Receba mensagens em seu Email

sábado, 17 de março de 2018

Lucas 7 Comentário Pr Heber Toth Armí

LUCAS 7
Comentário Pr Heber Toth Armí


O estudo da Palavra de Deus promove a fé. Ao ler o capítulo em apreço, note que as respostas positivas dadas pelas pessoas vieram após entenderem Quem Ele realmente é.

• Como obter tal entendimento sem a devida análise do texto revelado e inspirado?

Baseando-me na divisão de Darrell L. Borchert destaco os seguintes pontos:

1. Um centurião gentio demonstrou possuir uma fé melhor que a dos judeus, evidenciando o contraste entre Israel e as nações (vs. 1-10).
2. A multidão creu que Jesus era um profeta quando ressuscitou o filho da viúva de Naim, como Elias e Eliseu haviam feito (vs. 11-17).
3. João Batista expressou dúvidas se Jesus era aquele que viria, provavelmente porque o estilo de ministério dEle não evidenciava o Messias que viria para governar e julgar. Jesus redarguiu que suas ações escatológicas, curando e pregando, servem de resposta afirmativa (vs. 18-35; conferir Isaías 29:18; 35:5-6; 51:1).

• Jesus é aquele que traz o tempo do cumprimento. A diferença das duas épocas é tão grande que João, o melhor dos homens que viviam na época de Jesus, é menos que o menor dos que participarão na era vindoura (v. 28).

4. Uma fé exemplar foi demonstrada pela mulher que ungiu Jesus em público (vs. 36-50).

Para quem não quer crer, nada mudará suas convicções mesquinhas. Nos versículos 31-35 temos exemplos diferentes dos que revelaram fé em Cristo nos pontos supracitados. Deste trecho inspirado, temos as seguintes revelações: A incredulidade...

• ...perverte a capacidade de perceber a verdade.
• ...impede as pessoas de se converterem da iniquidade.
• ...se revela na rejeição da única solução para os verdadeiros problemas da alma.
• ...promove o preconceito e fundamenta as crenças em suposições engenhosamente inventadas pelos ignorantes.

É evidente o coração corrompido pelo afastamento de Deus tem predisposição para odiar e rejeitar tudo o que vem de Deus.

A sabedoria divina estimula a fé que combate à incredulidade responsável por perverter a intelectualidade humana.

Se necessário, faça como João Batista, investigue, analise, mas não seja incrédulo!

A incredulidade que cede espaço à fé desaparecerá miraculosamente. A fé suplanta a descrença concedendo vitória ao que decide ser fiel. A fé é alavanca que impulsiona o pecador para o invisível, mas real, reino de Deus.

“Senhor, aumenta nossa fé!” – Heber Toth Armí #ebiblico #rpsp #rbhw

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...