Receba mensagens em seu Email

sexta-feira, 13 de março de 2015

Romanos 15 Comentários: Pr. Heber Toth Armí

Lições de Vida

Leitura Bíblica-Romanos 15
Comentários: Pr. Heber Toth Armí

A crise teológica atual resultou numa generalizada crise moral. Igrejas cristãs que deveriam influenciar a sociedade estão perdendo forças ao permitir que egoísmo, indiferença e orgulho ditem a conduta dos seus membros.
Necessita-se de reavivamento e reforma!

“Agradar aos outros tem que ser nossa forma espiritual de proceder...”, comenta Mario Veloso, “contribuindo assim para a edificação de toda a igreja”.

• Geralmente em toda igreja tem o fraco que precisa de ajuda, e, o forte, que deve ajudar o fraco. Quem é maduro na fé deve promover desenvolvimento da fé nos imaturos. O fraco precisa deixar-se ajudar; mas o forte precisa oferecer-se para ajudar. Para isso, é necessário aprender abnegação com Cristo (vs. 1-3);
• Geralmente nem todo cristão amadurece; contudo, ainda que não pareça, o cristão indiferente às fraquezas dos débeis na fé é bem mais imaturo – está longe do ideal de Cristo (vs. 4-13).

O cristão maduro não é aquele que pensa viver independente dos demais; mas, aquele que promove, acima de qualquer desavença, a edificação dos crentes em Cristo, revelando, constantemente, abnegação, para que haja crescimento em cada cristão.

Cristão maduro aprende com a vida de Cristo e dos exemplos bíblicos (vs. 3-4).
A obra divina no mundo não deve ser prejudicada por causa de desejos pessoais, direitos pessoais, etc. Todos na igreja precisam ajudar-se mutuamente utilizando-se de dons e talentos para edificar, encorajar, consolar; nunca para desprezar, humilhar ou criticar alguém.

Além do perfeito exemplo de Cristo demonstrando como o cristão deve viver (vs. 1-13) temos o exemplo de Paulo, um cristão que nos motiva a viver corretamente (vs. 14-21). Nada, absolutamente, deve impedir o avanço urgente do evangelho no mundo (vs. 22-33).

1. Em prol da salvação do maior número de pessoas, como Paulo não devemos buscar benefícios próprios – devemos sempre glorificar a Cristo.

2. Em prol do avanço do evangelho, nossa vocação não deve firmar-se nas próprias habilidades, mas depender do poder do Espírito Santo – como demonstrou-nos Paulo.

3. Em prol do crescimento da igreja cristã, aprendamos de Paulo a esforçar-nos para anunciar as boas novas de salvação onde não foram anunciadas ainda.
Como cristãos precisamos lutar juntos em oração e ação, mas nunca um contra o outro (vs. 2, 30). Sejamos cristãos maduros, fortes...
“Ajuda-nos, Senhor. Amém”

Imagens do Google
Curta e compartilhe:

“Antes de buscar a ajuda dos homens busque a ajuda de Deus.”

Comentários bíblicos dos livros de Genesis a Malaquias  você encontra em:


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...