Receba mensagens em seu Email

sábado, 7 de fevereiro de 2015

Atos 9 Comentários de Andrew McChesney

Reavivados por Sua Palavra

Leitura Bíblica  - Atos 9
Comentários  de  Andrew McChesney

A história da conversão de Saulo [Saul, no original], ou Paulo, registrada no capítulo 9 é tão poderosa que Barnabé teve que pessoalmente recontá-la aos apóstolos em Jerusalém, para convencê-los que Paulo era um novo homem (v. 27). O próprio Paulo duas vezes narrou seu testemunho de conversão tempos depois  (caps 22 e 26).

Paulo é apresentado pela primeira vez em Atos 7 como estando a aprovar o apedrejamento de Estêvão. E reaparece brevemente em Atos 8 como o opressor que fez com que os primeiros cristãos fugissem de Jerusalém. O capítulo 9 começa dizendo que “Saulo ainda respirava ameaças de morte contra os discípulos do Senhor” (v 1 NVI). Que contraste Saulo apresentava com Jesus! Este soprou sobre os discípulos e disse: “Recebei o Espírito Santo” (João 20:22). Paulo, por outro lado, respirava um espírito profano.

Assim, Paulo teve muito a contemplar depois de ser cegado por Jesus, e apresentou uma radical mudança de vida. Suas velhas prioridades e ambições se foram, e não pareciam mais importantes. O que ele faria? Não admira que ele deixasse de comer e beber por três dias. Pela imposição de mãos de Ananias, Paulo então recuperou a visão e lhe foi dado o Espírito Santo: “algo como escamas caiu dos olhos de Saulo e ele passou a ver novamente” (v 18 NVI). Paulo escreveu mais tarde em 1 Co 2:14 que é isso que acontece conosco quando nós recebemos o Espírito Santo – de repente nós recebemos a capacidade de discernir as coisas espirituais.

Paulo não se demorou muito neste intervalo entre a sua antiga e nova vida, e “logo começou a pregar … que Jesus é o Filho de Deus” (v 20 NVI). Este é um exemplo para nós. Não importa se você ou eu cometemos erros ontem, não devemos gastar tempo focando nossas fraquezas ou esperando nos sentirmos perdoados. Em vez disso, devemos manter nossos olhos em Jesus, apegando-nos à Sua graça misericordiosa, e corajosamente compartilhando o nosso amor pelo Mestre.

“Querido Deus, perdoe-me pelos meus pecados e por, como Saulo, perseguir metas que não realizam nada para Ti. Enche-me com o Espírito Santo para que eu possa discernir e praticar a Tua vontade. Que eu possa ser apaixonado como Paulo em partilhar Jesus a partir de hoje, não importa os erros que cometi ontem. Amém.”
Andrew McChesney


http://www.palavraeficaz.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...