Receba mensagens em seu Email

domingo, 4 de dezembro de 2016

SALMO 34 – Comentários Pr Heber Toth Armí

SALMO 34 – 
Comentários Pr Heber Toth Armí

A vida é simples, entretanto, muitos a complicam. Nossa existência seria muito feliz se não complicássemos com nossos jeitos grotescos, estúpidos e mesquinhos de agir.

É certo que existem aqueles indivíduos que te ajudam em tempos difíceis, aqueles que te abandonam em tempos difíceis e, também aqueles que te colocam em situações difíceis. Em outras palavras, existem três tipos de pessoas: As que causam problemas, as que espalham os problemas e as que resolvem os problemas.

Quem é você? Deus gosta dos pacificadores, dos humildes, que almejam ser sábios para refletir o caráter de Seu amado Filho. Portanto, observe: 

1. Os ignorantes falam de pessoas;
2. Os inteligentes falam de coisas;
3. Os sábios falam de ideias.

Após esta introdução, mergulhemos no Salmo em questão; no qual “o título associa o salmo a um episódio perigoso envolvendo Davi e os filisteus em Gate, conforme o relato de I Samuel 21:10-22:1, depois do qual Davi fugiu para a caverna de Adulão” (Warren W. Wiersbe).

Infelizmente enfrentamos desafios muito grandes neste mundo de egoísmo, perversidade e imoralidade. Os justos sofrem; os inocentes sofrem; os bons sofrem. Felizmente, temos um Deus a Quem recorrer:

• Quando temores e medos nos assombram, Deus está disposto a libertar-nos deles, se O buscarmos, corrermos determinadamente para Ele (vs. 1-10).

• Quando angústias e crises nos esmagam, Deus está pronto para socorrer-nos, caso desejamos Sua presença (vs. 6, 17).

• Quando estamos em perigo, os anjos de Deus são enviados para guardar nossa família; mas não devemos provocar nossos inimigos com nossa língua afiada (vs. 7, 13).

• Quando nos faltam recursos para viver, seremos saciados se, sinceramente, adorarmos a Deus, virarmos as costas ao pecado e abraçarmos a paz (vs. 9, 14).

• Quando nossa existência é desafiada pela morte podemos ter a certeza de vida eterna se servirmos a Deus (vs. 12, 19-22).

• Quando entregamos nossos gemidos a Deus em oração com coração quebrantado, seremos confortados pela voz divina (vs. 15, 18).

Nos versos 12-14 Deus orienta-nos para que tenhamos uma existência agradável:

• Cuidar de nossa língua;
• Não falar mentiras;
• Fugir do mal;
• Fazer o bem;
• Buscar a paz e ser pacificador.

Numa sociedade alheia aos princípios divinos, o cristão enfrenta muitos problemas; todavia, pode contar com Deus para superá-los pacientemente. Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí #rpsp #ebiblico #rbhw

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...