Receba mensagens em seu Email

quarta-feira, 1 de julho de 2015

Apocalipse 4 Comentários: Pr. Heber Toth Armí

Lições de Vida  

Leitura Bíblica- Apocalipse 4
Comentários: Pr. Heber Toth Armí

Embora o mal pareça dominar/reinar/governar sobre tudo e todos, a revelação mostra Deus detendo todo poder do Universo inteiro. As muitas promessas dos dois capítulos anteriores recebem a certeza de realização neste capítulo, pois por Deus ser soberano fará o que prometeu.

Antes de desvendar acontecimentos terrestres, Deus quer informar-nos acontecimentos celestes. O futuro é desconhecido a nós até que Deus abra as portas do Céu. A revelação do trono de Deus surge antes da revelação dos dramas da igreja apontado pelos sete selos (vs. 1-3).

Neste capítulo unimo-nos a João para ver a história do mundo do ponto-de-vista do trono divino. Assim, cristãos observam a história mundial pela cosmovisão celestial. A história não está descontrolada.

Observemos o que João vê em visão. Ele vê...
1. ...Alguém assentado no trono com aparência de pedra de jaspe e de sardônico (vs. 2-3);
2. ...Um arco-íris de esmeralda acima do trono (v. 3);
3. ...Seres ao redor do trono:
• 24 anciãos;
• 7 Espíritos de Deus;
• 4 seres viventes;
• Todos estão constantemente louvando e exaltando ao santo, soberano, onipotente e eterno Deus (vs. 4-8);
4. ...Uma tormenta assustadora oriunda do trono (v. 5);
5. ...Um mar como se fosse vidro diante do trono, semelhante ao cristal (v. 6).

Nas mãos divinas a história humana tem um destino/rumo/objetivo sublime. O fiel não deve temer o futuro!

Os sete Espíritos de Deus pode referir-se à plenitude do Espírito Santo. Deus é o Criador. Isso já é suficiente para toda criatura render-Lhe louvores. Os quatro seres viventes podem ser referência aos serafins/querubins que estão sempre junto a Deus.

Mas, e os 24 anciãos?
Eles parecem apontar para a garantia das promessas sobre a coroa, vestiduras brancas, trono, etc. dos capítulos anteriores (2:10; 3:5, 21, etc.). Esta garantia pode ser pessoas resgatadas da morte. Mateus fala da ressurreição de um grupo com Cristo (27:52-53), Paulo fala de sua ascensão ao Céu (Efésios 4:8) e João vê o grupo no Céu.

Há louvores a Deus por Ele ser soberano da criação desde sua concepção e no transcorrer da história (vs. 9-11). Ele sustenta/provê/preserva Sua criação. Quem O louva agora, O louvará futuramente no Céu!

Enfim, tudo prova que o acesso ao Céu está garantido aos fieis...

Louvaremos a Deus agora?
Imagens do Google – editado por Palavra Eficaz
Curta e compartilhe:

 “Antes de buscar a ajuda dos homens busque a ajuda de Deus.”

Comentários bíblicos do Antigo e Novo Testamento você encontra em:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...