Receba mensagens em seu Email

sábado, 4 de junho de 2016

2 Reis 16 Comentários do Pr. Heber Toth Armí

 2 Reis 16
Comentários do Pr. Heber Toth Armí

Tanto nos dias de Acaz como nos nossos, o pecado parece prevalecer. O mal ameaça sufocar o bem. Os efeitos do pecado parecem não mais assustar ao povo de Deus:

1. Acaz reinou sobre o povo de Deus, em Jerusalém, promovendo os princípios do reino do diabo (vs. 1-4). Ele:

• Andou em pecado;
• Fez o filho passar pelo fogo como os gentios/pagãos;
• Ofereceu sacrifícios a deuses humanamente fabricados.

2. Israel vivia em pior situação que Judá; aliado à Síria, ambos intentaram vencer Acaz, porém, não conseguiram (vs. 4-5).

3. Acaz deu mais passos cada vez para mais longe de Deus (vs. 6-20):
• Aliou-se com a Assíria a fim de combater a Síria e Israel;
• Subornou Tiglate-Pileser da Síria com recursos do palácio e do Templo;
• Copiou um modelo de um altar pagão em Damasco e pediu ao sacerdote Urias para fazer um altar igual;
• Ofereceu sacrifícios no altar feito por Urias, mas nenhum foi súplica por perdão;
• Limitou as funções cerimoniais do templo;
• Morreu sem arrepender-se.

A falta de confiança em Deus leva indivíduos a procurar segurança ilusória – trocar o certo pelo duvidoso. A Bíblia de estudo Andrews analisa: “Acaz subornou os assírios, o maior dos inimigos, na expectativa de que fossem resgatá-lo. [Assim] recusou-se a confiar em Deus (Is 7)”.

Concessões, falta de determinação e firmeza, fazem alastrar, em vez de barrar, os pecados dos outros. “Urias, o sacerdote, procedeu de modo pecaminoso e obedeceu às ordens sacrílegas do rei Acaz, em vez de repreendê-lo com firmeza” (William MacDonald).

No reinado de Acaz, a situação do povo tornou-se caótica. “As portas do templo [foram] fechadas. O serviço sagrado foi interrompido. Não mais ficariam os castiçais acesos sobre o altar. Não mais seriam oferecidas ofertas pelo pecado do povo. Não mais o suave incenso ascenderia ao alto na hora do sacrifício da manhã e da tarde. Tornando deserto o pátio da casa de Deus, e aferrolhando suas portas, os habitantes da ímpia cidade ousadamente ergueram altares para a adoração de divindades pagãs nas esquinas das ruas através de Jerusalém. Aparentemente o paganismo havia triunfado; os poderes das trevas haviam prevalecido” (Ellen G. White).

Contudo, Deus está no controle. Ezequias é a luz no fim do túnel! Satanás nunca ganhará de Deus!/Heber Toth Armí / #rpsp #rbhw #ebiblico




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...