo um fenômeno da “cultura fama-vergonha”, que se torna “uma moeda poderosa de status” (The Return of Shame [O retorno da vergonha], março de 2015). Em muitos aspectos, o princípio que o pastor Paulo estabelece é muito útil a respeito de quanta “fama” temos buscado no mundo online. Não caiamos nesta armadilha. Em vez disso, usemos nossa atuação na mídia social para exaltar a Jesus Cristo e incentivar outras pessoas.
Michael Campbell

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...