Receba mensagens em seu Email

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Salmo 92 - Comentários Pr Heber Toth Armí

SALMO 92 –
Comentário Pr Heber Toth Armí

Celebrar é a atitude de todo aquele que reconhece quão importante é conhecer a Deus e tê-lo como Senhor de Sua vida.

Reflita:

• Adorar ao Senhor, anunciar Seu caráter dia e noite, sem ou com instrumentos musicais, são ações naturais de quem se rende e se submete ao Deus vivo e verdadeiro (vs. 1-3).
• Há diversas razões para celebrar a Deus e testemunhar de Seus feitos; aqueles que possuem discernimento e reconhecem as obras de Suas mãos no mundo, proclamarão aos quatro ventos Suas obras e Seus pensamentos com convicção (vs. 4-8).
• Deus tem inimigos, estes são praticantes da iniquidade, os quais recebem da bondade de Deus, mas por rejeitá-lO, passarão pela vida, mas perecerão eternamente (v. 9).
• Os súditos de Deus enfrentam desafios, oposições e até ameaças, mas quem confia em Deus e conhece Seus planos, não se entregam ao medo nem reagem dominados pelos mal (vs. 10-11).
• Os justos sabem o que Deus promete fazer com eles, e confiam o futuro nas mãos divinas, crentes que segurança e sucesso os acompanharão (v. 12).
• A resistência dos servos de Deus é como as grandes árvores ao redor da Casa de Deus, que além de ornamentar e embelezar, produzem seus frutos para honrar, glorificar e exaltar a Deus (vs. 13-15).

O Salmo em questão, utilizado pelos judeus para o dia de sábado, é um hino de adoração ao Altíssimo, que alegra a vida do salvo durante a semana e opera grandes feitos em prol de sua felicidade.

O Salmo é uma canção de gratidão que pode ser utilizado ainda hoje ao pôr-do-sol para ser lido em família por tantas maravilhas que Deus opera em nossa vida.

O Salmo também nos oferece um contraste entre a vida presente, fútil e problemática do ímpio com a vida segura, abençoada e próspera do justo.

1. Enquanto os justos encontram inúmeros motivos para louvar, adorar e exaltar o nome de Deus de diversas formas os pecadores arrogantes não conseguem compreender a grandeza da natureza nem a beleza dos pensamentos de Deus revelados em Sua Palavra.
2. Enquanto os ímpios se apegam apenas a esta vida efêmera, sem sentido e vazia, os justos crescerão e frutificarão para proclamar a força, a retidão e a justiça divina.

Reavivemo-nos! – Heber Toth  Armí #rpsp #ebiblico #rbhw

Primeiro Deus- Salmo 91

PrimeiroDeus📝
📕 SALMO 92 #rpsp

✳️ SABER que Deus enche de bênçãos os seus fiéis (vs. 12-15), e lhes faz ver quão breve e passageiro é o triunfo dos ímpios (vs. 7-9,11);

✳️ DESFRUTAR as bênçãos do Senhor (vs. 4,10-14), assim como as plantas desfrutam da água, crescendo à beira de um rio (v. 12);

✳️ FAZER:
●Não deixar de aproveitar as bênçãos de Deus por causa dos inimigos (vs. 7-12);
●Sempre produzir frutos, anunciando a bondade, a fidelidade e a misericórdia de Jesus (vs. 2,15).

"O justo florescerá como a palmeira, crescerá como cedro no Líbano" (v. 12).

Pr. Francisco Espírito Santo
#PrimeiroDeus
#rpsp Reavivados por Sua Palavra

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Salmo 91 - Comentários Pr Heber Toth Armí

SALMO 91
Comentários Pr Heber Toth Armí

As tempestades da vida atingem a grandes e pequenos, ricos e pobres, culto e analfabetos, crentes e incrédulos.

Porém, os que creem em Deus e submetem-se inteiramente a Sua vontade certamente passa pelas dificuldades da vida de forma diferente. “O Salmo 91 é um tesouro de inspiração e direção espiritual para os momentos difíceis. Esse traz de volta o conceito de batalha entre o bem e o mal e nos assegura quanto ao triunfo destinado para o povo que aceita a justiça de Deus. Quem escolhe a Cristo como Seu Salvador, também ganha um Protetor, um Consolador e um Libertador, nas batalhas da vida. Seu amor em nós e conosco nos torna invencíveis diante do pecado e da angústia” (D. Arthur Delafield).

• O amor de Deus nos mantém em meio ao caos que o pecado causou neste planeta.
• O cuidado de Deus é nossa segurança em meio a este mundo em decadência.
• O consolo de Deus nos anima a continuar fieis apensar das dificuldades da existência.

As bênçãos contidas no Salmo 91 não são para qualquer um. “Não é o cristão que ora de vez em quando e entra e sai da presença divina, mas aquele que ‘habita’ com o Altíssimo é quem vivencia o cuidado divino” (Delafied).

O segredo para recebermos tudo o que se promete no Salmo em questão é submissão total a Deus initerruptamente. “Se quisermos estar em segurança contra a peste perniciosa, se quisermos ser preservados de perigos vistos e invisíveis, temos de esconder-nos em Deus; temos de assegurar o protetor cuidado de Jesus e dos santos anjos” (Ellen G. White).

Estudiosos do Apocalipse sabem que até o tempo do fim chegar ao fim a situação de nosso planeta só tende a piorar. Contudo, os fieis não precisam apavorar-se. Pois, certamente “após o fechamento da porta da graça as promessas do Salmo 91 terão cumprimento em 100% de seus termos. Conquanto acontecimentos terríveis e espantosos estejam tendo lugar ao seu redor o povo de Deus não precisa temer” – anima-nos Rosalie Haffener Lee.

Os salvos...

• ...são vigiados pelos anjos.
• ...serão poupados das calamidades que assolarão os incrédulos.
• ...terão experiências sobrenaturais até Jesus retirá-los deste mundo.

Precisamos ter experiência de dependência com Deus desde agora para obter vitórias no futuro! – Heber Toth Armí #rpsp #rbhw #ebiblico

domingo, 29 de janeiro de 2017

Salomão 90 - Comentários Pr Heber Toth Armí

SALMO 90
Comentário Pr Heber Toth Armí

A vida é uma sucessão de sucessos sucessíveis que se sucedem sucessivamente sem cessar.

O Salmo em questão é o único Salmo escrito por Moisés. Assim, é o mais antigo salmo escrito de que se tem registro. Ele é uma beleza literária. Uma sublime e esplendorosa composição humana, porém, inspirada por Deus. Sua mensagem é interessante.

Warren Wierbe esboça os 17 versículos da seguinte forma:

• A eternidade de Deus e a fragilidade do homem (vs. 1-6).
• A santidade de Deus e o pecado do homem (vs. 7-12).
• A bênção de Deus e a aspiração do homem (vs. 13-17).

O Salmo mostra-nos que sem Deus não somos nada. Moisés faz um contraste gritante entre Deus e o homem.

1. Enquanto os humanos vivem uma geração, Deus contempla o início e o fim de todas as gerações.
2. Enquanto Deus é o Criador do mundo e da humanidade, os seres humanos são criaturas de Deus.
3. Enquanto Deus é eterno, sem começo e sem fim, os seres humanos são limitados no tempo.
4. Enquanto Deus é santo, os seres humanos têm pecados visíveis e secretos.
5. Enquanto Deus é soberano sobre o tempo, os seres humanos são escravos dele, vivendo pouco e ainda com muitos sofrimentos.

Por causa disso, é extremamente urgente buscar sabedoria divina para lidar com os desafios humanos. Nossa vida é efêmera para perder tempo com coisas terrenas. Nosso tempo é passageiro para desprezá-lo com coisas banais. O certo seria todos nós no século XXI fazer como Moisés:

• Orar pela misericórdia de Deus (v. 13);
• Suplicar a Deus para que desejos do povo resulte em satisfação (v. 14);
• Pedir a Deus que nos faça pessoas felizes após suportarmos momentos críticos, difíceis (v. 15);
• Solicitar que Deus nos ajude ver as Suas obras e a Sua glória (v. 16)
• Clamar a Deus por Sua graça a fim de que nossas obras não nos causem desgraças (v. 17).

A vida bem vivida é a que vale a pena. Alcançar a sabedoria deve ser o alvo de quem almeja viver feliz. Orar “pedindo ao santo e eterno Deus que [nos] dê sabedoria, amor, alegria e prosperidade” (Bíblia Andrews) é o melhor jeito de aproveitar bem o pouco tempo de vida que recebemos de Deus! – Heber Toth Armí #rpsp #ebiblico #rbhw

sábado, 28 de janeiro de 2017

Salmo 89 - Comentários Pr Heber Toth Armí

SALMO 89 – 
Comentário Pr Heber Toth Armí

Leia atentamente cada verso deste Salmo. Ore por alcançar interpretação que alimente teu coração. 

Um apanhado geral amplia nossa visão para compreender a mensagem de Deus a nós: 

• Louva-se a Deus pela aliança eterna realizada com Davi (vs. 1-4);
• Convoca-se a celebrar ao poderoso Deus que fez aliança com Davi (vs. 5-18);
• Explica-se detalhadamente como se deu a aliança divina com Davi (vs. 19-37);
• Confronta-se a Deus pela miséria que se encontrava a nação da aliança (vs. 38-45);
• Clamor ao Senhor para lembrar-Se de Sua promessa em relação a Davi para então restaurar Israel do cativeiro (vs. 46-51);
• Conclusão de louvor ao Senhor (v. 52).

“O salmo 89 fornece uma clara compreensão das questões mais sérias [da Bíblia]. A promessa de Deus a Davi em 2Samuel 7 é de um reino duradouro (89.19-37). Se a linhagem de Davi não está mais ocupando o poder, então o que acontece com essas promessas (89.38-45)? É palpável a apreensão do escritor. Esse choque leva a perguntas temporais (por quanto tempo?) e espaciais (onde está teu antigo grande amor?) que refletem a mortalidade e as limitações físicas dos seres humanos. As alianças tanto abraâmica tanto davídica parecem correr risco, pois a terra e a monarquia se foram. Por acaso Deus se esqueceu de Sião?” (Paul R. House).

• Argumentos fortes, não?

Ainda que o Salmo de Etã não forneça todas as respostas “que ele próprio levanta, na verdade oferece pistas de soluções encontradas mais comumente em outras passagens canônicas. Ao acentuar o poder e a fidedignidade de Deus (89.1-37), o salmista parece entender que a derradeira resposta acha-se no caráter de Yahweh. Deus não pode mentir (Nm 23.19) e é eterno (Êx 3.14; Dt 33.27), de forma que, com base na natureza do Senhor, a promessa tem de se cumprir no futuro. Ao refletir sobre a maneira como o servo de Deus é ridicularizado entre as nações, o salmista lembra os leitores do servo sofredor de Isaías 53. O herdeiro de Davi tem de sofrer e experimentar o livramento da mesma maneira como acontece com o próprio Davi (Zc 13.1-9). O sofrimento é parte da glória da aliança davídica” (House).

Jesus tem o “SIM” de Deus para todas as Suas promessas. Ligue-se a Ele e serás abençoado(a)! – Heber Toth Armi #rpsp #ebiblico #rbhw

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Salmo 88 Comentário Pr Heber Toth Armí

SALMO 88 
Comentário Pr Heber Toth Armí

Quando densas nuvens pairam sobre nossa face, impossibilitando que nossos olhos enxerguem qualquer luz no fim do túnel, nossa alma precisa derramar-se sinceramente perante Deus exalando angústia e pesar.

O salmo é “oração de um adorador em aflição profunda, que clama a Deus das profundezas de seus problemas... Pode ser que esta oração desesperada se origine de alguém com uma doença fatal, pois o humor revela depressão profunda” (Bíblia Andrews).

Sem mudanças, o salmo começa com tristeza e termina com notas fúnebres. Não há sinal de vitória, nem de esperança. O único ponto positivo é que a fé encontra forças na fraqueza e na tristeza para falar com Deus em meios às densas trevas da existência.

Segue o esboço deste texto inspirado: O salmista... 

• clama a Deus em meio à tristeza (vs. 1-2);
• descreve sua situação deprimente (vs. 3-8);
• pede urgência no atendimento de sua oração (vs. 9-12);
• solicita compreensão da parte de Deus por sua situação (vs. 13-18).

Este Salmo é considerado o mais triste dos salmos. Ele “representa o fundo do poço do sofrimento humano. O salmista parece explorar todo o vocabulário da tristeza e da amargura com o intuito de descrever sua situação desesperadora, semelhante a de um paciente em estado terminal, isolado em alguma ala de hospital destinada aos incuráveis. É apenas questão de tempo até cobrirem seu rosto com um lençol e transportá-lo para o necrotério” (William MacDonald).

Lições:

• Mesmo nas situações mais negras, é possível elevar nossa alma a Deus através da oração.
• Ainda que estejamos no túnel sem fim, sem luz, podemos agarrar-nos ao Deus que habita em luz inacessível – a corda é a oração suplicante.
• Até quando alguém se sente abandonado por Deus, sofrendo ameaças de morte desde a infância, crendo ser alvo da ira divina, é possível encontrar conforto na presença do divino Consolador através da oração.
• Embora a melancolia, a tristeza e a fraqueza de espírito ofusquem nossa visão de Deus ou malogre nossa interpretação sobre Ele, todavia, é possível clamar a Ele em oração.
• Apesar das palavras serem negativas, pesadas, enfadonhas e tristes, elas revelam o que vai dentro d’alma; e, Deus aprecia a sinceridade de quem ora.

Sem lágrimas de tanto chorar e sem melhoras... ainda é possível orar. Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí #rpsp #rbhw #ebiblico

quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

SALMO 87 Comentários Pr Heber Toth Armí

SALMO 87 

Comentários Pr Heber Toth Armí

O maior missionário é Deus. Ele também é o maior evangelista. Como bom estrategista, multidões de diversos lugares se converterão e se decidirão por Seu reino.

• O Céu inteiro trabalha em nosso planeta para nos atrair para o que está sendo preparado para os salvos no Céu: A Nova Jerusalém! Jesus morreu na Jerusalém terrenal para nos levar para viver na Jerusalém celestial.

“O salmo deve ser lido em dois momentos diferentes. É uma profecia sobre o reino futuro, no qual todas as nações [iriam] a Jerusalém adorar (86:9; Is 2:1-5) e também um retrato da Jerusalém celestial, da qual os filhos de Deus serão cidadãos (Lc 10:20; Gl 4:21-31; Fp 3:20, 21; Hb 12:18-24) [...]. O salmista compartilha três verdades maravilhosas sobre a cidade de Jerusalém” destaca Warren Wiersbe:

1. A cidade é obra das mãos de Deus (vs. 1-3);
2. A cidade é habitada pelos filhos de Deus (vs. 4-6);
3. A cidade desfruta as bênçãos abundantes de Deus (v. 7).

Sião é vista aqui com capacidade de incluir e unir pessoas. Os apóstolos, depois da ascensão de Cristo, deveriam permanecer em Jerusalém até que fossem revestidos com o poder do Espírito Santo (Lucas 24:48-53); então, atraíram pessoas de diversas nações para ouvirem sobre o Salvador do mundo (Atos 1:12-14; 2:1-13).

A Nova Jerusalém será capital da Nova Terra, a morada dos salvos, depois de mil anos no Céu (Apocalipse 20:1-22:21). O planeta Terra receberá a Cidade Santa que descerá do Céu, o pecado será erradicado para sempre do mundo e, todas as nações virão adorar a Deus de sábado a sábado, e de mês a mês (Isaías 66:22-23; Zacarias 8:20-23).

O objetivo de Jesus morrer na cruz não foi salvar apenas Seu povo étnico, ou seja, os judeus. Jesus nasceu como judeu para alcançar o mundo inteiro para Deus. O Espírito Santo atua em cada habitante deste planeta visando que todas as pessoas, de todas as nações, alcancem a salvação.

• Aqueles que deixam Jesus nascer em Seu coração se tornam peregrinos na Terra, pois seu lugar passa a ser Jerusalém.

Compartilhe que Deus não está apenas construindo uma cidade aos salvos, Ele está preparando um povo dentre todos os povos para residir nesta cidade. Reavivemo-nos para viver ali eternamente! – Heber Toth Armí #rpsp #ebiblico #rbhw

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

SALMO 86 Comentários Pr Heber Toth Armí

SALMO 86
Comentários Pr Heber Toth Armí

Ainda que nossas orações não recebam as respostas que tanto ansiamos e clamamos, Deus não Se torna indigno de nossa devoção, louvor e adoração.

Ainda que muitas questões não fiquem claras, os problemas não sejam resolvidos, as razões de nossas tristezas e os desafios continuem a nos oprimir quando dedicamos nossa vida à oração, devemos preservar nossa dependência plena em Deus e manter total confiança no que Ele pode fazer por nós.

Após esta introdução, observe estes dois pontos do Salmo 86:

1. Como vive o Servo do Senhor Deus verdadeiro?
a) Miserável e infeliz, não no sentido financeiro, mas pela incapacidade de lidar com dificuldades e oposições (vs. 1, 14);
b) Obediente e submisso a Deus consagrando sua existência ao serviço sagrado, assim a piedade é uma característica evidente no verdadeiro crente fiel (v. 2);
c) Dependente da oração neste mundo deprimente, pois somente pela oração se mantém ligado ao Deus vivente (v. 3);
d) Imperfeito, mas não ignorando o Deus que pode transformar e santificar (v. 4)
e) Impotente, mas agarrado ao Deus onipotente; confiante e dependente do Deus que a todo instante está disposto a ajudar Seus servos a glorificar Seu nome no mundo (vs. 6, 7, 9, 11-12, 16-17).

2. Como age o Deus verdadeiro para com Seus servos?
a) Bondosamente; não com indiferença, frieza ou relaxadamente, ainda que o suplicante não mereça um bom tratamento. Deus é fiel até mesmo com os infiéis (vs. 5, 15);
b) Soberanamente; com poder maior que qualquer outro poder existente no Universo, com autoridade singular para conduzir a história visando beneficiar aos fracos que Lhe pertencem (v. 8);
c) Miraculosamente; os feitos de Deus são incomparáveis, soberanos e maravilhosos para livrar Seu povo (vs. 9-10);
d) Favoravelmente; Deus é transcendente, inacessível, imensurável, contudo, Ele age na história mundana/secular e interage com os que clamam por socorro (v. 17).

Precisamos saber quem somos para que reconheçamos o quanto precisamos de Deus; também é verdade que quanto mais conhecermos a Deus mais fácil será confiarmos nEle.

Os prepotentes, arrogantes e orgulhosos não se rendem ao Deus perdoador, bondoso, amoroso e provedor de vida; consequentemente, não terão os benefícios que os humildes e submissos à vontade divina desfrutam e/ou ainda desfrutarão.

“Senhor, socorra-me, aviva-me...!” – Heber Toth Armí #rpsp #rbhw #ebiblico

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Salmo 85 Comentários Pr Heber Toth Armí

Salmo 85
Comentários Pr Heber Toth Armí

Quando das cinzas Deus nos levanta, quando dos cacos Deus reconstrói nossa vida, quando do caos Deus abençoa aos arrependidos... alegria, júbilo e vigor exalam de nosso coração.

Deus quer vivificar aos moribundos pecadores, entretanto, não o faz sem que Lhe permitamos pedindo que nos restaure/revigore.

Harold L. Willmington destaca três pontos deste Salmo:

1. Reconhecendo o passado (vs. 1-3): Deus restaura Seu povo, abençoa-o e perdoa-o. Deus encobre os pecados do povo e retira Sua ira.
2. Questionando o presente (vs. 4-7): “Estarás para sempre irado contra nós?” O povo pede a Deus que deixe de lado Sua ira contra eles e as gerações futuras. Também pede que Deus conceda salvação: “Mostra-nos, Senhor, a Tua benignidade”.
3. Antecipando o futuro (vs. 8-13): Há uma mensagem gloriosa de paz e salvação aos que honram a Deus e, revela-se dois encontros gloriosos:
a) A graça e a verdade se encontram;
b) A justiça e a paz se beijam.

A conclusão do Salmo é apoteótica. Ali, “em pitorescas figuras de personificação, todo o plano da salvação é sintetizado” (Comentário Bíblico Adventista).

“O amor de Deus tem-se expressado tanto em Sua justiça como em Sua misericórdia. A justiça é o fundamento de Seu trono, e o fruto de Seu amor. Era o desígnio de Satanás divorciar a misericórdia da verdade e da justiça. Buscou provar que a justiça da lei divina é um inimigo da paz. Mas Cristo mostrou que, no plano divino, elas estão indissoluvelmente unidas; uma não pode existir sem a outra” (Ellen G. White).

“A lei de Deus, encerrada na arca [da aliança], era a grande regra da justiça e juízo. Aquela lei sentenciava a morte ao transgressor; mas acima da lei estava o propiciatório, sobre o qual se revelava a presença de Deus, e do qual, em virtude da obra expiatória, se concedia o perdão ao pecador arrependido. Assim na obra de Cristo pela nossa redenção mobilizada pelo ritual do santuário, ‘a misericórdia e a verdade se encontraram; a justiça e a paz se beijaram’” (White).

Para nós, pecadores, sem a união entre a misericórdia e a verdade com a justiça e a paz não haveria...

• Reconciliação com Deus;
• Perdão dos pecados;
• Salvação ao pecador;
• Esperança aos perdidos.

Oremos: “Senhor, restaure-nos!” – Heber Toth Armí #rpsp #rbhw #ebiblico

segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

SALMO 84 Comentários Pr Heber Toth Armí

SALMO 84
Comentários Pr Heber Toth Armí

Tem gente passando fome espiritualmente. Tem muito fast food espiritual nos diversos mercados da fé. Há muitas sopas ralas de “miojo” desnutrindo a espiritualidade de muitos crentes iludidos com comidas que mais prejudicam do que alimentam.

Vamos aprofundar mais na mensagem de Deus do que na mensagem das novelas, filmes, desenhos animados e seriados? Vamos valorizar o que realmente importa?

Aprofundando no Salmo em apreço destacamos os seguintes pontos:

1. Primeiramente, há três bem-aventuranças ou bênçãos neste Salmo:

• A primeira bem-aventurança ou bênção (v. 4) “refere-se àqueles que habitam no templo. São felizes porque sempre podem louvar a Deus” (Bíblia Andrews).
• A segunda bem-aventurança ou bênção “se dirige às pessoas que encontram forças no Senhor. Como Ele é o Deus Todo-Poderoso, pode fortalecer os seres humanos a ir ‘de força em força’ (v. 7; ver Is 40:31)” (Bíblia Andrews).
• “A terceira bem-aventurança ou bênção é pronunciada sobre a pessoa que confia no Senhor; isso significa que sua vida inteira é ordenada em torno de Deus e da vontade divina” (Bíblia Andrews).

2. Em segundo lugar, os crentes são peregrinos neste mundo indo com destino à Casa de Deus no Céu, os quais podem fazer “estas três declarações” conforme lista Warren Wiersbe:

• Meu prazer está no Senhor (vs. 1-4);
• Minha força está no Senhor (vs. 5-8);
• Minha confiança está no Senhor (vs. 9-12).

3. Em terceiro lugar, aos fieis e submissos a Deus, a santa presença é uma bênção. “Ao mesmo tempo em que Deus é para os ímpios um fogo consumidor, é para Seu povo tanto Sol como Escudo (Sal. 84:11)” (Ellen G. White). Deus luta por Seu povo, Ele é o Deus vivo que age pelo bem e felicidade dos que O buscam genuinamente.

Após considerar estes pontos, meditemos neste versículo: “Prefiro esfregar o chão da casa do meu Deus a ser honrado no palácio do pecado” (v. 10).

• Será que somos humildes diante das atividades que precisam ser realizadas para Deus ou estamos buscando glórias para massagear nosso ego?
• Será que estamos dispostos a qualquer coisa para estarmos na presença divina ou preferimos o glamour dos prazeres do pecado?
• Será que poderíamos fazer das palavras do salmista as nossas palavras diante de Deus?

Compensa estar sempre na presença de Deus! – Heber Toth Armí #rpsp #rbhw #ebiblico

domingo, 22 de janeiro de 2017

SALMO 83 Comentários Pr Heber Toth Armí

SALMO 83
Comentários Pr Heber Toth Armí

– Por que os fieis sofrem? Por que há tantas coisas que acontecem com aqueles que são tão piedosos? Por que angústia e aflição assolam aos cristãos consagrados?

O Salmo em apreço parece responder objetivamente a estas questões:

1. Os que servem a Deus e representam Seu nome são alvos dos inimigos de Deus que iniciaram uma guerra no Céu e continuam provocando e instigando aqui na Terra (vs. 1-3).

2. Os amantes do pecado e da iniquidade almejam insistentemente a destruição do povo de Deus, isso foi desde o início, com a morte de Abel pelas mãos assassinas de Caim, passou por Cristo que representa o povo de Deus de todas as eras, e vai terminar com a segunda vinda de Cristo. Inimigos querem exterminar aos que amam a verdade (v. 4).

3. Todas as nações se voltam contra o povo de Deus no tempo do fim como aconteceu em outros períodos da história (vs. 5-8), porém, Deus vencerá e Jesus reinará vitoriosamente (Apocalipse 17 e 18).

4. Nossa expectativa deve ser a vitória divina sobre os impérios humanos que se opõem contra o reino de eterna paz (vs. 13-18). Um dia não haverá nenhum outro reino que interferirá ao reino de Deus, pois todos os reinos do mundo se tornarão num turbilhão de pó, serão incendiados, envergonhados e destruídos para sempre pela presença divina (Apocalipse 19 e 20).

Nunca foi fácil ser povo de Deus, pior ainda será não pertencer a Deus no dia do juízo. A história de Israel não foi fácil simplesmente porque eles se desviavam de Deus; eles se desviavam de Deus facilmente porque as investidas satânicas eram ferrenhas e titânicas contra o povo do qual viria o Messias.

Contudo, Jesus nasceu em Israel. Esse judeu (que é Deus e se fez carne) garantiu a destruição do império do pecado e a salvação de todos os que se apegam a Ele. Por meio dEle o nome de Deus será reconhecido em todo o Universo (v. 18, ver Filipenses 2:10; João 3:14-15).

Portanto, se você...

• ...sofre por ser fiel, clame a Deus que é mais poderoso que todos os exércitos. Jesus já venceu para te dar a vitória! Sem demora, aceite-a!

• ...quer vitórias sobre inimigos, ore agora intensamente!

Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí #rpsp #rbhw #ebiblico

sábado, 21 de janeiro de 2017

SALMO 82 – Comentários Pr Heber Toth Armí

SALMO 82 –
Comentários Pr Heber Toth Armí

Um ditado popular diz: “Os ignorantes, que acham que sabem tudo, privam-se de um dos maiores prazeres da vida: aprender”.

A pior ignorância se dá em relação à Palavra de Deus. A maior ignorância é presumir que sabe das coisas, principalmente sobre assuntos espirituais. Tal pressuposição impossibilita estudos profundos que resultam em transformação do coração.

Reflita:

1. Os ignorantes tomam decisões injustas e preferem favorecer aos ímpios em detrimento dos justos, corrompem a justiça e absolvem aos culpados (v. 2);
2. Os ignorantes estão em trevas morais, por isso, defendem culpados e condenam inocentes, exploram aos fracos e beneficiam aos ricos, tramam astutamente contra o povo de Deus e conspiram contra os que pertencem a Deus (vs. 3-4);
3. Os ignorantes tomam decisões sérias equivocadamente pensando estarem certos, pois sem discernimento espiritual não se tem ideia alguma da verdadeira realidade dos fatos (v. 5);
4. Os ignorantes pensam que estão no controle, quando na verdade Deus está acima de tudo e de todos; Deus é soberano, os maiorais (deuses) do mundo devem dar satisfação a Ele – sem qualquer possibilidade de negociação (vs. 6-7);

Deus anseia que os ignorantes façam justiça aos fracos e sofredores, procedam corretamente com o aflito e o desamparado; entretanto, eles fazem exatamente o oposto.

Já os sábios não ignoram a justiça, eles clamam a Deus por ela (v. 1). Os entendidos na Palavra de Deus e submissos a ela conhecem ao Deus da Palavra e pedem-Lhe que dê o que os que ignoram a verdade merecem (v. 8).

O sábio sabe que logo Deus se levantará contra todos os que se acham deuses (arrogantes convencidos), que pensam serem donos de seu próprio nariz e fazem o que querem sem consultar a Bíblia, a única fonte segura!

Certamente, Deus julgará “os poderes e governantes que sustentam um sistema de opressão e injustiça no mundo” (Duane A. Garrett).

• Aqueles que levantam sua opinião com convicção sem fundamento bíblico, serão logo julgados. Oremos por isso!
• Aqueles que agem com base em sentimentos sem fundamento bíblico, logo estarão diante do soberano absoluto para responder por seus atos. Oremos por isso!

Derek Bok destaca que “se você acha que educação é cara, experimente a ignorância”.

Portanto, sejamos sábios, não ignorantes! Humilhemo-nos perante Deus! – Heber Toth Armí #ebiblico #rpsp #rbhw

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

SALMO 81 Comentários Pr Heber Toth Armí

SALMO 81
Comentários Pr Heber Toth Armí

Ingratidão é uma reação péssima diante de um bem feito por alguém, pior ainda quando a ingratidão é demonstrada por pessoas que receberam grandes bênçãos de Deus.

Deus libertou Israel do Egito miraculosamente, porém, os ex-escravos negligenciaram o reconhecimento que Deus merecia; nós também recebemos Jesus de presente, maior que Moisés, para nos libertar de nossa condição deprimente, porém, muitos de nós, não regozijamos em Deus e não proclamamos Suas obras a nosso favor como deveríamos fazer.

Portanto, devemos parar e meditar, relembrar e refletir mais nos grandes feitos de Deus no mundo. Precisamos olhar para o Calvário lendo o relato inspirado nos Evangelhos, a fim de que sejamos mais impulsionados a exultar e regozijar, louvar e adorar, Àquele que deu Sua vida para nos salvar da escravidão do pecado e das garras do diabo.

A Palavra de Deus nos conclama a notar o grande livramento operado por Deus em nosso favor (vs. 5-16) a fim de que louvemos a Ele com toda nossa força, com nossa voz e com instrumentos musicais em todos os momentos (vs. 1-4).

Quando se discerne o sinal de alerta de Deus e obedecemos a Sua voz, Ele enche a existência do indivíduo obediente de grandiosas bênçãos (vs. 10, 16), e abate e humilha aos que se levantam orgulhosamente contra Seus servos (vs. 13-15).

Quando negligenciamos e desprezamos a Palavra de alerta de Deus e nos rebelamos demonstrando claramente nossa rebeldia, colheremos os azedos e amargos frutos inevitáveis desse caminho (vs. 11-12).

A desobediência resulta em horríveis tragédias para quem quer que seja. Só é desobediência quando se sabe o que deve ser feito e não faz, ou seja, rebeldia, rebelião. Em relação a Deus, desobediência resulta em...

1. Desprezo (v. 11);
2. Abandono (v. 12);
3. Endurecimento do coração (v. 12);
4. Distância de Deus (v. 12);
5. Manchar Sua imagem, pois pessoas se identificam com Ele, mas agem contrariamente a Sua vontade (v. 13);
6. Impedimento das vitórias que Deus quer dar (v. 14);
7. Impedimento das derrotas dos inimigos (v. 15);
8. Impedimento da prosperidade familiar, municipal, estadual, nacional e mundial (v. 16).

Vale a pena, no presente, avaliar o que Deus fez no passado, para redirecionar nossa vida para o futuro.

Amigos, reavivemo-nos! – Heber Toth Armí #rpsp #ebiblico #rbhw

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

SALMO 80 Comentários Pr Heber Toth Armí

SALMO 80
Comentários Pr Heber Toth Armí

Ao enfrentar situações sem soluções... Ao lidar com problemas complexos... Ao deparar-se com oposições e situações deprimentes, o único caminho seguro é buscar a Deus e Seus princípios a todo custo.

Asafe aprofunda-se na oração devido a que Seu povo, ou melhor, o povo de Deus, está sendo afligido por pessoas de mau caráter. Fazendo uma reflexão teológica com didática pedagógica, ele, inspirado pelo Espírito Santo, oferece-nos três pontos impressionantes:

1. Deus é como um bom pastor que atende as necessidades de Suas frágeis ovelhinhas quando esta clama por socorro. Após esse reconhecimento, Asafe convoca o povo ao arrependimento de pecados para que experimente salvação (vs. 1-7).
2. Deus é como um vinicultor que tirou sua vinha do Egito e a plantou em Canaã, porém não produziu uvas; consequentemente teve podas, foi punida. Para obter salvação o salmista clama a Deus por intervenção (vs. 8-16).
3. Deus é o Salvador de Seu povo pecador. Deus enviou o Messias para cumprir o ideal que o povo nunca atingiu – somente através de Jesus a salvação tornou-se possível a qualquer pecador (vs. 17-19).

Sem reconhecimento de pecado não se busca o genuíno arrependimento, tanto quanto sem o Pastor Messias e Seu sacrifício expiatório na cruz jamais existiria possibilidade alguma de pleno livramento.

Sem frutos até a melhor religião não passa de uma ilusão que tem como destino a perdição; por isso, como o salmista, devemos clamar pela intervenção de Deus por sincera transformação para que haja repleta produção de frutos.

Sem Salvador não haveria nenhuma esperança concreta e real para o miserável pecador. Sem Jesus qualquer religião está totalmente fadada ao fracasso desesperador.

O reavivamento espiritual que faz sentido é aquele que é operado miraculosamente por Deus com Sua poderosa presença. Reavivamento e reforma que valem à pena dependem de intenso e íntimo relacionamento com Deus. Só assim, não apostataremos nem seremos hipócritas (v. 18).

Por isso, precisamos clamar para que o próprio Deus...

• Vivifique-nos a fim de que invoquemos e louvemos ao Seu nome genuinamente (v. 18).
• Restaure-nos com poder de um exército para que nossa vida seja livre do poder do pecado (v. 19).
• Resplandeça o Seu rosto sobre nós para que sejamos experimentalmente salvos (v. 19).

“Senhor, volta-Te para nós. Te rogamos!” – Heber Toth Armí #rpsp #ebiblico #rbhw

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

SALMO 79 – Comentários Pr Heber Toth Armí

SALMO 79
Comentários Pr Heber Toth Armí

Atenção: Sofremos por causa de nossas atitudes e também por causa das atitudes dos outros. Causamos problemas a nós mesmos e aos outros, e outros também causam problemas para nós. Assim, mesmo que você se esforce pelo que é certo, sempre terá alguém tentando prejudicar-te.

A nossa fuga diante de toda esta triste fatalidade é buscar orientação, consolo e perdão através da oração ao Deus ricamente misericordioso e generoso. Podemos clamar a Ele quando perversos incomodam a Seu povo ou quando pessoas cruéis chacinam aos representantes de Deus neste mundo.

1. Neste mundo injusto e corrupto existem invasores que surgem de todos os lugares, em diversas ocasiões. Invadem a vida das pessoas, saqueiam a paz e roubam a alegria. Escarnecedores blasfemam de Deus e de Seus representantes no mundo tenebroso (vs. 1-4).
2. Deus não esquece Seu povo, ainda que Seu povo se esqueça dEle. Deus não despreza Seu povo; por isso, nos momentos de dificuldades é só orar que Deus ouve e dá atenção aos feridos. Asafe nos deixa esse legado inspirado permeado de intercessão pelo povo em aflição:

É preciso...

a) ...reconhecer os pecados, pedir pela misericórdia de Deus e depender genuinamente de Sua graça (vs. 5, 8).
b) ...clamar por ajuda a Deus para libertar e salvar de tudo aquilo que assola ao povo em suas debilidades (vs. 6-7, 9).
c) ...buscar a intervenção de Deus para lidar com os opositores e detratores do povo de Deus (vs. 10-12).
d) ...depender de Deus como ovelhas para então dar-Lhe graças para todo o sempre (v. 13).

Ao aproximar-se de Deus, muitas coisas mudam em nosso coração. Alguém disse que “onde há mansidão, as tendências naturais estão sob o controle do Espírito Santo. A mansidão não é uma espécie de covardia. É o espírito que Cristo manifestou ao sofrer injúria, ao tolerar ofensas e insultos. Ser manso não é abrir mão de nossos direitos, mas nos manter sob controle diante da provocação de cedermos à raiva ou ao espírito de vingança. A mansidão não permitirá que a paixão tome a dianteira”.

Jesus foi além de Asafe, deixando-nos um legado maior e mais nobre (ver Lucas 6:22-23, 27-36). Vamos elevar nosso padrão de vida? Vamos ser mais cristãos em nossas atitudes?

Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí #rpsp #ebiblico #rbhw

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

SALMO 78 Comentários Pr Heber Toth Armí

SALMO 78
Comentários Pr Heber Toth Armí

A história é mais ampla do que podemos ver, analisar ou estudar. O salmo em apreço coloca um aspecto que os livros de histórias ignoram, certamente por desconhecê-lo: A mão soberana e providente de Deus.

Do nosso ponto de vista a história tem muitos pontos inexplicáveis, os quais serão entendidos quando sentarmos aos pés de Cristo lá no Céu e ouvir de Seus lábios de amor a Sua versão de nossa história, de nossa família, de nossa cidade, de nossa nação e de nosso mundo.

No salmo em questão, a nação de Israel está em evidência. Contudo, nele temos a atuação divina no tempo e no espaço que fez de Israel chegar a ser o que é. Deus também pode operar em nossa vida individual e guiar de tal forma que se olharmos para trás só poderemos reconhecer a mão de Deus por trás de nossa vida.

1. Cada geração deve compartilhar as maravilhas poderosas realizadas por Deus através de louvores, de pregações ou testemunhos ousados a quem estiver disposto a ouvir, mas principalmente a nossos filhos (vs. 1-4).
2. A proclamação correta e sistemática da operação de Deus na história aos filhos e a exaltação dos princípios do Deus que age em prol do bem e da felicidade de Seu povo além de tornar conhecido o Deus verdadeiro às nações descrentes, freia a maré da imoralidade no mundo (vs. 5-8).
3. A recapitulação histórica do ponto de vista divino para o povo de Deus é de suma importância tanto quanto o testemunhar os atos de Deus para as nações pagãs, pois:
a) Revela a apostasia gritante do povo que um dia foi fiel (vs. 9-16);
b) Explica atitudes iníquas que o povo de Deus teve contra Ele (vs. 17-20);
c) Expõe a doutrina do juízo juntamente com a imensurável misericórdia de Deus (vs. 21-31);
d) Paciência de Deus frente à rebeldia e ingratidão do povo de Deus (vs. 32-35);
e) Apresenta o limite da paciência de Deus e Sua intolerância real diante do pecado, mas também Sua solução diante desse problema insolúvel aos olhos humanos (vs. 36-72).

A história do ponto de vista divino pode não ser tão interessante quanto gostaríamos, entretanto nos faz perceber o quanto precisamos amadurecer espiritualmente. Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí #rpsp #rbhw #ebiblico

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

SALMO 77 – Pr Heber Toth Armí

SALMO 77 – 
 Pr Heber Toth Armí

Martin Luther King fez a seguinte análise: 

“Há tanta frustração no mundo porque confiamos em deuses e não em Deus. ajoelhamo-nos diante do deus da ciência somente para descobrir que ele nos deu a bomba atômica, produzimos medos e ansiedades que a ciência nunca poderá mitigar. Cultuamos o Deus do prazer somente para descobrir que as emoções passam e as sensações são efêmeras. Curvamo-nos perante o deus do dinheiro somente para aprender que há coisas como amor e amizade que o dinheiro não pode comprar, e que num mundo de possíveis depressões, quebras de bolsas de valores e maus investimentos comerciais, o dinheiro é uma divindade bastante incerta. Esses deuses transitórios não são capazes de salvar o coração humano e de lhe dar felicidade. Só Deus é capaz disso. É a fé nEle que devemos redescobrir”.

Contudo, quantas vezes buscamos ao Senhor e não obtemos resposta alguma? O silêncio de Deus resulta em sentimentos ruins tanto quanto os problemas da vida sem Deus. Orar e não obter respostas produz frustrações e aumenta o desespero. Quem nunca teve essa experiência?

Asafe oferece-nos lições valiosíssimas para orientar nossa vida de incertezas. Cada um de nós deveria alimentar nosso coração com as verdades do salmo 77.

1. A dor do presente dificulta a oração incessante. Quando a angústia é grande demais ela furta nossa capacidade até de orar ao Deus onipotente, além de acabar com nosso sono e ofuscar nossa visão de Deus (vs. 1-4, 7-10).
2. Em meio às dores causadas na alma pela angústia, é possível unir-se ao salmista e relembrar com nostalgia os dias de alegria registrados na memória. Refletir ajuda-nos a redefinir nossa vida miserável (vs. 5-6).
3. Sufocado pela asfixiante dor no peito é possível voltar-se para o que Deus tem feito visando vencer o desânimo; recordar os atos de Deus cura a angústia da alma, pois dá certeza de Suas destrezas e esperança no cumprimento de Suas promessas (vs. 11-20).

Num mundo de frustrações, só é possível vencer com fervorosas orações. Numa sociedade e religiosidade de decepções, somente uma existência dedicada à consagração a Deus produz vigor. Relembrar a atuação divina leva-nos a recobrar ânimo a tal ponto de cantar e celebrar. 

Experimente colocar tudo isso em prática: Reavivar-te-ás! – Heber Toth Armí #rpsp #rbhw #ebiblico
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...