Receba mensagens em seu Email

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

João 15 Comentários: Pr. Heber Toth Armí

Lições da Vida de Jesus

Leitura Bíblica-João 15
Comentários: Pr. Heber Toth Armí

Quando aproximava-se a celebração da Páscoa para comemorar a libertação dos judeus da escravidão egípcia, Jesus preparava-se para morrer objetivando realizar a maior libertação da humanidade do poder do pecado.

Nesse contexto, Ele expõe sobre a videira e os ramos – uma poderosa ilustração da mensagem da salvação: O Evangelho! Merril Unger dividiu em duas partes este capítulo:

1. Permanência em Cristo e frutificação (vs. 1-17);
2. O crente e o mundo (vs. 18-27).

Aprendemos aqui que cristianismo é relacionamento, não meros regulamentos. “O propósito fundamental da analogia da vara da videira era descrever um relacionamento permanente entre Cristo e o crente, semelhante ao firmado entre Israel e Yahveh, para que desse muito fruto (cf. Is. 5:2; Os. 10:1)” (Clifton Allen).

Os ensinamentos desse sermão de Jesus devem ser guardados no íntimo de nosso coração. A religião de Cristo é mais que meras crenças ou seguir regras. “A relação de Jesus com o Pai era o modelo para a relação dos discípulos com Jesus. O Mestre amava os discípulos, assim como o Pai o amava (v. 9). Por outro lado, os discípulos deveriam obedecer aos Seus mandamentos, assim como Ele obedecia aos mandamentos do Pai (v. 10)” (John Paulien).

Relacionamento com Cristo é muito mais importante que conhecimento teológico. Pois, “não poderemos nos tornar o que Deus planejou que fôssemos, sem um relacionamento próximo com Jesus, em que nosso amor seja expresso por meio da obediência a Ele” (Lawrence Richards).

Observe também que Jesus foi claro:
1. O crente que não frutificar, será cortado;
2. Para frutificar ainda mais, o crente será podado;
3. O segredo para o crente frutificar, é permanecer em Cristo.

Aquele que permanece em Cristo age diferente do mundo; os cristãos são libertos do mundo, tornam-se cidadãos do Céu, mas voltam ao mundo para proclamar Jesus, o Salvador do mundo. Contudo, o mundo odeia os cristãos, assim como odiou a Cristo (vs. 18-25).

Todavia, Jesus prometeu enviar um Amigo, o Espírito Santo, para acompanhar a estadia do crente no mundo (vs. 26-27). Note bem estas palavras. Jesus disse:
“Lembrem-se: vocês não me escolheram: Eu os escolhi e lancei no mundo para produzir frutos que não estragarão [...]. Mas lembrem-se do mandamento principal: amem uns aos outros” (vs. 16-17).

Reavivemo-nos!

Imagens do Google
Curta e compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...