Receba mensagens em seu Email

quinta-feira, 1 de março de 2018

MARCOS 7 Comentário Pr Heber Toth Armí

MARCOS 7
Comentário Pr Heber Toth Armí

 Quem rejeita os ensinamentos de Jesus fundamenta sua vida em conceitos meramente humanos, pobres. É necessário rejeitar os ensinos humanos a fim de aceitar os mais nobres ensinamentos divinos; assim, nossa alma será alimentada, elevada e moldada por conceitos superiores.

Rejeitado entre Seus conterrâneos, Jesus foi mais além do território da Galileia. Contudo, os líderes eclesiásticos não deixaram de perseguir e importuná-lO. O capítulo em pauta pode ser assim sintetizado, conforme William L. Lane:

• Impureza segundo a tradição (vs. 1-8);
• Conflito entre mandamento e tradição (vs. 9-13);
• Verdadeira impureza (vs. 14-23);
• A fé dos gentios (vs. 24-30);
• Cura em Decápolis (vs. 31-37).

A tradição humana confronta a revelação divina, ainda que tal tradição seja altamente religiosa. 

Por exemplo, fazer sinal da cruz, acender velas, reverenciar imagens e anjos, orar a Maria, água benta, canonização de mortos, quaresma, jejum na sexta-feira santa, confissão auricular a padres, guarda o domingo, etc. tudo isso está desprovido de fundamentação bíblica. Deus nunca pediu tais coisas; pelo contrário, elas ferem exatamente aquilo que Deus pede.

Tradições humanas interferem totalmente na prática da religião verdadeira. Muitos valorizam a tradição em detrimento da revelação, assim, a tradição é a desculpa para descumprir os mandamentos divinos. 

• Fundamentados na tradição, negligenciaremos a revelação. 
• Firmados na revelação, invalidaremos a tradição.

Toda religião fundamentada na tradição não passa de uma contradição com a revelação. É heresia pensar que a tradição ou a interpretação eclesiástica milenar é mais importante que a revelação de Deus. Que absurdo, não?

O profeta Isaías já alertava que seguir tradição é uma forma de ter uma religião que parece honrar a Deus com lindos discursos, mas o coração está longe dEle; assim, a adoração não passa de encenação (Isaías 29:13) e, líderes espirituais promotores da tradição ofendem a Deus (Isaías 56:11). Muitos judeus não aprenderam a lição, nós aprendemos?

Contrariando a tradição judaica, que rezava que judeus eram superiores aos gentios, Jesus valorizou e libertou a filha de uma gentia desvalorizada (vs. 24-30) e depois curou um gentio surdo e gago (vs. 31-37).

Quando conceitos humanos são valorizados, a Palavra de Deus é...

1. ...Negligenciada;
2. ...rejeitada;
3. ...Invalidada.

O que contamina o ser humano não é a negligência da tradição, mas o desprezo à Palavra de Deus! Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí #rpsp #ebiblico #rbhw

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...