Receba mensagens em seu Email

terça-feira, 4 de agosto de 2015

Gênesis 24-Comentários

Reavivados por Sua Palavra-
Leitura  Bíblica –Genesis 24
Comentários do Pastor Jobson Santos

Abraão, já bem idoso, queria ver seu filho Isaque bem casado. Então solicitou ao seu empregado de maior confiança encontrar uma esposa para seu filho dentre os seus parentes lá na Mesopotâmia. Eliezer empreendeu a missão com oração e dependência de Deus.

Pode soar estranho, hoje em dia, ouvir falar de alguém escolher uma esposa para outra pessoa. No entanto, o que observamos é um pai tomando providencias concretas a fim de que seu filho obtivesse a melhor esposa possível. Isaque aceitou o plano porque confiava em seu pai.

Deus honrou a confiança de todos os envolvidos. Guiou a Eliezer para encontrar-se com Rebeca, a neta de Naor, irmão de Abraão.

Rebeca era uma mulher temente a Deus e com inúmeras qualidades. Era uma moça trabalhadora e de caráter. Ela “era muito bonita e virgem; nenhum homem tivera relações com ela” (Gn 24:16). Rebeca era também bastante corajosa, pois aceitou mudar-se para longe dos seus parentes a fim de se casar com um homem desconhecido. Provavelmente agiu assim por entender que aquelas circunstâncias eram resposta divina às suas orações.

Enquanto isso, em casa, Isaque também mantinha-se em atitude de oração. Suplicava ferventemente a Deus que lhe desse uma esposa que correspondesse as suas expectativas e necessidades. Quando ela chegou ele se casou com ela e a amou, sinal de que suas preces foram ouvidas.

A história de Isaque e Rebeca ilustra alguns princípios muito importantes para a  escolha de um companheiro. Em primeiro lugar vemos que houve plena dependência de Deus da parte de todos os envolvidos. Os pais, os amigos, Isaque e Rebeca oraram ferventemente a respeito.

Em segundo lugar, notamos que havia muita compatibilidade entre Isaque e Rebeca. Os dois adoravam o mesmo Deus, provinham de um mesmo padrão social e econômico. Sua cultura e visão de mundo eram parecidas e tinham ideais comuns. Eles eram semelhantes até na aparência física. Rebeca era muito bonita e Isaque, sendo filho da linda Sara, devia ser também um homem atraente. Quanto mais similaridades duas pessoas desfrutam maiores chances têm de uma convivência feliz.


A história de Isaque e Rebeca é um incentivo para que cada pai e mãe se empenhe com o máximo de suas forças para que seus filhos façam uma boa escolha do companheiro ou companheira para a vida./Pr. Jobson Santos/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...