Receba mensagens em seu Email

terça-feira, 17 de março de 2015

I Coríntios 3 - Comentários de Michael W. Campbell

Reavivados por Sua Palavra

Leitura Bíblica  - I Coríntios 3
Comentários  de Michael W. Campbell

Uma igreja dividida é uma igreja envenenada. Essas divisões são indícios de que uma igreja está sendo conduzida pela natureza humana “carnal”, em vez de pelo Espírito de Deus (vs.1-4). O apóstolo Paulo reconhece que todos os membros da igreja estão em crescimento. E que uma igreja dividida precisa ser alimentada com “leite e não com alimento sólido” (v. 2). Toda estreiteza mental é o fruto da natureza humana carnal. Ellen White alertou sobre esta situação durante toda a sua vida. Um espírito de crítica, ela adverte, causa grande mal dentro da igreja. O pior é que esse tipo de pensamento extremista impede que a verdade  alcance outras pessoas.

A autora também afirma: “Aquele que é culpado de erro, é o primeiro a suspeitar do erro. Condenando o outro, está ele procurando ocultar ou desculpar o mal do próprio coração. Foi por meio do pecado que os homens adquiriram o conhecimento do mal; tão depressa havia o primeiro par pecado, começaram a se acusar um ao outro e é isto que a natureza humana inevitavelmente fará, quando não se ache controlada pela graça de Cristo” (O Maior Discurso de Cristo, 126).

Em última análise, a igreja pertence a Deus. Este é o ponto que o apóstolo Paulo destaca quando nos lembra que Deus “efetua o crescimento” (v 6). Toda a glória pertence a Deus, mas quando as coisas não estão funcionando, temos de assumir a responsabilidade pessoal por nós mesmos, e não tentar corrigir os demais! Ao final, “cada um será recompensado de acordo com o seu próprio trabalho” (v 8 NVI).

Concluindo, Paulo usa a metáfora de um “edifício” (vv 9-10). E nele, o que mais importa é que “ninguém pode colocar outro alicerce além do que já está posto, que é Jesus Cristo” (v. 11 NVI). Todas as divisões da igreja tem a mesma origem: a falta de Jesus. Jesus é o fundamento. E este é o supremo teste que será aplicado a todas as pessoas: qual o fundamento que puseram em suas vidas (vv 12-15).

Em conclusão, o pastor Paulo aconselha “Vocês não sabem que são santuário de Deus e que o Espírito de Deus habita em vocês?” (v 16 NVI). Enquanto a maioria das pessoas provavelmente associe este texto com a necessidade de uma vida saudável, o seu real contexto é a centralidade de Cristo na vida do crente. Quando realmente enxergamos a Cristo e o que Ele significa, tudo o mais é apenas “loucura aos olhos de Deus” (v 19 NVI). Não temos nada de que nos vangloriarmos (v. 21). A nossa única segurança é pertencermos a Cristo.
Michael W. Campbell, Ph.D.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...