Receba mensagens em seu Email

sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

Deuterônômio 28 Comentários: John Ash

Reavivados por Sua Palavra
Leitura Bíblica: Deuterônômio 28
Comentários: John Ash

Este capítulo contém algumas das bênçãos prometidas por Deus e elas são incrivelmente poderosas.

O problema das bênçãos é a tentação de buscá-las em detrimento a buscar a Deus. Ainda bem que o conselho de Jesus nos deixa com a perspectiva correta: "Mas, buscai primeiro o reino de Deus e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas" (Mateus 6:33).

Escolhas, escolhas - esta é a última mensagem de Moisés. Ele é agora um velho homem. Com sabedoria ele diz: "Se atentamente ouvires a voz do SENHOR, teu Deus..." (v. 1). A palavra "se" se agiganta neste verso. Moisés está exortando a nação a fazer a escolha certa.

A aliança que Deus fez com Israel continha três características principais: a lei, o sacrifício, e escolha. A ideia por trás da escolha é que Deus estava determinado a revelar-se ao mundo através de Israel. Ele iria fazer isso, tornando-os tão abençoados que o mundo saberia que somente Deus poderia conceder uma benção assim; ou então o faria permitindo que as consequências da desobediência caíssem como maldição sobre eles de modo que todo mundo tivesse certeza de que o Céu estava contra eles. A escolha dependia de Israel. O propósito de Deus em abençoar Israel foi maior do que apenas enriquecer a nação para o seu próprio bem.

A dificuldade para nós quando somos muito abençoados é deixarmos a impressão de que fizemos isto por nós mesmos. Que possamos deixar claro que as ricas bênçãos de nossas vidas provem daquEle de quem vem “toda boa dádiva e todo dom perfeito” (Tiago 1:17)

John Ash





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...