Receba mensagens em seu Email

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Lições de Vida-Zacarias 7

Lições de Vida
Leitura Bíblica- Zacarias 7

Comentários: Pr. Heber Toth Armí

Para o Senhor, religião sem ação baseada na revelação, é pura ilusão. Além disso, uma religião baseada em meros rituais sem consagração real é mera formalidade que não serve para nada. Religião é muito mais do que isso; é relacionamento com Deus, um compromisso sério e submissão plena a Ele – o que inclui toda Sua vontade revelada!

Atitudes religiosas, por mais nobres e inteligentes que sejam, sem ser baseadas no assim diz o Senhor é resultado “da própria pecaminosidade e desobediência do povo” (William MacDonald). Portanto, há religiões pecaminosas e rituais perversos diante de Deus, ainda que valorizado pelas pessoas.

O jejum, neste capítulo, era uma prática do povo de Deus desde a invasão e destruição de Jerusalém, cuja finalidade era lembrar-se com tristeza a destruição do templo de Salomão. Este jejum era criação do povo, não revelação de Deus; desta forma, por mais nobre que seja a intenção nos rituais e nas formalidades religiosas, o que importa a Deus é a justiça que surge do Seu coração, aplicada ao coração do adorador (vs. 1-7).

William Kelly observa que, “independente da finalidade, os rituais divinos jamais substituem, aos olhos de Deus, a prática da justiça e muito menos a fé”. Jejuar e até chorar em um dia específico do ano não liberta ninguém do pecado; quem liberta é Cristo. A religião verdadeira está fundamentada num relacionamento apropriado com Deus (vs. 8-14).

O relacionamento com Deus produz bondade e misericórdia; elimina práticas religiosas duvidosas; transforma o interior e transcende ao exterior; desenvolve a espiritualidade e resulta em bons frutos, que refletem o caráter gracioso de Deus. Esses são os passos que conduz indivíduos, famílias e igrejas inteiras ao reavivamento e a reforma.

Atente à revelação:
1. Deus declara: “Vocês estão interessados em religião, eu estou interessado em pessoas” (v. 6);

2. Deus orienta: “Sejam justos uns com os outros. Amem o próximo. Sejam misericordiosos uns com os outros. Não tirem vantagens das viúvas, órfãos, estrangeiros e pobres. Não tramem maldades uns contra os outros – isso é terrível” (v. 10).

3. Quem ignora a revelação de Deus (Sua Palavra) tapa os ouvidos “aos sermões cheios do Espírito pregados” pelos servos de Deus (vs. 11-12).
Deus ouve a oração de quem se interessa pela revelação!

Imagens do Google – editado por Palavra Eficaz
Curta e compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...