Receba mensagens em seu Email

sábado, 23 de janeiro de 2016

O inimigo camuflado– Josué 9

Leitura Bíblica – Josué 9

O inimigo camuflado
Comentários: Pr.  Heber Toth Armí

Você deve tomar muito cuidado se não quer ser enganado(a). O engano sempre vem disfarçado, visando tornar-nos derrotados. Neste texto “Josué fez aliança com o inimigo pensando estar tomando uma decisão sábia. A situação parecia tão óbvia que ele nem chegou a consultar a Deus” (Hernandes Dias Lopes).

Nossas habilidades e capacidades podem ser ludibriadas devido a nossas limitações; portanto, precisamos sempre consultar a Deus ainda que a situação pareça fácil ser controlada. Hernandes observa que “o inimigo disfarçado foi mais poderoso do que os inimigos que empunharam armas de guerra (Js 9.1,2). O inimigo camuflado prevaleceu”, o declarado não!

As notícias das vitórias de Israel sobre Jericó e Ai percorreram todo o território cananita, como Deus planejara; contudo, ao invés de conversões, houve endurecimento dos corações. Os gibionitas, movidos por medo, reconhecendo que logo poderiam ser destruídos, elaboraram uma estratégia de engano.

Utilizando-se de sandálias velhas e remendadas, roupas gastas e rasgadas, odres de vinho velho e quebrados e, pão seco e bolorento, sugeriram assim estarem vindo de uma terra longínqua. Segue a sequencia:

1. Israel foi enganado e fez aliança com os gibionitas;
2. Três dias após a aliança feita, tudo foi descoberto;
3. Israel desejou destruí-los;
4. Os príncipes de Israel optaram por honrar o compromisso feito;
5. Os gibionitas tornaram-se servos de todo o Israel para...
• ...rachar lenha, e,
• ...tirar água.

Reparando a loucura: “Josué e os príncipes agiram [agora] com sabedoria ao honrar a aliança, mesmo sabendo que foram enganados. Mais tarde, Saul tentou acabar com os gibionitas, e foi punido por isso (2Sm 21)” (William MacDonald).

REFLITA:
1. Não confies em tua capacidade de análise e julgamento, por mais fáceis que sejam as propostas, elas podem conduzir-te a situações complexas e problemáticas.

2. Tuas decisões jamais deveriam ser tomadas sem antes consultar ao Deus que sabe todas as coisas e conhece cada situação. Ainda que determinado caso pareça obvio, ele pode ser isca do inimigo tentando enfraquecer tua vida e tua fé, objetivando levar-te ao fracasso físico e espiritual.

3. Após cometer erros e dar tua palavra, cumpra ainda que corras risco. A mentira gera consequências duráveis, como aconteceu aos gibionitas.

Cuidemos para que não sejamos engando, nem enganadores. Submetamo-nos inteira e constantemente a Deus. Reavivemo-nos!

Inscreva-se @tododiacomDeus convide seus amigos


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...