Receba mensagens em seu Email

segunda-feira, 23 de março de 2015

I Coríntios 9 Comentários: Pr. Heber Toth Armí

Lições de Vida

Leitura Bíblica-I Coríntios 9
Comentários: Pr. Heber Toth Armí

Existe uma liberdade que se manifesta visivelmente na maturidade em que mesmo tendo direitos legítimos, abre mão deles por amor aos outros: Essa é a liberdade cristã.

Cristão imaturo reivindica direitos (egoísmo), cristão maduro abre mão dos direitos, visando a salvação dos perdidos (altruísmo).

Paradoxalmente, para que haja amadurecimento da liberdade cristã precisa-se da prática rigorosa da disciplina, que, assim como crianças, muitos crentes imaturos não aceitam. Por isso nunca amadurecem! Paulo ensina maturidade com palavras, mas exemplifica na prática. Observe:

1. Por ser apóstolo de Cristo, Paulo tinha certos direitos e privilégios, um dos quais era o de ser sustentado pelas pessoas que graciosamente recebiam dele o Evangelho; entretanto, preferiu abrir mão disso para que nada impedisse ou obstaculizasse a salvação dos perdidos (vs. 1-23).

2. Paulo se esforçava para manter ferrenha disciplina espiritual, não para salvar-se, mas para ser poderoso instrumento de Cristo na salvação dos perdidos (vs. 24-27).

É importante subordinar interesses pessoais pelos outros, especialmente em prol daqueles que aceitam a Cristo e do Evangelho; e, melhor que começar no Evangelho, é disciplinar-se para terminar firme no Evangelho. Para a salvação, a questão não é quem bem começa, mas quem bem termina.

Cada cristão, assim como Paulo, deve estar disposto a tudo, enfrentar qualquer coisa em prol da evangelização. Qualquer pessoa na igreja que não evangeliza, ainda não está convertida: “Não sei sobre vocês, mas eu estou correndo a toda velocidade rumo à linha de chegada. Estou dando tudo de mim. Estou alerta e preparado. Não vou ser apanhado dormindo no ponto. Depois de mostrar o caminho para os outros, nem posso pensar que eu poderia perder” (vs. 26-27).

O membro que não se doa para o evangelismo corre o risco de enfraquecer na fé e até perder a salvação devido ao egoísmo. É preciso abrir mão de certas coisas para alcançar muitas pessoas, desenvolvendo assim, o amor altruísta.

1. Por amor ao evangelho, às vezes, é preciso recusar suporte financeiro (vs. 15-18).

2. Por amor aos pecadores, às vezes, é preciso recusar suporte financeiro (vs. 19-23).

3. Por amor à própria salvação, às vezes, é preciso recusar apoio financeiro (vs. 24-27).

Somente aqueles que dominam a si mesmos possuem liberdade para ganhar outros para Jesus. Reavivemo-nos! 

Imagens do Google – editado por Palavra Eficaz
Curta e compartilhe:

“Antes de buscar a ajuda dos homens busque a ajuda de Deus.”

Comentários bíblicos dos livros do Antigo e Novo Testamento    você encontra em:


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...