Receba mensagens em seu Email

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Êxodo 32 Comentários: Michael Hasel

Reavivados por Sua Palavra

Leitura Bíblica: Êxodo 32
Comentários: Michael Hasel

Os hebreus saíram do Egito, onde a natureza era adorada através de centenas de deuses, numa religião espiritualista e complexa. Eles haviam sido resgatados de um mundo e visão de mundo mergulhado em enganos de Satanás. Agora que Deus os havia libertado e lhes provido todas as suas necessidades, era também necessário a eles passarem pelo mesmo processo de reeducação que Moisés atravessou nos últimos 40 anos, em seu exílio no deserto.

O bezerro de ouro poderia estar representando várias divindades egípcias. O touro Ápis foi adorado em Memphis como Ptah, o deus da vida. Hathor, a deusa vaca, era adorada em Tebas como deusa da maternidade, beleza, alegria e amor. Em Êxodo 32 o povo “se levantou para se divertir”, o que mostra claras conotações sexuais e pode ser relacionado à deusa Hathor.

Aarão, seu líder espiritual, cedeu aos pedidos e para justificar sua adoração anunciou uma “festa ao Senhor.” Este culto misto levou Deus a renegar os hebreus como “o Seu povo". 

Mas, quando Deus rejeita as pessoas que escolheram o bezerro em vez de a Ele, Moisés se adianta e pede que seu nome seja apagado do livro da vida. Tão grande era o amor de Moisés para seu povo que ele ofereceu sua vida pelas deles. Mas, há apenas uma morte substitutiva aceitável a Deus, a de Seu Filho Jesus.

Já aconteceu de você ter comprometido o seu culto a Deus com as práticas do mundo? Aqui nós vemos as consequências de tal ação. Deus deveria ter um povo fiel a Ele, só a Ele, mesmo que o céu caia (Educação, 57).

Michael Hasel


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...