Receba mensagens em seu Email

segunda-feira, 25 de dezembro de 2017

MIQUEIAS 5 Comentário Pr Heber Toth ArmíVc

MIQUEIAS 5
Comentário Pr Heber Toth Armí

Antes de Jesus nascer, Sua cidade natal estava profeticamente prevista. Além de tantos outros detalhes, Belém era a cidade indicada para receber o Messias.

• Belém seria a cidade natal do Messias!

Mergulhe fundo nas páginas sagradas e maravilhe-se não apenas com as profecias, mas também com a vinda do Filho de Deus, o Salvador do mundo. O capítulo em pauta oferece muitíssimas informações, princípios e lições de vida para este dia.

• Belém era a cidade de Davi (Gênesis 35:16), a Casa do pão; ela receberia o Pão da vida. Jesus nasceu e seu alvo era morrer (Miqueias 5:1-2). Como um bebê veio ao mundo, cresceu e viveu para revelar o plano divino. Seus inimigos O feriram (Marcos 15:19), mas em breve Ele ferirá a todos os Seus inimigos (Apocalipse 19:1-21).

• A revelação é progressiva, Miqueias não separa tão claramente a primeira vinda de Cristo da segunda. O capítulo 5:2 fala de Seu nascimento. E, nos versículos 3 a 6, revelam o tempo do reino absoluto de Cristo que se dará em Sua segunda vinda e o remanescente será salvo e estará em paz (Lucas 2:14; II Tessalonicenses 2:7-8).

• O Libertador salvará o pecador, mas devido a aceitação de poucos, somente um remanescente será considerado povo de Deus. Embora sejam poucos, Deus os abençoará reavivando com o orvalho de Sua graça, fortalecendo como um leão e protegendo dos adversários (vs. 7-9; ver 2:12-13).

• A salvação não se encontra na confiança de si mesmo, isso é orgulho que a impede. Ela também não está nas riquezas e forças militares ou políticas, nem em poderes religiosos, feitiçarias e idolatrias; somente no Messias (vs. 10-15).

Os magos do Oriente sabiam que o Rei dos judeus nasceria. Os conhecedores das profecias também. Mas, diferentemente dos judeus, os Magos estavam interessados no Filho de Deus. Eles foram sozinhos adorar ao Messias em Belém, após serem informados pelos melhores eruditos e teólogos da época.

Indiferença gera descrença e desconfiança. O antigo povo de Deus, embora conhecedor, não levou a sério a revelação de Deus (Mateus 1:1-12). E... nós, a valorizamos?

A mudança de nossa história começou em Belém! Tomara que nenhum de nós seja indiferente também diante no nascimento de Jesus, o qual é O real sentido do Natal! – Heber Toth Armí #rbhw #ebiblico #rpsp

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...