Receba mensagens em seu Email

domingo, 27 de dezembro de 2015

Deus estabelece festas e justiça– Dt 16

Leitura Bíblica – Deuteronômio  16

 Deus estabelece e promove festas e justiça
Comentários: Pr.  Heber Toth Armí

O Deus que deu sabedoria aos seres humanos em áreas diversas tem orientações para pessoas em funções simples e importantes, leigas e cultas.

Notam-se, neste capítulo que...

1. Deus estabelece e promove festas especiais para introduzir pecadores a Sua santa presença. Em tais festas, ninguém deveria aparecer de mãos vazias perante Ele, assim como quando leva presentes aos visitar pessoas a quem amamos. Além disso, alegria e prazer deveriam caracterizar a vida dos participantes destas festas:

• Páscoa: Perdão (vs. 1-8);
• Pentecostes: Consagração (vs. 9-12);
• Tabernáculos: Celebração (vs. 13-17).

2. Deus estabelece e promove justiça para que a sociedade fosse tranquila, sossegada e agradável. Os juízes e promotores de justiça são necessários, os quais precisam atentar para os princípios instituídos pelo Supremo Juiz da Corte Celestial cujo domínio é o Universo inteiro (vs. 18-22).

A Palavra de Deus tem mensagens para juízes e oficiais de justiça. Se os Supremos Tribunais Justiça de nossas nações seguissem tais orientações, haveria mudanças tão grandes que impressionariam ao mundo inteiro – era essa a intenção de Deus para Israel.

• Fazer acepção de pessoas é outra forma de promotores da justiça e dos juízes de praticarem injustiças.

• Outra forma de propagar a injustiça é aceitar suborno, propina. O suborno cega aos mais sábios, corrói as melhores intenções das pessoas, e corrompe a justiça daquele que julga.

• Diz Publius Syrus que, “você fere os bons quando poupa os maus”. Ou seja, deixar o mal desenvolver é uma injustiça contra o bem. A justiça deve ser promovida, nunca deveria ser manipulada.

Em nossa nação, a justiça está comprometida; aliás, a justiça é injusta. Isso porque a justiça de Deus é deixada de lado a fim de promover a justiça humana que é defeituosa, cheia de falhas, ou seja, a justiça humana é injusta.

Deus recompensa àqueles que administram justa e imparcialmente a justiça neste mundo injusto. Como não pode haver plenitude de vida na corrupção, atente para a justiça divina para que vivas.

Todos os humanos comparecerão perante o Tribunal Celestial. Inclusive juízes e promotores de justiça terão de prestar contas diante do Supremo Juiz do Universo.

Deus supera em muito a sabedoria produzida neste mundo e, certamente, acatar o que Ele diz fará total diferença na sociedade.
Não duvide, aceite! - Heber Toth Armí


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...