Receba mensagens em seu Email

quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Salmo 2 Comentários Pr Heber Toth Armí

SALMO 2

Comentários Pr. Heber Toth Armí

Este Salmo é abrangente. Tem verdades reveladas que devem inspirar-nos a meditar em cada uma de suas informações. Embora contenha nítidas aplicações históricas, cristológicas e escatológicas, também é sumamente importante refletir em aplicações relevantes a nossa salvação (soteriológicas!).

• Muitas pessoas, inclusive líderes políticos e religiosos, durante a história não quiseram que a vontade de Deus fosse feita aqui na Terra como é feita no Céu; antes do advento de Cristo, um ecumenismo se formará objetivando impedir a conclusão dos Seus planos para Seus servos.

• A organização, estratégias e forças reunidas sempre se revelaram inúteis contra Deus e Seu ungido, o Messias, como também serão inúteis nos últimos dias; Deus sempre lidou com oposições, em Seu nascimento Jesus correu seríssimos riscos de morte, contudo, nada impediu o cumprimento dos propósitos divinos, nem impedirá!

• As ameaças, terríveis insolências espirituais e arrogâncias dos poderosos do mundo nunca afetaram a atuação de Deus neste mundo nem irão alterar a execução de Seus planos no Universo.

• Para implantar um reino harmonioso e pacífico, sem contendas e conflitos, Deus confere a Cristo poder para lidar com toda insubordinação e rebelião existente no Universo.

• Visando nossa libertação e salvação, antes do grande dia do juízo contra os pecadores insolentes, perversos irreverentes e opositores rebeldes, o Espírito Santo emitirá apelos evangelísticos convidando escravos do pecado a servirem Àquele que quebrou as algemas do mal.

• Há sabedoria no atender ao apelo do Espírito Santo; por outro lado, é loucura declarada rebelar-se contra a única solução disponível ao culpado e condenado pecador.

Este Salmo é messiânico. “Como o primeiro dos salmos messiânicos, o Salmo 2 têm três aplicações principais: à situação terrena enfrentada por Israel e as nações circunvizinhas; às circunstâncias enfrentadas por Cristo durante Sua missão terrestre; e às nações no fim do tempo, ao enfrentarem o clímax da História” – informa-nos G. Arthur Keough.

Conquanto, permeando cada época/situação específica, fica claro que, por mais elaborados que sejam os planos humanos, nenhum deles poderá modificar os propósitos divinos. Jó reconheceu isso para Deus: “Estou convencido: Tu podes fazer tudo, qualquer coisa! Nada, nem ninguém pode frustrar Teus planos” (Jó 42:2). Você reconhece?

Enfim, nada é mais sensato que submeter-se a Deus sem duvidar que com Ele temos segurança, certeza e vitória! Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí #ebiblico #rpsp #rbhw

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...