Receba mensagens em seu Email

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Ester 5 Comentários do Pr. Heber Toth Armí

Ester 5

Comentários do Pr. Heber Toth Armí

Nossos planos em busca de glória, independentes de Deus, leva-nos a terríveis desapontamentos. Contudo, quando nos encrencamos, ou seja, arranjamos problemas por desprezar orientações divinas, podemos encontrar o caminho de volta e novamente clamar ao Salvador.

“A busca por glória é altamente motivadora. Sempre tentamos fazer o máximo ou nos dedicamos um pouco mais quando a glória parece estar ao alcance [...]. Queremos que nossa vida seja importante. Queremos ser celebrados por conseguir algo que vale a pena”. Na verdade, “fomos criados para depender de Deus e lhe dar glória. Mas, em vez disso, insistimos em buscar nossa própria glória. Substituímos a vontade de Deus por nossos próprios desejos e nos dedicamos a criar um nome para nós mesmos” (R. C. Sproul).

Reflita, pense, medite: Por que você acha que Ester...
• ...quis ter uma experiência sexual com o rei antes dele ser seu marido?
• ...almejou o posto de rainha no lugar de Vasti, que foi deposta pelo marido déspota?
• ...omitiu sua verdadeira origem judaica, inclusive mudou seu nome judaico?
• ...sua família e milhares de judeus não atenderam a vontade de Deus de deixar a Pérsia para retornar a Jerusalém?
A resposta a estas perguntas ajuda-nos a entender muitas situações difíceis que enfrentamos.

Avalie a situação do povo de Deus na Pérsia:
• Correndo perigo; ameaçado de ser extinto (capítulos 3 e 4);
• Ester está tentando uma solução, usando uma estratégia bem elaborada, correndo riscos (4:15-5:1-2, 4-8);
• Ester abriu mão da metade do reino oferecido pelo rei, seu marido; pois, percebeu que essa glória é uma vã glória (v. 3).
• Mardoqueu/Mordecai, primo de Ester, tornou-se alvo de enforcamento por parte de toda a família de Hamã (vs. 9-14).
Desobedecer aos princípios e propósitos divinos acarretam sérios problemas, os quais deixam o coração aflito.
“O pecado nos tenta a achar satisfação em nossa própria fragilidade e não na grandeza de Deus” (Sproul). Isso está claro na atitude de Hamã (vs. 9-13). Por outro lado, Ester e Mardoqueu “sentiam que a menos que Deus operasse poderosamente em seu favor, seus próprios esforços seriam em vão” (Ellen G. White).

Precisamos aprender a...

1. Buscar a Deus.
2. Depender de Deus.
3. Obedecer a Deus.
4. Honrar a Deus.
5. Glorificar a Deus.
6. Confiar em Deus.
Reavivemo-nos! Heber Toth Armí /
                        

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...