Receba mensagens em seu Email

domingo, 12 de julho de 2015

Apocalipse 17 Comentários: Pr. Heber Toth Armí

Lições de Vida  

Leitura Bíblica- Apocalipse 17
Comentários: Pr. Heber Toth Armí

Ainda que no presente pareça que o mal está vencendo, no final será destruído; a vitória será do bem e daqueles que estiverem com Cristo. Quem rejeitar a graça é porque, consciente ou inconscientemente, prefere a desgraça.

Muitos fazem deste capítulo uma alegoria/parábola/meros emblemas proféticos. A teoria dos sete reis é exemplo disso, carece de apoio bíblico consistente.

O foco desta profecia vincula ao capítulo anterior – não ignoremos o contexto. As duas últimas pragas atingem diretamente à Babilônia mística, espiritual – o perverso sistema religioso mundial. A mensagem explica por que as piores pragas atingiram Babilônia e seus súditos.

• João ouviu sobre uma meretriz/prostituta sentada sobre muitas águas (v. 1), entretanto, ao observar viu uma mulher montada numa besta escarlate (v. 3).

• Mulher em profecias simboliza “igreja” (Gênesis 3:15; Oseias 2:16; II Coríntios 11:2).

• Prostituição/infidelidade conjugal, em profecia aponta para infidelidade espiritual (Jeremias 3:20; Apocalipse 2:20).

• Meretriz/prostituta simboliza poder mundial religioso que dominará tudo nos últimos momentos da história (17:15).

• O poder religioso obterá apoio do poder político mundial a fim de influenciar a humanidade toda – exemplificado pelos dez reis.

• Um falso evangelho, representado pelo cálice com vinho equivalente à corrupção da revelação do evangelho com milagres diabólicos para promovê-los como se fossem de Deus (ver Apocalipse 13:13-14).

• A prostituta estava embriagada com sangue inocente, de mártires que deram a vida mas não abriram mão da verdade (17:6).

• A Babilônia espiritual será formada com a participação da Igreja que é a mãe das meretrizes juntamente com as meretrizes filhas, as quais terão todo apoio político mundial (vs. 5, 12-13, 16).

• O resultado dessa união alcançará uma total confusão, o significado do nome “Babilônia”. O sistema religioso mundial (Meretriz) será atacado movido pelo ódio de seus próprios apoiadores políticos (os dez reis).

• As sete cabeças da besta são sete montes que são sete reis. Nas palavras elucidativas do anjo de Deus, ao falar a João no primeiro século, os cinco reis/impérios já tinham passado, mas um existia (17:10). O Império que dominava no tempo de João era o romano, e, o que viria era o Império Papal. Aguardamos o oitavo rei/império/poder/etc.

Lição: Deus sabe tudo, Ele está no controle da história e conhece cada passo do inimigo. Certamente Ele vencerá o mal. Reavivemo-nos!

Imagens do Google – editado por Palavra Eficaz
Curta e compartilhe:

 “Antes de buscar a ajuda dos homens busque a ajuda de Deus.”

Comentários bíblicos do Antigo e Novo Testamento você encontra em:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...