Receba mensagens em seu Email

quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Grandes desafios da vida

Leitura Bíblica- Gênesis 40 –

Grandes desafios da vida
Comentários Bíblicos Pr. Heber Toth Armí

Com Deus, grandes desafios da vida tornam-se grandes oportunidades de crescer na vida.

Diferentemente da teologia popular, José não sofria por ter plantado seu próprio destino criando confusão, nem lidava com consequências de uma péssima conduta; mas, porque decidira pelo certo, valorizou virtudes, decidiu não manchar seu caráter, nem violar sua consciência e, muito menos pecar contra Deus.

Considerando o jovem escravo no Egito, Charles R. Swindoll pontua: “Os tratamentos injustos, os maus-tratos, surgem de muitas formas, mas a maioria se enquadra em quatro categorias”:

1. Tratamento não merecido da família;
2. Restrição inesperada das circunstâncias;
3. Acusação injusta; e,
4. Abandono injusto.

Todos esses maus-tratos encurralaram José, enclausurando-o numa sela; onde ficou esquecido sem ter feito nada de errado. O que você faria se estivesse nesta situação?

Se estivermos com Deus, não devemos viver lamentando-nos como vítimas da situação complicada em que nos encontramos. Pelo contrário, devemos confiar piamente nEle, erguer a cabeça e esperar que Seus planos nos surpreendam.

Todo jovem que assim proceder, poderá enfrentar injustiças; entretanto, ainda que for lançado na lama da indiferença, ali ele fará a diferença. Como José, tal jovem se tornará uma bênção, ainda que seja na prisão...

• Auxiliará pessoas perturbadas, angustiadas e aflitas, como fez José aos desesperados servidores de Faraó que estavam presos (vs. 1-8);

• Tornar-se-á porta-voz de Deus em situações delicadas onde as pessoas se encontram como José na prisão que ouviu e desvendou os sonhos do copeiro-chefe e do padeiro-chefe (vs. 9-23).

Concluindo esta reflexão, considere com oração estes três pontos:
1. A pior desgraça para um jovem é viver distante de Deus, ou não perceber Deus conduzindo quando jogado injustamente numa escura e fedorenta prisão por agir corretamente.

2. Comparado à planta, o justo cresce não apenas onde for plantado, mas onde quer for jogado; ele não será espinho para ninguém, mas florescerá até mesmo distante da luz do sol para embelezar os corações áridos das pessoas.

3. É importante saber que Deus sabe o que é melhor para nós; como não era hora de José sair da prisão, pode ser que não estejamos prontos para aquilo pelo qual Deus quer nos usar; ou, ainda não chegou o momento certo!


Portanto, deixemos Deus conduzir nossa história para a vitória! – Heber Toth Armí

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...