Receba mensagens em seu Email

domingo, 9 de agosto de 2015

Pequenos e grandes erros

Leitura Bíblica- Gênesis 29 –

Pequenos e grandes erros
Comentários Bíblicos Pr. Heber Toth Armí

O pecado arruinou tudo na vida humana. A família é massacrada por esse mal que muitos querem bem. Pequenos e grandes erros, sugestões e decisões egoístas, medo e precipitações instintivas na família de Isaque devem fazer-nos refletir:

• Isaque chegou ao fim da vida solitário, envergonhado – embora fosse rico e um grande empreendedor –, devido a ter descuidado seu papel de marido e pai;
• Rebeca ficou sem seu filho preferido (nunca mais viu Jacó), enganou seu marido, e teve apenas o desprezo de Esaú;
• Esaú foi iludido pela vingança, objetivando vingar-se dos pais arranjou uma terceira esposa e alimentou o ódio mortal por seu irmãozinho espertinho;
• Jacó ficou sem seu lar, sua cama, seus pais, sem o amor do seu irmão, sem paz... enfim, sem nada...

Como a história de Jacó continuou após o Deus da graça tê-lo alcançado na desgraça? Veja este esboço de Victor P. Hamilton:

1. Jacó chega a Harã (vs. 1-8);
2. Jacó conhece a Raquel e Labão (vs. 9-14);
3. Jacó serve durante sete anos por Raquel (vs. 15-20);
4. Jacó é enganado por Labão (vs. 21-30);
5. Jacó tem quatro filhos com Lea (vs. 31-35).

Deus age, mas as consequências continuam. Enganadores plantam enganos, mais cedo ou mais tarde também serão enganados. Assim como quem planta ventos colhe tempestade, quem semeia pecado colhe seus terríveis resultados.

Rebeca ensinou seu filho ser enganador, o qual aprendeu. Mas não imaginou que seu tio Labão, irmão de sua mãe era perito nesse assunto mais que sua mãe. Se o pecado não for erradicado da família ele fará estrego nos relacionamentos familiares.

Não adianta ter boas intenções (v. 15); se não cuidar, o mal se aflora desde malandragem a sabotagem (vs. 23-25). Contudo, ainda que não seja fácil, Deus opera para restaurar o mal que se prolifera (vs. 31-35). O que custa-nos entender!

Se Isaque tivesse buscado a Deus como quando Rebeca era estéril, sua família seria moldada pela graça divina assim como 20 anos de oração resultou no fim da esterilidade. Contudo, seu relaxo espiritual após a resposta de sua oração causou negligência espiritual em toda sua família. Não há referência à oração na vida de nenhum de seus filhos...

Será que não vivemos a mesma situação em nossa família? Heber Toth Armí


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...