Receba mensagens em seu Email

segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

A essência da verdadeira religião- Deuteronômio 10

Leitura Bíblica – Deuteronômio  10

A essência  da verdadeira religião
Comentários: Pr.  Heber Toth Armí

Perder o foco é invadir o futuro sem destino, principalmente em relação à religião!

Neste capítulo observamos que...
1. Quando o povo que Deus ama se rebela contra Ele, quebra o compromisso firmado com Ele e O trai com deuses inferiores, graciosa e amorosamente Deus oferece a oportunidade de renovar a aliança (vs. 1-3).

2. Devido à ingratidão e incredulidade do povo, Deus não complica as coisas; Ele escreveu os Dez Mandamentos novamente sem alterar ou acrescentar nada. Deus não é ruim, nem carrasco, nem autoritário; Ele é misericordioso, perdoador, compassivo, embora seja o Santo, Todo-poderoso e Soberano do Universo (vs. 4-11).

3. Apesar dos erros do passado, Deus salienta o procedimento correto ao povo que Ele privilegiou. Moisés relembrou os princípios do relacionamento com Deus (vs. 12-13):
• Temer ao Senhor,
• Andar nos caminhos do Senhor,
• Amar e servir ao Senhor de todo coração e com toda a alma,
• Guardar todos os mandamentos e estatutos do Senhor.

4. Uma teologia correta auxilia o pecador a corrigir sua rebeldia: Deus é o Criador e tudo pertence a Ele, e, embora Soberano, Sua forma de agir e reagir é com amor incondicional. Por isso, Ele quer mais que formalidades religiosas, anseia um compromisso que vai além do legalismo (vs. 14-18).

“O mais interessante aqui é a preocupação de Moisés, quando diz ao povo: ‘Circuncidai, pois, o prepúcio de vosso coração (10.16). Dessa forma, temos já em Deuteronômio que a verdadeira circuncisão é feita no coração e não se resume a uma simples incisão na carne. A lei deve ser, em primeiro lugar, posta no coração e, então, nãos mãos, nos olhos, nas portas e nos umbrais” (Victor P. Hamilton).

5. A essência da verdadeira religião é refletir o caráter de Deus impresso no coração. Assim como Deus ama incondicionalmente, Seu povo deve incluir a todos em seu coração. Tal prática é a essência do servir e louvar ao Senhor que liberta da escravidão do pecado (vs. 19-22).

Este capítulo apresenta o âmago da verdadeira religião. Deus mostra que Ele quer um compromisso de coração, não apenas práticas exteriores. Que nosso louvor e serviço a Ele seja revelado na prática do bem ao próximo.

Não se perca em tua religiosidade, foque aquilo que Deus quer!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...