Receba mensagens em seu Email

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Atos 7 Comentários: Pr. Heber Toth Armí

Lições de Vida  dos  Apóstolos de Jesus

Leitura Bíblica- Atos 7
Comentários: Pr. Heber Toth Armí

A interpretação da Palavra sem o Espírito Santo é tão diferente daqueles que estão cheios do Espírito Santo que chegam a se oporem, de tão contrastante!
A pregação de Estêvão irritou tanto a liderança espiritual judaica que foi necessário arrastá-lo ao Sinédrio. Havia ódio e falsas testemunhas para acusá-lo. Seu sermão foi uma defesa, não auto defesa, mas à verdade bíblica que vinha pregando.

Naquele recinto de ódio, crueldade, falsidade e frieza Estêvão ergue a sua voz...
1. ...Aos 71 membros do Sinédrio, ao povo judeu e aos que posteriormente se opusessem ao Cristo por Ele pregado;

2. ...Com tons de terna afeição e reverência, contrastando com seus opositores. Chamou-os de irmãos e pais;

3. ...E fez um relato histórico, porém, não apenas rememorou a história; ele expôs que o povo persistente e consistentemente rejeitara àqueles a quem Deus enviara historicamente para salvá-los. Isso explica a rejeição ao Messias.

4. ...E apresentou a teologia correta da adoração, a qual contrastava com a dos teólogos em quem se apoiavam seus ouvintes – A diferença era que Estevão estava possuído do Espírito Santo, os ouvintes estavam entupidos de inveja, crítica e ódio.

5. ...E, ao concluir citou a rejeição dos religiosos judeus da qual foram objeto os profetas, “que anteriormente anunciaram a vinda do Justo”.

Não havia historias para entreter auditórios no sermão de Estêvão, se tivesse talvez teria sido aplaudido, não morto. Ele não se desviou dos limites da Bíblia. Ele foi fundamentalista. Ele mencionou:

1. Abraão, Isaque e Jacó – início dos judeus (vs. 2-8);
2. Resumiu a história do rejeitado José (vs. 9-16);
3. A rejeição e libertação de Moisés (vs. 17-38);
4. A rejeição da fé por Israel (vs. 39-50).

O que aconteceu em seguida só comprovou que Estêvão estava mais que certo. O povo que rejeitou todas as personagens enviadas por Deus levantou-se contra ele e o apedrejou até a morte – tornando-se o primeiro mártir do cristianismo.

Diferentemente de Pedro que, cheio do Espírito Santo, pregou um sermão e houve quase três mil conversões, Estêvão pregou cheio do Espírito Santo, e foi assassinado.Ao rejeitar Deus e Seus enviados, os judeus deixaram de ser povo de Deus. Cuidado para não seguir este caminho. Sigamos o exemplo de Estêvão ainda que morramos!

Imagens do Google
Curta e compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...