Receba mensagens em seu Email

domingo, 11 de outubro de 2015

Levítico 2 Comentários: Roy Gane

Reavivados por Sua Palavra

Leitura Bíblica: Levítico 2
Comentários: Roy Gane

Levítico 1-7 fornece instruções para cinco tipos básicos de sacrifício: holocaustos, grãos, paz, pecado e ofertas pela culpa. Estes diferem entre si, pois de alguns a carne podia ser comida pelos sacerdotes (apenas holocaustos não podiam ser comidos) e outros pelos ofertantes (somente ofertas pacíficas podiam ser comidas). Diferiam ainda onde os sacerdotes colocariam o sangue (geralmente nos lados do altar, mas sacrifícios pelo pecado somente sobre os chifres do altar). Por que essa diferença?

Porque nenhum sacrifício animal isoladamente poderia simbolizar a riqueza do sacrifício de Cristo! Por exemplo, Ele foi totalmente consumido (holocausto), mas podemos participar espiritualmente de Deus (oferta de paz). Como alguém poderia, literalmente, “comer” o que é “totalmente queimado”? Itens de grãos e de bebida, muitas vezes acompanhavam carne para fazer uma doação de alimentos (compare Gn 18:6-8; Nm 15). Cereais podem representar Cristo, “o Pão da Vida” (Jo 6:35; Mt 26:26).

Em Levítico 2, uma oferta de cereais sem sangue ou carne é considerada um sacrifício, porque envolve a transferência de algo para o domínio sagrado de Deus, para Seu uso. Isto explica como Paulo podia exortar os cristãos a apresentarem seus “corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus”, em seu culto racional (Rm 12:1).

Nós não precisamos morrer a fim de sermos totalmente consagrados. Podemos ser “sacrifícios vivos”, oferecendo nossas vidas a Deus para o Seu serviço.

Roy Gane
Andrews University
Estados Unidos


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...