Receba mensagens em seu Email

sábado, 7 de março de 2015

Romanos 7 Comentários de Norman McNulty

Reavivados por sua Palavra

Leitura Bíblica  - Romanos  7
Comentários  de  Norman McNulty

Depois de Paulo desenvolver uma descrição clara do evangelho nos primeiros oito capítulos, na segunda metade do livro ele passa a apresentar aplicações práticas do evangelho.

Neste capítulo, Paulo expressa sua profunda tristeza pela condição espiritual que os judeus haviam perdido. Estes são seus parentes segundo a carne, mas não são seus irmãos espirituais. Muito tempo antes, alguns dos judeus haviam aceitado o verdadeiro evangelho, como Isaque. Seu nascimento foi um milagre e foi também o início e a confirmação da aliança. Abraão teve outros filhos, mas eles não foram os filhos da aliança.

Aqueles que se tornam parte do Israel espiritual devem ter um novo nascimento, que também é um milagre. O nascimento físico, mesmo alguém nascendo judeu, não salva ninguém. Alguns de nós adventistas do sétimo dia somos como os judeus de antigamente. Acreditamos ter a verdade, mas temos nós suficiente fé em Cristo para alcançar o nascimento espiritual que Deus nos prometeu?

Paulo estabelece, então, uma interessante discussão sobre diferentes respostas à misericórdia de Deus. Jacó aceitou a misericórdia de Deus, mas Esaú não. Deus enviou a Sua misericórdia e poder repetidamente a Faraó, mas ele se endureceu no pecado. Não é culpa de Deus que alguns de sua criação não respondam a sua misericórdia e se tornem vasos “para a destruição.” Mas aqueles que respondem em fé são a argila do oleiro que Ele molda em vasos de honra (vs. 11-24). O paradoxo surpreendente é que muitos judeus foram atingidos pela misericórdia de Deus demonstrada na pessoa de Jesus, mas reagiram com dureza de coração e o colocaram à morte. Eles tinham todas as verdades, mas eles não O reconheceram como o Doador de verdade. No entanto, muitos gentios responderam positivamente à misericórdia de Deus apesar de não possuir todas as vantagens espirituais que os judeus tinham.

Paulo conclui o capítulo citando Oseias, Isaías e Salmos. Nós todos nos desviamos de Deus como a prostituta que se tornou esposa de Oseias. No entanto, por meio da redenção que há em Cristo, Deus nos fez Seu povo e assim somos Seu remanescente por meio de quem Ele vai “terminar a obra e abreviá-la na justiça” (vs. 25-33).

Aqueles entre os sobreviventes que não tiveram fé, como o antigo Israel, encontrarão em Cristo uma pedra de tropeço. No entanto, aqueles que crerem no Jesus das Escrituras serão transformados em um remanescente que não se envergonha de Cristo e Seu evangelho. 

Norman McNulty
Neurologista, TN, EUA



Texto original: http://revivedbyhisword.org/en/bible/rom/9/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...