Receba mensagens em seu Email

quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

O exemplo-Deuteronômio 6

Leitura Bíblica – Deuteronômio  6
O exemplo
Comentários: Pr.  Heber Toth Armí

A família é um bem dos mais preciosos desprezados por muitos. A falta de sábia afetividade à família resulta numa falha imensa em nossa sociedade.

Uma das mais ferozes destruições da sociedade está no pouco investimento na educação. A falta de informação promove a acomodação iludindo pais a crerem que professores devem fazer o que eles não fizeram. A Bíblia mostra outra visão!

“Deuteronômio é um dos livros mais notáveis do Antigo Testamento. Nenhum outro livro da Bíblia exerceu maior influência sobre a religião no lar e na vida pessoal em todas as eras”, analisa J. A. Thompson.

Este capítulo oferece-nos os seguintes pontos:

• Respeitar, honrar/temer ao Senhor como o único Deus é prática que deve ser assimilada pelos pais, filhos e netos todos os dias, durante a vida inteira (vs. 1-4);
• Amar a Deus de forma plena é o segredo da verdadeira religião antes de passá-la aos filhos (v. 5);
• Esse respeito e amor por Deus na prática devem ser transmitidos aos filhos intensa e didaticamente, até que eles acatem na vida diária a essência da verdadeira religião (vs. 6-9);
• Sempre reconhecer em família que Deus é o Autor da vida, Doador de saúde, forças, habilidades e oportunidades diante de qualquer prosperidade (vs. 10-12);
• Nunca trair ao Senhor servindo, adorando ou venerando seres ou coisas no lugar dEle (vs. 13-16);
• Seguir estritamente as orientações de Deus a fim de que a vitória seja experimentada e o sucesso seja o estilo de vida (vs. 17-19);
• Testemunhar aos filhos sobre as maravilhas que Deus operou e opera diariamente através de proteção, cuidado e provisão em nossas dificuldades e atividades (vs. 20-25).

A adoração deve ser absoluta. Deve ocupar todo tempo em todo lugar. Não tem hora marcada para se falar de Deus e viver Seus propósitos, é o tempo todo em todo lugar e em toda e qualquer situação.

Os filhos não devem ser informados sobre Deus, eles devem ver nos pais o reflexo do caráter divino. Legalismo estéril educará filhos frágeis na fé. Filhos precisam ser formados!

Cacoetes religiosos no lar não incutem amor fervoroso por Deus nos filhos!

As palavras convencem, o exemplo arrasta. “O exemplo não é a coisa principal da vida – é a única coisa” (Albert Schweitzer). Portanto, reavivemo-nos! – Heber Toth Armí


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...