Receba mensagens em seu Email

sábado, 25 de julho de 2015

Gênesis 7

Reavivados por Sua Palavra

Gênesis 7

Depois de 120 anos de pregação e de ter experimentado a incredulidade humano ao máximo, Noé e sua família entram na arca para serem preservados do dilúvio. Até que ponto se manifesta a misericórdia de Deus? Até onde vai a resistência humana contra o Criador? O presente capítulo nos conduz também a seguinte reflexão: Afinal de contas, de que lado eu estou? A minha opção tem sido pela fé na Palavra do Senhor ou na minha visão e sentimento? Deus, por meio dos seus profetas bíblicos, está anunciando hoje que o dia da destruição do mal está próximo – o Criador não suporta mais o pecado, a dor, as lágrimas a morte. Leia atentamente, em profunda reflexão e permita com que os suaves apelos divinos alcancem o seu coração./por Pr. Manassés Queiroz/

Comentários de Gênesis 7

Que momento doloroso, mesmo para o Criador, quando se tornou necessário eliminar os maus da face da terra. Entre milhares e milhares de pessoas existentes no mundo Deus disse a Noé “você é o único justo que encontrei nesta geração”.

É praticamente impossível compreender as razões de Deus para a destruição em massa dos seres vivos daquela época, mas sabemos que tudo que Deus faz é perfeito. Quando uma gangrena, por exemplo, avança muito no organismo, torna-se necessária a amputação de um membro para salvar o restante do corpo. Naquele momento da história da terra se Deus não intervisse o conhecimento de Deus teria desaparecido da terra e consequentemente a esperança da vida eterna.

O dilúvio, por mais catastrófico que tenha sido, nos ensina algumas lições. Primeiro, que Deus é o juiz universal. Ele permite que a maldade reine até certo ponto, mas quando um certo limite é alcançado, Ele intervem.
Em segundo lugar, que Deus está no comando da natureza inanimada. As águas obedeceram ao comando divino e cobriram toda a terra. Nada mais do que a natureza obedecendo ao Seu Criador.

Em terceiro lugar observo que Deus também está no comando da natureza viva. Noé não precisou chamar nenhum animal para entrar na arca, eles vieram em pares e entraram para a segurança da arca.

Entre os seres humanos porém, poucos estavam dispostos a agradar ao Criador. Apenas oito pessoas entraram na arca. Noé, sua esposa, seus três filhos e as esposas deles.

Porque mais pessoas não entraram? Porque para Deus a obediência precisa ser espontânea. Não por medo do castigo, ou por interesse nas recompensas.

Quando Noé escolheu obedecer a Deus construindo aquele grande barco, entrando no barco com sua família, seguindo dia a dia as impressões do Espírito Santo, certamente não tinha ideia da grandiosidade do livramento que estava para ocorrer. Ele escolheu fazer a coisa certa simplesmente por ser um amigo de Jesus.

Em meio a tanta tristeza no coração do Criador, pela devastação que se fazia necessária, um homem trouxe alegria ao coração de Deus, um homem chamado Noé.

Minha oração: Senhor, eu quero dar alegria ao Seu coração hoje!/Jobson Santos /em 26/4/12

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...