Receba mensagens em seu Email

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Salmo 88 Comentário Pr Heber Toth Armí

SALMO 88 
Comentário Pr Heber Toth Armí

Quando densas nuvens pairam sobre nossa face, impossibilitando que nossos olhos enxerguem qualquer luz no fim do túnel, nossa alma precisa derramar-se sinceramente perante Deus exalando angústia e pesar.

O salmo é “oração de um adorador em aflição profunda, que clama a Deus das profundezas de seus problemas... Pode ser que esta oração desesperada se origine de alguém com uma doença fatal, pois o humor revela depressão profunda” (Bíblia Andrews).

Sem mudanças, o salmo começa com tristeza e termina com notas fúnebres. Não há sinal de vitória, nem de esperança. O único ponto positivo é que a fé encontra forças na fraqueza e na tristeza para falar com Deus em meios às densas trevas da existência.

Segue o esboço deste texto inspirado: O salmista... 

• clama a Deus em meio à tristeza (vs. 1-2);
• descreve sua situação deprimente (vs. 3-8);
• pede urgência no atendimento de sua oração (vs. 9-12);
• solicita compreensão da parte de Deus por sua situação (vs. 13-18).

Este Salmo é considerado o mais triste dos salmos. Ele “representa o fundo do poço do sofrimento humano. O salmista parece explorar todo o vocabulário da tristeza e da amargura com o intuito de descrever sua situação desesperadora, semelhante a de um paciente em estado terminal, isolado em alguma ala de hospital destinada aos incuráveis. É apenas questão de tempo até cobrirem seu rosto com um lençol e transportá-lo para o necrotério” (William MacDonald).

Lições:

• Mesmo nas situações mais negras, é possível elevar nossa alma a Deus através da oração.
• Ainda que estejamos no túnel sem fim, sem luz, podemos agarrar-nos ao Deus que habita em luz inacessível – a corda é a oração suplicante.
• Até quando alguém se sente abandonado por Deus, sofrendo ameaças de morte desde a infância, crendo ser alvo da ira divina, é possível encontrar conforto na presença do divino Consolador através da oração.
• Embora a melancolia, a tristeza e a fraqueza de espírito ofusquem nossa visão de Deus ou malogre nossa interpretação sobre Ele, todavia, é possível clamar a Ele em oração.
• Apesar das palavras serem negativas, pesadas, enfadonhas e tristes, elas revelam o que vai dentro d’alma; e, Deus aprecia a sinceridade de quem ora.

Sem lágrimas de tanto chorar e sem melhoras... ainda é possível orar. Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí #rpsp #rbhw #ebiblico

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...