Receba mensagens em seu Email

sábado, 13 de dezembro de 2014

Marcos 14 Comentários de Jim Ayer

Reavivados por Sua Palavra
Leitura Bíblica  - Marcos 14
Comentários  de  Jim Ayer

Marcos 14 está cheio de lições espirituais. Somente sob a orientação do Espírito Santo poderia Marcos ter reunido material tão relevante em tão poucos versos. Um livro inteiro poderia ser escrito com base no conteúdo desse capítulo!

Entretanto, de tão rico material, o que poderíamos retirar desse capítulo para nosso benefício espiritual hoje? O que poderia nos ajudar em nossa caminhada para a eternidade? Ao olhar para este capítulo, senti que Deus me chamou a atenção para algumas coisas: primeiro, os fariseus e outros líderes da igreja estavam planejando matar o Filho de Deus; depois, a maioria das pessoas não compreendia – ou não queria compreender – o que Jesus estava dizendo, incluindo Pedro. Outros compreendiam, como Maria – e Jesus amou a todos.

Mas o mais importante para mim foi perceber que o Grande Conflito, que se revelou durante toda a história humana, chegou a seu ponto decisivo a partir do verso 32, ao Jesus se dirigir para o Getsêmani.

Jesus estava com pouco mais de 30 anos, era um jovem. E qual jovem em perfeita razão deseja morrer? Nenhum! Mas Jesus estava se encaminhando, com terror de alma, a realizar a missão para a qual viera à Terra: morrer por todos nós — você e eu!

Quando olhamos para o Getsêmani, aquele terrível momento no tempo, vemos o quase insuportável peso do pecado da humanidade, colocado todo sobre Jesus. Tão pesado que Ele não conseguia enxergar vida além da morte no Calvário. Que pensamentos terríveis devem ter passado por Sua mente! Como: “O pecado é tão ofensivo a meu Pai a ponto de Nos separar para sempre?” Sua alma estremece diante de tal pensamento. Nunca, desde os tempos eternos, a Divindade havia experimentado um momento de separação entre Eles, até este instante.

Pai, “Afasta de mim este cálice” (v. 36); Pai, “Afasta de mim este cálice” (v. 39). Qual cálice? O cálice da separação do Pai. Você consegue, em sua imaginação, ouvir as palavras que saem de Sua trêmula boca? “Pai, por favor, eu estou com medo. Mas eu amo a humanidade, minha família terrena, de tal maneira que estou disposto a desistir de ser Deus, se necessário, a fim de salvá-los. Eu escolhi correr o risco da morte eterna a perder um só ser humano. Pai, “Que a Tua vontade seja feita!”

Maria sabia o quanto Jesus a amava e Pedro finalmente descobriu. E você? Já descobriu o quão incrivelmente especial você é para Deus? Pense nisso e sinta profundamente esse amor maravilhoso!
Jim Ayer

http://www.palavraeficaz.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...