Receba mensagens em seu Email

segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

Malaquias 1 Comentário Pr Heber Toth Armí

MALAQUIAS 1
Comentário Pr Heber Toth Armí


Diante da apostasia frente à vinda do Messias, Deus levanta um profeta tomado de uma indescritível ousadia. Temos muito a aprender...

“Malaquias é a última voz do Antigo Testamento, e seu livro serve de bom prelúdio para os quatrocentos anos seguintes de silêncio bíblico. Da perspectiva dos israelitas, aqueles eram anos de poucas expectativas. Tinham retornado do cativeiro babilônico para a sua terra, mas aquela terra era uma província de fundo de quintal para os persas (depois gregos e romanos – os exércitos desses impérios faziam fila para marchar por Israel). O templo reconstruído era uma triste imitação da maravilha arquitetônica de Salomão. O altivo futuro de triunfo e paz mundial descrito pelos profetas parecia um sonho distante” (Philip Yancey).

• Como animar e reavivar um povo assim?

Malaquias não se apresenta, ensinando-nos que é mais importante falar de Deus do que de si mesmo. Ele mostrou que o povo deveria ter aprendido após a disciplina de setenta anos de cativeiro na Babilônia. Embora o templo já estivesse reconstruído, a fé do povo ainda estava em ruínas. Foi para incendiar a fé dos trôpegos espirituais que Malaquias ergueu sua voz.

Desta forma, as verdades proclamadas por Malaquias antes da vinda do Messias servem para nos despertar de nossa letargia antes do retorno do Messias.

Fique alerta! Sendo que, nem sempre...

• ...a disciplina divina resulta em mudanças de vida;
• ...a restauração alcança o aspecto espiritual;
• ...a reforma na igreja significa reforma na vida...

...Então, é necessário reatar o compromisso de um relacionamento genuíno com Deus. Para isso, é imprescindível reconhecer que o amor de Deus...

1. ...por Seu povo é real, infinito e atuante (vs. 1-6);
2. ...jamais ignora a correção de Seus filhos (vs. 7-10);
3. ...não é irresistível; pode ser rejeitado (vs. 11-14).

O amor é base para todo relacionamento, inclusive com Deus. Práticas espirituais sem amor promovem hipocrisia e formalismo religiosos. Somente quem ama a Deus de verdade dispõe-se a não traí-lO com o diabo, praticando o pecado.

• Pecados enfraquecem a fé, deturpam a justiça e, perverte a religião.

Quando a sonolência espiritual toma conta dos crentes, você deve acordar, não dormir junto com eles. Portanto, levante a cabeça e comprometa-se plenamente com Deus!

Busquemos mais reavivamento quanto mais a indiferença aumenta! – Heber Toth Armí #rpsp #rbhw #ebiblico

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...