Receba mensagens em seu Email

sexta-feira, 31 de março de 2017

Provérbios 1 Comentário Pr Heber Toth Armí

Provérbios 1
Comentário Pr Heber Toth Armí

Dos 66 livros da Bíblia, este é o Livro que possui a maior introdução, visando incentivar o leitor a buscar a sabedoria verdadeira, divina e nobre, não a sabedoria deste mundo, diabólica, pobre e também falsa...

Por ter sido escrito a jovens, adolescentes e juvenis, quando eu era ainda um menino deliciei-me nos provérbios. Embora Salomão o tenha escrito quando maduro, seu objetivo é precaver que nossa vida adulta resulte num dilema, um sofrer constante ou uma desventura irreversível.

Os seis primeiros versículos apresentam ao leitor três informações importantes:

1. O título do livro;
2. O escritor da mensagem inspirada e revelada pelo Espírito Santo;
3. O objetivo do livro.

Sem enrolar e sem titubear, nos é revelado o mais elevado e sublime princípio da verdadeira e pura sabedoria, nos versículos de 7 a 9.

Como sinal de alerta, o escritor inspirado, nos pede para tomar cuidado com amizades destrutivas, que usam toda influência que possui para, sutil ou descaradamente, desviar-nos do verdadeiro caminho da sabedoria, da alegria e do prazer real (vs. 10-19).

A última parte do primeiro capítulo, o texto sagrado revela de forma bem clara os resultados futuros de nossas escolhas no presente:

1. Grandes recompensas, prazeres duradouros e edificantes;
2. Grandes sofrimentos, prazeres destrutivos, ruína total.

O versículo 7 é o principal não apenas do capítulo, mas do livro inteiro. Sua mensagem deve nortear a vida de todo ser vivente para que proceda corretamente. Então, leia-o e decore-o, marque-o em tua Bíblia e aplique-o a tua vida.

“Se, de fato, ‘tememos ao Senhor’, reconhecemos de coração que Ele é o Criador e nós somos as criaturas; Ele é o Pai e nós somos os filhos; Ele é o Senhor e nós somos os servos”, diz Warren W. Wiersbe. E depois ampliou:

“Esse temor significa respeitar Deus em função de Quem Ele É, ouvir com cuidado aquilo que diz e obedecer à Sua Palavra, cientes de que nossa desobediência O desagrada, rompe nossa comunhão com Ele e faz sobrevir Sua disciplina”.

Conta-se que “certo jovem disse a Carlyle que não via nada de interessante em Provérbios, ao que ele respondeu: Tente escrever alguns provérbios e você terá um pensamento diferente acerca do Livro”.

Faça isso para aproveitar melhor Provérbios! – Heber Toth Armí #rpsp #rbhw #ebiblico

quinta-feira, 30 de março de 2017

Salmo 150 Comentário Pr Heber Toth Armí

Salmo 150
Comentário Pr Heber Toth Armí

Uma adoração incorreta, ou incompleta a Deus, ou uma total negligência em relação à adoração ao único Ser digno de adoração, é um desvio do propósito pelo qual os seres humanos foram criados.

Sem uma atitude correta perante Deus, estaremos em desarmonia com a obediência, com propósitos errados e com a vida voltada para o pecado. Desta forma, quebramos os Dez Mandamentos, começando pelo primeiro.

O Deus que atende nossas súplicas merece adoração! Ao estudar sobre o hinário divino, João Calvino concluiu:

“Posso, com toda sinceridade, chamar este livro de anatomia de todas as partes da alma, pois não há movimento do espírito que não se encontre refletido em seu espelho. Salmos registra de modo vívido todas as tristezas, dificuldades, medos, dúvidas, esperanças, dores, perplexidades e tempestades que agitam o coração dos homens”.

Os Salmos nos ajudam a redefinir a vida, nos convocam a adorar ao Autor da existência, e a harmonizar nossos interesses com os planos do Senhor e Salvador. São 150 Salmos. Quem estuda um por dia, passa 150 dias meditando nestas mensagens inspiradoras.

O último dos Salmos é uma convocação universal para adorar e louvar ao Deus verdadeiro:

1. Precisamos render louvores que vão além das paredes de nossa casa ou do templo, eles devem chegar ao Céu, no Santuário Celestial (v. 1);
2. Precisamos entender que há uma convocação para que nós, percebendo os feitos maravilhosos de Deus no mundo, Lhe adoremos por Sua muita grandeza (v. 2, conf. Deuteronômio 3:24);
3. Precisamos utilizar todos os instrumentos para fortalecer nosso louvor e adoração ao Senhor do Universo (vs. 3-5);
a) De metais;
b) De sopro;
c) De cordas;
d) De percussão, etc.
4. Precisamos louvar e convidar a todos os seres viventes a unir-se na celebração ao Soberano Deus todo-poderoso (v. 6).

Não há melhor forma de terminar o livro de Salmos do que com as palavras do Salmo 150. Estas palavras são tão inspiradas quanto Mateus ou Romanos; elas encerram grandes convites sagrados:

TODO ser que respira louve ao Senhor (v. 6) com TODOS os instrumentos (vs. 3-5), por TODAS as Suas maravilhas realizadas (v. 2) e por TODO Seu grande poder (v. 1). Se assim fizermos, não haverá nenhum espaço para adorarmos nada mais, absolutamente!

Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí #rpsp #rbhw #ebiblico

quarta-feira, 29 de março de 2017

Salmo 149 Comentário Pr Heber Toth Armí

Salmo 149
Comentário Pr Heber Toth Armí

A vivência de fervor a Deus será evidenciada numa constante prática do louvor a Ele. Isso, porque uma vida inteira dedicada à adoração é insuficiente para demonstrar quanto Deus é importante.

• Uma vida de serviço a Deus pela metade apenas revela que diante dEle agimos com falsidade.

Vamos debruçar no estudo deste Salmo; onde aprenderemos grandes verdades – uma delas é sobre adoração. Warren W. Wiesbe destacou: “A atividade mais importante da igreja é a adoração a Deus; é isso que continuaremos a fazer no céu por toda a eternidade”. E, depois, elencou quatro imperativos baseados no Salmo, o qual chama de “manual sobre adoração”:

1. Adorai ao Senhor com inteligência (vs. 1-2);
2. Adorai ao Senhor com fervor (vs. 3-4);
3. Adorai ao Senhor com gratidão (v. 5);
4. Adorai ao Senhor com grande júbilo (vs. 6-9).

Ao colocar a Deus em primeiro lugar, a pessoa encontrará com Ele de madrugada, depois, passará o dia inteiro louvando-O pela experiência de Sua presença.

Usemos as madrugadas para buscar a Deus no silencio daqueles momentos tranquilos; entretanto, jamais permitamos que nosso tempo com Ele limite-se às madrugadas ou restrinja-se a alguns dias.

Pois, quando deixamos Deus de lado, colocamos pessoas ou coisas no lugar dEle. Assim, fica claro que Ele não é sempre o primeiro em tudo em nossa existência.

Os Salmos favorecem a nossa comunhão com Deus e promovem a adoração a Ele. Porquanto, “Deus é revelado de maneira especial nos Salmo”, declara Rosalie Haffener Lee. Então, complementa:

“Em nenhuma outra parte da Bíblia é [Deus] apresentado de modo mais sublime e grandioso como o Senhor da Criação e da História [...]. Os Salmos não somente servem de intérprete do culto de Israel – de seu sistema sacrifical, de seu santuário, de sua liturgia – mas também abordam, por assim dizer, todas as principais doutrinas cristãs”.

No Salmo em análise, encontramos os seguintes temas:

1. Deus como Criador, digno de adoração.
2. Juízo, Deus se vingará dos que se Lhe opõem.
3. Promessa, o Salvador honrará aos que O amam.
4. Justificação, o Redentor salvará e premiará aos fracassados pecadores.

Mais interessante de tudo é que Deus tem prazer naqueles cujo prazer está nEle, mesmo sendo pecadores! Deus é digno de celebração!

Reavivemo-nos! Rendemos-Lhe louvores! – Heber Toth Armí #ebiblico #rpsp #rbhw

terça-feira, 28 de março de 2017

SALMO 148 Comentário Pr Heber Toth Armí

SALMO 148
Comentário Pr Heber Toth Armí

O Universo inteiro tem motivos para louvar ao Senhor. A criação de Deus deve sua existência e assistência, ou mesmo sobrevivência, ao Criador. Nossa vida deveria não ter um momento para adorar a Deus, mas deveríamos adorá-lO em todo momento.

O Salmo em apreço envolve toda a criação na adoração ao Criador do Céu e da Terra. Ninguém deveria ficar de fora. Ninguém deveria ser negligente. Ninguém deveria ser ignorante neste quesito. Ninguém deveria ser resistente ao convite para louvar e adorar ao verdadeiro Deus.

Com oração e discernimento, lei a reflita em cada frase do Salmo, depois continue lendo as seguintes informações, para facilitar tua compreensão da Palavra de Deus:

John MacArthur sintetiza este Salmo da seguinte forma:

1. O louvor dos céus (vs. 1-6)
a) Para quem? (vs. 1-4)
b) Por quê? (vs. 5-6)
2. O louvor da terra (vs. 7-14)
a) Para quem? (vs. 7-12)
b) Por quê? (vs. 13-14)

Merrill F. Unger o resume em uma única frase: “Aleluia! Que todas as criaturas louvem ao Senhor no céu [vs. 1-6], e na terra [vs. 7-14]”. O mesmo faz Rosalie Haffener Lee: “Os seres celestiais são convidados a unir-se aos animais e às pessoas que habitam na Terra, num cântico universal de louvor a nosso Criador e Mantenedor”.

• Por que ficar de fora da adoração se todos os seres vivos de todos os lugares são convocados a adorar?
• Por que negligenciar a adoração ao Criador se até o Sol e a Lua, as nuvens de chuva, são convidados a reconhecer ao Criador que os criou com apenas uma Palavra?
• Por que ser indiferente a Deus ou desobediente às Suas ordens se até os seres inanimados obedecem prontamente ao Seu mandar?
• Por que ser apático ao convite de adorar a Deus, se até os grandes animais marinhos, o fogo, o granizo, a neve, o gelo, os furações, os animais do campo, Lhe obedecem?

Repensemos nosso louvor e adoração ao soberano do Universo que nos cuida e nos mantém vivos após o pecado!

Deus merece de nós mais do que as primeiras horas do dia, devemos entregar-Lhe o dia todo todos os dias. Não deveríamos dedicar um tempo de nossa vida ao serviço de Deus, mas devemos servir-Lhe o tempo todo! – Heber Toth Armí #rpsp #rbhw #ebiblico

segunda-feira, 27 de março de 2017

Salmo 147 Comentário Pr Heber Toth

Salmo 147
Comentário Pr Heber Toth

A bondade de Deus para com a Sua criação deve motivar-nos a um compromisso de adoração com o Criador e Salvador do mundo.

O povo de Deus tem sérios motivos para render constantes louvores ao Senhor:

• Deus forma um povo a partir de uma humanidade deformada pelo pecado: Ele reconstrói a Sua igreja, liberta os escravizados, os protege e promove a paz no mundo, provê alimentos, e, fornece Suas santas e sagradas Leis, as quais são resultados de Sua imensurável graça (vs. 2, 13-14, 19-20).

• Deus age em nosso Planeta assim como Ele age no ambiente celestial: Em seu pleno poder sobre o Céu, Deus revela controle absoluto sobre cada uma das estrelas, planetas, cometas, e galáxias. Contudo, considerando a invasão de um sequestrador (Satanás) no mundo, precisamos pedir que a vontade divina seja feita na Terra, assim como é realizada no Céu (vs. 4-5).

• Deus atua soberanamente em Sua criação: Por agir diretamente na natureza, Deus envia a chuva para manter verdes as pastagens a fim de alimentar aos animais. Ele age no clima, no tempo, a fim de que haja neve, geada e ventos, tudo para beneficiar Sua criação (vs. 8-10, 15-18).

• Deus opera miraculosamente na vida dos aflitos que O buscam para a conversão: Os de coração ferido e angustiado que correm para Deus encontram curas para suas mazelas, restauração para sua situação, e perdão para suas culpas. Mas, os que fogem de Deus e correm para o pecado escolhem o desprezo dEle. Rejeição a Deus não tem solução, pois não existe solução real distante de Deus (vs. 3, 6, 11).

Por tudo isso e muito mais, o povo de Deus tem razões suficientes para louvar e convidar outros a adorar ao Deus que, além de nos criar, nos proporciona condição não apenas para viver neste mundo, mas para nos preparar para a eternidade. Portanto...

1. Vamos abrir a boca com todo entusiasmo para cantar louvores ao nosso grande Deus! (v. 1, 12);
2. Vamos usar a música da melhor qualidade, bem ensaiada e, bem selecionada para exaltar ao Deus que não merece nada menos que o melhor de nós! (v. 7).

Vamos cantar, adorar e convidar mais gente para se envolver com o Deus que nos ama incondicionalmente! – Heber Toth Armí #rpsp #rbhw #ebiblico

domingo, 26 de março de 2017

Salmo 146 Comentário Pr Heber Toth Armí

Salmo 146
Comentário Pr Heber Toth Armí

Aqueles que carecem de amor e atenção devem ler a Bíblia a fim de encontrar o grande amor de sua vida. Ninguém ama ao pecador mais do que o nosso Criador.

Deus é Aquele que mais “ama o pecador desamparado com compaixão redentora [vs. 1-4]; e que é, no entanto, o poderoso Criador, fiel, justo, providente [vs. 5-7]; o glorioso Salvador e Protetor [vs. 8-9], e Rei eterno [v. 10]” – sintetiza Merril Frederick Unger.

• Ninguém possui todos os atributos que Deus possui.
• Ninguém merece a adoração devida unicamente a Ele. Além disso,
• Ninguém deveria ficar sem reconhecer tudo o que Deus é e faz por nós, que vivemos precariamente.

Um coração orgulhoso confia em si mesmo e em suas habilidades mesquinhas. Para que nossa religiosidade seja verdadeiramente permeada pela sinceridade de nossa alma, é necessário morrermos para o nosso “Eu”; somente desta forma haverá em nosso coração espaço para Deus.

• Um coração abarrotado de orgulho está entupido de entulhos, sem lugar nenhum para Deus.

Neste Salmo somos confrontados em nossa confiança própria – nosso orgulho venenoso. “O salmo adverte a não colocar a confiança em seres humanos, por mais poder que exerçam”, diz o Comentário Bíblico Adventista.

1. O segredo da vida não está no fato do indivíduo louvar a si mesmo, mas louvar ao Senhor. O louvor genuíno não deve acontecer somente na igreja, nos momentos de cultos, mas durante toda a vida, diuturnamente (vs. 1-2).

2. O segredo da satisfação do coração não é colocar a confiança em si mesmo, muito menos em pessoas de destaques – isso resulta sempre em tremendas decepções –, é colocar unicamente em Deus; cujo auxílio resulta em esperança inabalável e segurança total, pois além dEle ser imortal é Criador (vs. 3-6).

3. O segredo da felicidade não está em coisas, está no Deus que sabe e pode todas as coisas (vs. 6-10). Ele...

• ...Cumpre o que promete;
• ...Defende o injustiçado;
• ...Alimenta o faminto;
• ...Liberta os prisioneiros;
• ...Dá visão aos cegos;
• ...Levanta aos caídos;
• ...Ama aos bons;
• ...Protege aos estrangeiros;
• ...Favorece aos órfãos e às viúvas;
• ...Não perde tempo com os ímpios.

Deus nos quer em Seu reino; para isso, devemos orar: “Venha Teu reino”.

Sejamos Seus súditos hoje e sempre! Reavivemo-nos, pois Deus é maravilhoso! – Heber Toth Armí #rpsp #rbhw #ebiblico

sábado, 25 de março de 2017

SALMO 145 Comentário Pr Heber Toth Armí

SALMO 145
Comentário Pr Heber Toth Armí

Às vezes sabemos o que significa priorizar qualquer coisa, porém, temos dificuldade para colocar Deus acima de tudo. Este precioso Salmo tem muito a nos auxiliar:

1. Não importa quem somos ou o que fazemos, nem nossos títulos/diplomas e posições adquiridas, Deus só será nosso Deus caso permitamos que Ele reine sobre tudo o que somos e temos (v. 1).

2. Não devemos compartimentalizar nosso tempo, uma parte para a família, outra para o trabalho, outra para o lazer e, se sobrar tempo, dedicar-se à religião. “O Louvor de Davi não era intermitente; não era um dia em sete, mas era diário; não era por um breve período, era um período integral” (Comentário Bíblico Adventista). Os princípios divinos devem reger nossa família, trabalho, lazer e a religião (v. 2).

3. Não tem como Deus ser Deus em nossa vida se Ele não for o primeiro sempre em tudo o que fizermos. Por isso, meditar em Seu caráter, majestade, grandeza e propósito é essencial para nossa espiritualidade ser saudável (vs. 3-5).

4. Não há certeza de que Deus seja prioridade na vida daquelas pessoas que conversam sobre tudo, menos sobre Deus. Na verdade, quem tem experiência real e pessoal com Deus e O conhece de verdade, proclamará aos que possuem nenhuma informação ou ideias distorcidas sobre Quem realmente Ele é (vs. 6-9). Veja... Deus é...

• ...Grande e poderoso em Suas realizações;
• ...Bondoso e justo em Seu procedimento;
• ...Benigno e misericordioso com todos;
• ...Paciente e clemente inclusive com os indiferentes.

5. Não há meios de ignorar a glória de Deus, pois todos os Seus feitos são gloriosos e testemunham de Seu poder e graça – deixando-nos sem desculpas no dia do juízo (vs. 10-17).

6. Não é possível ser discreto quando assumimos um sério e intenso compromisso com Deus. O verdadeiro crente testemunha com a vida, e usa sua língua para incentivar à adoração ao Deus que salva aos que O amam, e extermina aos que desprezam Seu gracioso plano de amor que visa salvar ao pecador (vs. 18-21).

Deus é generoso, bondoso, atencioso, cuidadoso, benigno, paciente, misericordioso, gracioso, poderoso, justo, santo, empático, simpático, dedicado, clemente, provedor, fiel, mantenedor, maravilhoso, restaurador, amoroso... Enfim... incomparavelmente glorioso!

Querido(a), darás a Deus o primeiro lugar sempre? Testemunhe dEle! – Heber Toth Armí #ebiblico #rpsp #rbhw

sexta-feira, 24 de março de 2017

SALMO 144 – Comentário Pr Heber Toth Armí

SALMO 144 –
Comentário Pr Heber Toth Armí

A religião verdadeira não é destituída de sentimentos, pelo contrário, quem experimenta o poder de Deus ao libertar do pecado e salvar de suas terríveis consequências, enche o coração de alegria; e, então, exulta em louvor e adoração a Deus, que é o primeiro e soberano Senhor de sua vida.

Davi revela inúmeras razões importantes para exultar-se diante de Deus e exaltar Seu poder (vs. 1-2); além disso, ele sabe que Deus não ignora ou zomba da fraqueza humana, mas em Sua grandeza atende a cada pecador em sua insignificância (vs. 3-4).

Conhecendo a Deus e sabendo de Sua atuação poderosa em prol daqueles que buscam auxílio nEle, Davi ousa pedir por livramento do poder de pessoas que usam a força da língua para destruir, enganar e perverter a verdade (vs. 5-8). Por conta disto, Davi promete entoar um novo cântico, agora de alegria e gratidão, pelas bênçãos imerecidas, recebidas de Deus (vs. 9-15).

Como Davi, “temos motivos de sobra para alimentar espírito de fervor e devoção na adoração a Deus. Temos até motivos para ser mais ponderados e reverentes em nosso culto do que os judeus. Mas um inimigo tem estado a trabalhar, a fim de destruir nossa fé na santidade da adoração cristã” (Ellen G. White).

Precisamos ficar atentos, pois NÃO PODEMOS...

1. ...ignorar que Deus nos dá destrezas para alcançar vitórias em coisas corriqueiras e/ou rotineiras da vida.
2. ...exaltar nossos feitos ou habilidades; devemos, porém, reconhecer que tudo o que conquistamos é graças à misericórdia divina.
3. ...negligenciar a oração, pois tal atitude seria presunção diante do Deus que atende nossa súplica por libertação.
4. ...relaxar em nosso fervor ao render louvores ao Senhor que abençoa nossa vida e família em meio a este mundo em conflito.

Não permitamos que o inimigo impeça-nos de cantar hinos de alegria, com entusiasmo e exultação Àquele que nos ofertou gratuitamente a salvação através de Seu Filho, que tornou-Se Filho do homem para tornar-nos filhos de Deus.

Felizes são aqueles que colocam a Deus em primeiro lugar. Estes são reavivados diariamente pelo poder que liberta de qualquer situação, inclusive da opressão imposta pelo diabo, o maior dos nossos inimigos, que tem seus agentes demoníacos tentando nos atingir!

Coloquemos Deus em primeiro lugar! – Heber Toth Armi #ebiblico #rpsp #rbhw

quinta-feira, 23 de março de 2017

SALMO 143 Comentários Pr Heber Toth Armí

SALMO 143
Comentários Pr Heber Toth Armí

Ei! Como você está? Desanimado? Teu coração está desfalecido? As coisas não estão indo bem para você? Pare um pouco e medite profundamente neste salmo.

Davi mantinha relacionamento com Deus (vs. 1-2), contudo, as coisas não estavam indo muito bem para ele – pior seria se ele estivesse distante de Deus (vs. 3-4).

Davi confiava em Deus (vs. 5-6), todavia, sua oração revela angústia e urgência (v. 7). Nada desafiava sua confiança em Deus (v. 8), por isso, ele retorna o assunto apresentando a Deus o perigo que enfrentava (vs. 9-10). Consequentemente, ele encerra suas preces pedindo pelo amor e pela misericórdia divina para que, ao agir, Deus o reavivasse (vs. 11-12).

1. Nossas aflições não devem desmotivar as nossas orações; ao contrário, elas devem nos aproximar ainda mais de Deus por meio desse sistema de comunicação: A oração.
2. Se estamos esmorecendo, se as circunstâncias desfalecem nosso alma, e os problemas nos tiram o ar, podemos nos reavivar na graça, bondade, misericórdia e amor de Deus.
3. Se a vida está complexa, as dificuldades que nos assolam são avassaladoras, e não vemos mais saída, precisamos recorrer a Deus incessantemente suplicando por ajuda.

“A situação aparentemente sem esperança na qual se encontrava o salmista perturbava seu coração. Um sentimento terrível de solidão se apossou de sua alma”; porém “ao relembrar as primeiras manifestações do poder de Deus, seu coração foi encorajado na esperança de que o Senhor responderia sua oração mais uma vez. Ele se encorajou a continuar seu pedido” (Comentário Bíblico Adventista).

Precisamos...

• Relembrar;
• Meditar;
• Confiar;
• Esperar.

Não temos nenhum mérito para recomendarmo-nos a Deus; não temos direito nem de estarmos vivos. Mas, graças ao que Cristo fez no Calvário tornando-Se o caminho para nós de acesso ao Pai, temos o privilégio de buscar refrigério em Sua presença, mediante o Espírito Santo - nosso Consolador!

“A súplica perseverante deve ser um estilo de vida, tão importante e necessário quanto a nossa respiração, o pão que comemos, a água que bebemos, a roupa que vestimos, e assim fazendo parte de nosso caráter; pois, somente seremos felizes, e teremos paz, na presença do Senhor” (Olmir A. Tochetto).

Quanto mais precisarmos de livramento, mais carecemos da misericórdia divina em nossa vida! Oremos até reavivar-nos! - Heber Toth Armí #ebiblico #rbhw #rpsp

quarta-feira, 22 de março de 2017

SALMO 142 Comentário Pr Heber Toth Armí

SALMO 142
Comentário Pr Heber Toth Armí

Se tem alguém na história e no mundo que sofreu e ainda é alvo de bulling é o crente. Aquele que crê em Deus e confia em Sua graça e vive a piedade prática, está sempre lidando com pessoas que o estão perseguindo, desprezando e humilhando.

O Salmo em apreço aponta-nos os seguintes princípios de vida:

• A comunhão com Deus é a oração que resulta em certeza diante do clamor de um coração aflito (v. 1);
• O melhor lugar para desabafar, derramar nossas queixas e expor nossas tribulações é na presença do Deus que nos oferece esperança (v. 2);
• A melhor pessoa para conhecer nossas fraquezas, nossos defeitos e falhas e, o que vai em nosso íntimo, é Deus – sem nos condenar ou rotular (v. 3);
• Desolado, desprezado, desvalorizado e desrespeitado, quem sofre bulling deve refugiar-se, não na solidão, na introversão ou na depressão, mas no Senhor Deus (v. 4);
• Onde os fracos não têm vez nem voz, o melhor a fazer não é lutar pelos seus próprios direitos, mas clamar a Deus: “Tu és o meu refúgio; és tudo o que tenho na terra dos viventes” (v. 5);
• Onde arrogantes e fortes pensam dominar, os abatidos, humildes e perseguidos devem pedir a atenção do Deus que preza por nossas orações (v. 6);
• Aqueles que anseiam por libertação estão procurando obter uma experiência miraculosa para, então, proclamar, louvar e adorar ao Deus que ama aos humildes e justos (v. 7).

“Cárcere” neste salmo é um “termo figurado que se refere aos problemas e a condições desesperadoras da vida, causadas por inimizade, perseguição e isolamento” (Bíblia Andrews). Que cristão nunca esteve num cárcere assim? Até Davi esteve... Jesus também!

Nota-se que, “mesmo em uma situação de desespero e depressão, Davi sabe que está nas mãos de Deus. Essa consciência lhe dá coragem renovada para confiar no Senhor, o único refúgio em sua vida” (Bíblia Andrews).

Quem sofre bulling deve,

1. ...Saber que Deus está esperando nossas orações;
2. ...Crer que Deus conhece cada uma de nossas condições;
3. ...Confiar que Deus acode-nos em todas as nossas necessidades;
4. ...Fazer do Senhor o único refúgio de sua vida – em todas as ocasiões.

Precisamos clamar pela misericórdia divina para que tenhamos paz nas tribulações! Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí #ebiblico #rbhw #rpsp

terça-feira, 21 de março de 2017

SALMO 141 Comentário Pr Heber Toth Armí

SALMO 141
Comentário Pr Heber Toth Armí

Pessoas alheias a Deus rejeitam aos servos de Deus. Um homem segundo o coração de Deus não tem a devida apreciação dos incrédulos. Portanto, a comunhão com Deus é a melhor coisa a fazer vivendo numa sociedade em comunhão com a perversidade.

Fé, perseverança, vigor, poder e resistência se conseguem somente mediante o passar pelas turbulências da existência apoiados na oração, que é o instrumento de comunhão com o Deus onipotente.

O Salmo em questão nos deixa os seguintes princípios aplicáveis a nossa vida:

• Quem se inclina perante Deus perceberá que Deus Se inclinará para ouvir o clamor do coração (v. 1);
• Quem ergue as mãos em oração, a qual sobe à presença de Deus eleva-se do clima de indiferença à presença aconchegante do Pai Celestial (v. 2);
• Quem entra na presença de Deus sabe do cuidado que deve ter com as palavras (v. 3);
• Quem ora fervorosamente a Deus anseia afastar-se da vaidade, da perversidade e da intemperança no alimentar-se (v. 4);
• Quem busca a Deus em oração incessante aceita com alegria a repreensão dos justos visando amadurecer espiritualmente (v. 5);
• Quem tem fome e sede de justiça anseia que os líderes injustos conheçam as consequências terríveis de seus atos perversos (vs. 6-7);
• Quem fita os olhos no Senhor Deus tirará os olhos do padrão deste mundo corrupto e deixará de confiar num sistema mundano de vida, para então viver princípios divinos sob a proteção infalível (v. 8);
• Quem anda com Deus quer ser livre do mal, e não tolera cair em tentação (v. 9);
• Quem mantém intimidade com Deus está seguro num ambiente impuro, permanece firme e salvo quando inúmeros perdidos despencam nas consequências de seus pecados (v. 10).

O destino do cristão é o céu. Estamos neste mundo apenas de passagem. Nossa esperança é de, em breve, deixarmos para trás uma história de dificuldades. Contudo, “os que forem transladados no final dos tempos serão os que mantiveram comunhão com Deus na Terra”, diz Ellen G. White.

É possível ser piedoso em um ambiente asqueroso. É possível ser puro numa sociedade tão impura. É possível ser fiel a Deus quando as pessoas a nossa volta vivem em constante infidelidade!

“Senhor, proteja-nos! Não nos deixes sozinhos, sofrendo desamparados... Livra-nos do mal.” – Heber Toth Armí #ebiblico #rbhw #rpsp

segunda-feira, 20 de março de 2017

SALMO 140 Comentários Pr Heber Toth Armí

SALMO 140
Comentários Pr Heber Toth Armí

Numa sociedade dominada pela injustiça os incrédulos querem prejudicar os crentes, os maus gostam de infernizar os justos, os perversos implicam e perseguem os servos de Deus.

Há muita violência, roubo e morte. Há muitas vítimas, muitos inocentes sofrem. Os indefesos são alvos dos ameaçadores. Os pequenos são explorados pelos grandes. Os cristãos são perseguidos pelos pagãos. Isso sempre foi assim, mas no tempo do fim está mais acentuado.

Desta forma, aqueles que sofrem perseguição, que se sentem alvos das hostes malignas, que sentem na pele o que significa ter Satanás e seu exército como inimigo, devem considerar as palavras inspiradas de Davi.

Harold L. Willmington nos informa que Davi, neste salmo, “reflete sobre os perigos que passou por causa da perseguição de seus inimigos e confia na proteção da Palavra de Deus até que a promessa possa ser cumprida”. Logo em seguida, ele esboça a oração da Davi da seguinte forma:

I. A PETIÇÃO DA DAVI COM RELAÇÃO AOS ÍMPIOS – vs. 1-11
A. O que eles fazem (vs. 1-5)
1. Eles planejam o mal e instigam o problema (vs. 1-2);
2. A língua deles fere como veneno de serpentes (v. 3);
3. Eles tentam derrubar Davi com frequência (vs. 4-5).
B. O que eles merecem (vs. 6-11)
1. Sofrer por meio do fracasso e da pobreza (vs. 6-8, 11);
2. Ser destruídos por seus próprios feitos perversos (v. 9);
3. Ser queimados por carvão, consumidos por fogo ou lançados em abismos (v. 10).

II. A PETIÇÃO DE DAVI COM RELAÇÃO AO JUSTO – vs. 12-13
A. Os pedidos (v. 12)
1. Assegura-lhes a justiça: O Senhor ajudará aqueles que são perseguidos.
2. Sustenta-os: Deus cuidará dos direitos dos pobres.
B. Os resultados (v. 13)
1. O justo louva Seu nome;
2. O justo vive em Sua presença.

Os que humildemente buscam a Deus, pedem livramento das mãos dos maus, dos violentos, dos cruéis arrogantes e dos soberbos. Tais pessoas não temem a Deus, são aliadas do diabo.

Porém, quem teme a Deus, não é apenas moldado por Ele, é também protegido. Deus é o amparo aos que sofrem conspirações perversas e difamações diversas. Ele fará justiça. Os fofoqueiros e caluniadores que se cuidem, o melhor que eles poderiam fazer é se converterem... – Heber Toth Armí #rpsp #rbhw #ebiblico

domingo, 19 de março de 2017

SALMO 139 Comentário Pr Heber Toth Armí

SALMO 139

Comentário Pr Heber Toth Armí

Conhecer a Deus é o essencial da vida terrestre (efêmera), para alcança a vida celestial (eterna).

Sobre este salmo Derek Kidner destaca: “Se tivermos quaisquer pensamentos menos grandiosos acerca de Deus, este salmo os transcenderá de modo magnífico; mesmo assim, apesar de suas alturas e profundidades, permanece sendo intensamente pessoal, do começo até o fim”. O mesmo oferece-nos a seguinte divisão:

1. O Onividente (vs. 1-6);
2. O Onipresente (vs. 7-12);
3. O Criador de tudo (vs. 13-18);
4. O Santíssimo (vs. 19-24).

Embora Deus conhece-nos melhor do que nós mesmos nos conhecemos, e saiba de todos os nossos erros e pecados e quão ruins e imorais nós somos como pecadores, não precisamos ter medo dEle. Na verdade, devemos ter medo de não ter um compromisso sério com Ele.

1. Deus nos sonda e nos conhece, discerne nossas intenções mais profundas. Percebe nossas atitudes antes delas existirem. Antes de nossos pensamentos, Deus já sabe o que vamos pensar. Nossos planos, já são conhecidos por Ele antes deles serem nossos. Até as palavras que falamos Ele sabe antes de falarmos. Assim, Deus sabe melhor do que nós mesmos quem realmente somos (vs. 1-6).

2. Deus está em todos os lugares, nas altitudes e nas maiores profundidades. Onde formos Deus estará lá. É impossível escondermos dEle (Gênesis 3:1-13). Nem em Marte, Ogle-TR-56b, ou na Lua, ou em qualquer lugar do Universo, não podemos fugir de Deus. Jonas sabe bem disso, assim como Davi (vs. 7-12) – nem atrás do pecado é possível esconder-nos de Deus (Jonas 1:1-17-2:1-10). Contudo, onde Ele estiver, ali estará o Seu amor (Romanos 8:38-39).

3. Deus conheceu-nos antes mesmo de nascermos. Aliás, Ele nos criou. Ele formou e projetou-nos de forma assombrosa. Deveríamos, antes de tentar escapar-nos dEle, buscá-lO para agradecer e louvar o Seu nome pelo que Ele faz (vs. 13-18).

4. Deus, sabe tanto sobre nós, portanto, cabe a nós rendermo-nos a Ele. É loucura desafiá-lO. É arrogância que resulta em prejuízo ignorar o Juiz do tribunal divino. É preciso aceitar o plano da salvação e pedir que Deus corrija nossos defeitos (vs. 19-24).

Precisamos ter relacionamento de confiança plena com Deus, que sabe o que é melhor para nós!


“Senhor, molda-me segundo o Teu querer. Rendo-me a Ti” – Heber Toth Armí #rpsp #ebiblico #rbhw

sábado, 18 de março de 2017

SALMO 138 Comentário Pr Heber Toth Armí

 SALMO 138

Comentário Pr Heber Toth Armí

 Não existem palavras que descrevam corretamente a alegria e a gratidão que inundam o coração de quem profere sincera oração ao Deus que pode fazer qualquer coisa, em qualquer situação!

Warren W. Wiersbe apresenta estes três pontos para o salmo em apreço:

1. As orações respondidas glorificam o nome de Deus (vs. 1-3);
2. As orações respondidas dão testemunho aos pecadores (vs. 4-5);
3. As orações respondidas cumprem os propósitos de Deus em nossa vida (vs. 6-8).

Orações respondidas por Deus muitas vezes mais surpreendem do que nos alegram. Deus faz por nós o que não merecemos e muito mais do que Lhe pedimos. Se confiamos nEle, e a Ele orarmos de todo nosso coração, crendo em Sua atuação, teremos, não somente nossos pedidos atendidos, mas grande motivos para adorar-Lhe!

• Louvor e gratidão resultam em adoração exultante ao Deus que atende ao suplicante. Davi louvou a Deus em pé, adorou de joelhos, fora e diante do Santuário. Ele exultou diante de Deus por Seu inefável amor e por sua singular fidelidade. Ele proclamou a santidade do nome divino e a santidade de Sua Palavra como fonte de reavivamento espiritual (vs. 1-3).

• Aqueles que experimentam as bênçãos das respostas de suas orações desejarão que até as pessoas que ocupam altos postos no mundo conheçam a Deus e Sua Palavra. Davi acreditava que todos aqueles que souberem quem Deus é e o que Ele faz, O glorificariam juntamente com ele (vs. 4-6).

• Os que tiveram o privilégio do prazer da atuação de Deus em momentos terríveis e críticos são entusiastas em seus testemunhos, pródigos no cumprimento da missão e mais dependentes da ação de Deus para maior transformação de vida. Davi assim o fez, e nós precisamos aprender com ele (vs. 7-8).

Uma vida dedicada à oração, pautada pela Palavra de Deus, certamente será focada na missão. A evangelização não será uma obrigação, mas um estilo de vida; a missão será uma motivação para compartilhar Deus ao maior número de pessoas.

Precisamos ser reavivados por Deus para que O sirvamos com humildade, mas destemidamente, diante de grandes homens e dos arrogantes orgulhosos, pois o evangelho precisa ser proclamado urgentemente para que o plano de salvação se concretize em nossa vida e em nosso Planeta! – Heber Toth Armí #rpsp #rbhw #ebiblico








sexta-feira, 17 de março de 2017

SALMO 137 Comentário Pr Heber Toth Armí

SALMO 137 
Comentário Pr Heber Toth Armí

 Ler é academia para o cérebro; e, ler a Bíblia é a academia da alma. Muitos estão com seus cérebros definhados, pois, como disse Carlos Drummond de Andrade,

“A leitura é uma fonte inesgotável de prazer, mas por incrível que pareça, a quase totalidade não sente esta sede”.

• Se isso é dito da leitura em geral, o que deveria ser dito da leitura da Bíblia?

Charles Jones observou que “daqui a cinco anos você estará bem próximo de ser a mesma pessoa que é hoje, exceto por duas coisas: os livros que ler e as pessoas de quem se aproximar”.

• E, se o livro a ser lido for a Bíblia; e, a pessoa de quem aproximar-se for Jesus?

O povo de Israel afastou-se de Deus e de Sua Palavra (a Torá); assim, as consequências foram as mais indesejadas: Cativeiro babilônico. Podemos aprender muito com o Salmo em foco:

• Se não preferíssemos a intimidade com o pecado em lugar da intimidade com Deus, teríamos menos razões para chorar neste mundo de injustiças, angústias e sofrimentos (vs. 1-2);

• Se não menosprezássemos a Palavra de Deus seríamos mais respeitados e menos menosprezados pelos incrédulos, irreverentes e pagãos (vs. 3-4);

• Se déssemos mais ouvidos aos princípios divinos não estaríamos no cativeiro resultante do pecado, nem seríamos tomados de nostalgia dos bons e velhos tempos (vs. 5-6);

• Se não provocássemos nosso próprio sofrimento talvez não teríamos razões para orações em prol da desgraça de nossos semelhantes, mas intercederíamos pela salvação até de nossos inimigos (vs. 7-9).

Quando desviamo-nos de Cristo perdemos o prazer pelas músicas e leituras cristãs. Quando afastamo-nos da Palavra de Deus somos levados para situações detestáveis. Longe de Deus e de Sua Palavra, nossos sonhos dão uma reviravolta, mas negativamente.

Portanto, se você se sente escravo da situação, desanimado da vida – chorando (vs. 1-2), na miséria, ouvindo provocações, correndo risco de naufragar na fé (vs. 3-6), alimentando o ódio no coração e, desejando o mal aos outros (vs. 3-9), é hora de estudar a Bíblia e voltar-se para Deus: Tua vida mudará! 

A leitura bíblica diária, que aproxima o leitor do Senhor da existência, faz o maior dos milagres: Uma mudança radical de mente, eleva nossa moral e transforma positivamente nosso coração pecador! Experimente! – Heber Toth Armí #ebiblico #rbhw #rpsp
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...