Receba mensagens em seu Email

sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

João 1 Comentários: Pr. Heber Toth Armí

Lições da Vida de Jesus

Leitura Bíblica-João 1

Comentários: Pr. Heber Toth Armí

Este evangelista é abrangente e desvenda mistérios. De forma simples, vai além do que outros evangelistas descreveram do evangelho. F. F. Bruce analisa: “Diferente dos outros autores, o autor do quarto evangelho começa a história na eternidade; e é a partir daqui que ele entende o significado da obra de Cristo”.

João escreve como teólogo em relação à profundidade, e como pedagogo em relação à didática – pela sua simplicidade; contudo, dos evangelhos, João é o que mais realizou-se teses de mestrado e doutorado. João não apresenta o Filho de Deus como Jesus, mas como o Verbo – um termo teológico que significa “A Palavra”.

1. Jesus é o eco de Deus. Ele esteve desde o princípio com Deus; princípio este mais antigo que o princípio de Gênesis 1:1. Jesus é tão divino quanto Deus Pai; todas as coisas foram criadas por intermédio dEle; sem Ele, nada existiria. Portanto, Jesus não teve começo, não foi criado, é tão eterno quanto Deus Pai. Sempre teve vida própria (vs. 1-4).

2. Jesus é luz. João Batista testemunhou em meio às trevas desta luz; ele foi “um homem preocupado com a luz num tempo em que os demais homens se contentavam com viver nas trevas” (Clinfton J. Allen). A Igreja moderna precisa de Joãos Batistas modernos, você não acha? (vs. 5-31).

3. Jesus é o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo. Ele quer tirar teu pecado; portanto, aceitá-lO implica ser livre do pecado – não livre no pecado. Isso é teologia simples, inacessível aos indiferentes aos testemunhos profundos das Escrituras. A expressão “O cordeiro de Deus” revela que a base da teologia de João é o Antigo Testamento – o que é ignorado por muitos cristãos modernos.

4. Jesus não é individualista nem exclusivista. Após ser batizado, o Filho de Deus chamou ajudantes (discípulos) para estarem conSigo, para aprender a missão e dar-lhe continuidade (vs. 32-51) – e nos chama também!

5. Jesus é o verbo divino que Se fez carne a fim de revelar a glória divina. Ele, sendo divino, tornou-se humano, habitou entre nós – acessibilidade. “O Cristianismo é Cristo, e Cristo é Deus” (W. W. Wiersbe). João apresenta o cristianismo verdadeiro!

Conheçamos a Jesus pelas lentes do evangelho de João. Conceitos mudarão! Seremos melhores cristãos!

Imagens do Google – 
Curta e compartilhe:

 “Antes de buscar a ajuda dos homens busque a ajuda de Deus.”

Comentários bíblicos dos livros de Genesis a Malaquias  você encontra em:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...