Receba mensagens em seu Email

segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

Mateus 18 Comentário Pr Heber Toth Armí

MATEUS 18 
Comentário Pr Heber Toth Armí

 Este belo capítulo bíblico, de onde o livro supracitado foi baseado, oferece-nos os seguintes pontos:

1. Ninguém deve almejar ser grande no reino dos Céus; quem quiser entrar tem que ser pequeno, humilde, receptível, amável, educado e servo. Quem é briguento, autoritário, mandão, orgulhosos, cheio de si que humilha, despreza e diminui ao próximo, deveria conscientizar-se que ele é melhor morto do que vido (vs. 1-10).
2. A sabedoria de Cristo é incomparável. Todos os seres humanos têm defeitos e falham e se perdem constantemente (vs. 10-14). Talvez o maior defeito de alguns é não ter olhos para seus defeitos porque se perdem observando e divulgando o defeito alheio. Mas, o que fazer quando alguém erra?
• Fale diretamente com quem errou, não de quem errou (v. 15);
• Se não resolver, leve reforço para resolver (v. 16);
• Se ainda não resolver, leve o caso para a igreja para buscar a solução (v. 17);
• Depois de tudo, se o problema persistir, considere o errado como gentio, desliado do reino de Deus (vs. 17-19).
• Conte com a presença de Cristo para toda reconciliação (v. 20).
• Perdoe com a motivação que Deus coloca no coração, pois há certos problemas que só o perdão é solução (vs. 21-22).

É o coração duro, egoísta, cauterizado pelo pecado que não perdoa; quem foi perdoado e restaurado, está convertido, este perdoa como Cristo O perdoou.

Sabendo que haveria dificuldades nos relacionamentos, inclusive na igreja, Deus inventou o perdão para que nenhum problema ficasse sem solução. Só aquele que acha que tem mais sabedoria que Deus usará seus próprios recursos para resolver dilemas dos seus relacionamentos – quanta tolice! 

Jesus revela as consequências de não perdoar numa poderosa parábola (vs. 23-35). Leia-a, perdoe, ofereça graciosamente o perdão e reaviva-te! 

O pastor Jonas Arrais escreveu um livro que todo cristão deveria ler, mas o líder espiritual deveria devorá-lo. O título do livro é: “Uma igreja positiva em um mundo negativo”. 

Um dos pensamentos do livro, que trata de Mateus 18, diz: “A igreja nunca poderia – nem deveria – ser um lugar em que o aspecto negativo pudesse reinar livremente. Ao contrário, a igreja deve ser um lugar em que o adorador abatido possa encontrar descanso e restauração, um oásis positivo num mundo negativo”. Procure-o! – Heber Toth Armí #rpsp #rbhw #ebiblico

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...