Receba mensagens em seu Email

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

A misericórdia divina na vida de Sansão– Juízes 15

Leitura Bíblica – Juízes 15

A misericórdia divina na vida de Sansão
Comentários: Pr.  Heber Toth Armí

Aqueles que empenham-se em conhecer a Bíblia descobrirão que suas ações forâneas às orientações da Bíblia resultam em destruição da vida.

Leia, estude, medite e reflita nos princípios divinos da história de Sansão. Não permita que os prazeres deste mundo faça que tua vida seja uma pura ilusão, desembocando num mar de frustração, amargura e decepção.

1. Não é sábio envolver-se com pessoas que não têm princípios, tais pessoas têm comportamentos tão cruéis que é de arrepiar os cabelos: A mulher de Sansão já havia sido dada a outro homem quando ele voltou “arrependido” reconciliar-se com ela e sua família. Irado, ele queimou plantações dos filisteus com 300 raposas; furiosos, os filisteus queimaram a mulher que era de Sansão e o pai dela. Sansão também se vingou deles por isso (vs. 1-8).

2. Um homem de muitas habilidades, orgulhoso, prepotente e arrogante, geralmente não têm amigos; vive uma vida solitária e só se mete em confusão. Os filisteus odiavam a Sansão e, inclusive os judeus o consideravam como inimigo. Os homens da tribo de Judá amarraram a Sansão e o entregaram aos filisteus (vs. 9-13).

3. Deus é misericordioso com Seu povo mesmo quando este está vivendo sob a regência do pecado, indiferença e comprometido com o mal. O Espírito do Senhor apossou-se de Sansão, o qual soltou-se das cordas, tomou uma queixada de jumento e arrasou com mil homens inimigos do povo de Deus (vs. 14-20).

É impressionante neste relato a misericórdia divina. Quando alguém louva a si mesmo pelas vitórias que Deus concedeu, Deus permite que necessidades o alcance objetivando levá-lo a reconhecer sua dependência do Autor da vida e das habilidades (vs. 15-19).

Síntese:
• Os sentimentos nos enganam.
• A vingança não é solução, causa mais confusão.
• A vitória e a salvação originam em Deus, sempre!

“Fisicamente falando, Sansão foi o homem mais forte da Terra; mas no domínio de si mesmo, na integridade e firmeza foi um dos mais fracos. Muitos tomam erradamente as paixões fortes como caráter forte; mas a verdade é que aquele que é dominado por sua paixão, é homem fraco. A verdadeira grandeza do homem é medida pela força de sentimentos que ele domina e não pelos sentimentos que o dominam” (Ellen G. White).

Reavivemo-nos! Heber Toth Armí /



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...