Receba mensagens em seu Email

quinta-feira, 26 de março de 2015

I Coríntios 12 Comentários: Pr. Heber Toth Armí

Lições de Vida
 Leitura Bíblica-I Coríntios 12

Comentários: Pr. Heber Toth Armí

A igreja é uma comunidade composta de diversas pessoas diferentes. Contudo, deve haver permanente e estreita comunhão. Para isso, deve haver tal unidade nessa comunhão que não se oponha à diversidade; pois, unidade e diversidade necessariamente se complementam; são necessárias.

Esse é o ponto que Paulo quer conduzir a Igreja de Corinto, e o Espírito Santo almeja para nossa igreja do tempo do fim. Não é possível ser cristão isolado. Quem se torna independente, se isola e exclui outros, facilmente esfria e se afasta da fé.

Observe estes pontos:

1. A mudança de vida causada pelo Espírito Santo deve ser evidente em cada crente do pensamento ao comportamento (vs. 1-3);

2. Cada crente comprometido com Cristo é, desde o batismo, dotado do dom do Espírito Santo (v. 3);

3. Cada dom do Espírito dado ao crente tem sua função, mas nenhum deles é inferior a outros (vs. 4-6);

4. Cada dom espiritual é necessário para o crescimento saudável da igreja; portanto, ninguém tem o direito de ignorar o dom que recebeu, mas deve usá-lo no serviço do Senhor da igreja (vs. 5, 7-11);

5. Ninguém precisa orgulhar-se pelo dom que recebeu ou sentir-se inferior por não ter recebido um dom almejado; pois, não há diversidade na uniformidade; portanto, precisamos louvar a Deus pela diversidade e promover unidade (vs. 12-31).

Você consegue imaginar um corpo só de coração? Ou um corpo completo, mas sem coração? Você imagina a mão esquerda brigando com a direita? Um corpo sem braços ou pernas pode sobreviver, mas será limitado em muitas coisas. O mesmo se dá com a Igreja quando membros não usam seus dons.

A diferença de dons, ao invés de ser motivo de briga, inveja ou competição, é a forma da Igreja ser completa. Por outro lado, “quando competimos ou invejamos os outros, estamos afirmando que nós sabemos mais do que Deus” (Amin Rodor).

Não existe unidade que se consolide sem respeito à diversidade; como humanos, somos unos como espécie, e diferenciados como indivíduos. Desta forma, se somos comunidade/unidade não existe lógica em agredirmos a nós mesmos.

Se as diferenças fossem trabalhadas e o grupo de crentes unido ao Deus todo-poderoso, a Igreja alcançaria maior sucesso que os desobedientes construtores da Torre de Babel!

Imagens do Google – editado por Palavra Eficaz
Curta e compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...