Receba mensagens em seu Email

terça-feira, 30 de abril de 2013

Lições de Vida


Lições de Vida
Leia na Bíblia- II Crônicas  12
Comentários do Pr. (Heber Toth Armí) #rpsp

A fé de nenhum ser humano deve tirar férias, principalmente quando tudo parece que ela não seja necessária. Geralmente os momentos bons, parecem bons momentos para tirar férias da fé, mas é aí mora o perigo, esse é o momento em que o inimigo ataca (II Crônicas 12:1-4). A vida em paz parece ser um convite para deixar Deus e Seus princípios de lado esperando a próxima crise para se lembrar dEle. Isso é ilusão e muito arriscado. Nunca se deve tirar férias da fé, nem dos princípios bíblicos e nem de Deus. Já presenciei alguns casos de pessoas que ao tirar suas férias com a família, realizarem suas viagens, relaxaram da correria e do estresse da vida cotidiana, agirem da mesma forma com a vida espiritual. Nas férias tiram férias de tudo, até de Deus; isso está errado. É errado não participar da igreja, não levar a Bíblia e ou livros religiosos para as férias. É errado deixar de orar, de adorar a Deus e cultuá-lO em momentos de descanso, lazer e viagens. Quem tira férias de Deus abre uma brecha para o inimigo, que ameaça em algum ponto a segurança da família, do emprego ou até mesmo da fé. Já vi pastores saírem de férias e tirar férias até de Deus; se tirar férias é catastrófico até para um membro da igreja, quanto mais para um líder: o rei Roboão abandonou a Lei do Senhor e todo o povo o seguiu. Que tragédia! Evite muitas tragédias, nunca abandone a Lei do Senhor! A vida é muito melhor ao lado de Deus!

Toda e qualquer tentação tem como base a intenção de levar as pessoas a viver separadas e independentes de Deus. Desta forma, o pecado aparece apenas quando o individuo se afasta de Deus. Foi assim que o povo de Deus se afastou dEle e de Seus princípios; consequentemente, a nação ficou desprotegido e o rei Sisaque do Egito conquistou as cidades fortificadas de Judá e atacou Jerusalém (II Crônicas 12:1-4). O rei Roboão e o povo lembraram de Deus, se arrependeram, humilharam-se, confessaram seus pecados e voltaram para Ele. Então Deus poupou Jerusalém e só permitiu que Sisaque levasse os tesouros do palácio (vs. 5-12). Esse texto revela claramente que Deus está no controle de tudo até mesmo quando Ele retira Sua proteção. E, não é por isso que Deus seja o responsável pelas guerras, problemas e tragédias que acontecem na terra. O responsável é aquele que se afasta de Deus. Não é pelo fato de Deus ter dado o livre arbítrio que Ele se torna o culpado do mal no mundo; ainda que Ele tenha o controle de todas as coisas, deixou-nos o livre arbítrio e seremos julgados de acordo com o modo responsável ou irresponsável que lidamos com ele. Deus não é autoritário e nós não somos robôs e nem marionetes em Suas mãos a fim de que Ele exerça controle sobre tudo, mesmo assim Ele tem o controle. Estude com atenção e com tempo II Crônicas 12 e entenda melhor o que estou querendo te dizer! Há sabedoria em cada página da Bíblia Sagrada!

Quem para de amadurecer na vida e de avançar na vida espiritual passa a regredir até morrer (II Crônicas 12:13-16). Roboão agiu bem por três anos e depois voltou a fazer o mau. Sempre pergunto, por que quem já experimentou as bênçãos de Deus O abandona? Por que pessoas que já experimentaram o prazer do compromisso com Deus e Sua vontade se afastam e morrem perdidos? Como pode alguém que viveu na graça cair na desgraça? Qual a razão pela qual alguém que algum dia correu para Deus correr dEle? Qual é a motivação de alguém que trilhou o caminho da santidade despencar para a imoralidade e o pecado? Como explicar que alguém que andou na luz volte a andar nas trevas e ali permanecer até a morte? Como entender alguém que já provou a alegria e paz da presença de Deus permitir que a vida termine na tristeza e angústia ao lado do diabo? Como pode alguém que ia ao Céu desviar-se para o inferno? Como entender alguém que amou a Deus tornar-se indiferente a Ele, que é pior que o ódio? Não consigo entender, sinceramente! Gostaria de ajudar tais pessoas, mas na maioria das vezes sempre as encontro decididas a permanecerem afastadas de Deus. Talvez elas nunca estiveram perto ou são realmente ingratas diante de tantas bênçãos recebidas de Deus. Sei que Deus quer salvá-las, mas nem todos se salvarão porque Deus não força ninguém; então, por causa disso, tem coisas que nem Deus pode fazer, a não ser você mesmo! Então faça o que precisa ser feito já!
Curta e compartilhe:

Reavivados por Sua Palavra - II Crônicas 12


Reavivados por Sua Palavra
Leitura Biblica  - II Crônicas 12
Comentários:Pastor  Scott Griswold

Após Roboão ter seguido a Deus por três anos, apenas dois anos depois "ele e todo o Israel abandonaram a lei do Senhor" (v.1 NVI) e perderam totalmente a proteção de Deus. Um enorme exército, de 1.200 carros, 60 mil cavaleiros, e um povo incontável de várias nações, liderado por Sisaque do Egito, marchou contra Judá e tomou todas as suas cidades fortificadas.
Quando eles estavam prestes a entrar em Jerusalém, Deus deixou claro através de Semaías, o profeta, por que isso havia acontecido. "Vocês me abandonaram, por isso estou colocando vocês nas mãos de Sisaque." (v. 5 NKJV).

Rapidamente os líderes e o rei se humilharam. Deus, com Sua graça característica, abrandou-se e disse que eles não seriam destruídos. No entanto, Deus disse que eles iriam experimentar a diferença entre servir a Deus e servir a Sisaque.

Com isso, Sisaque marchou contra Jerusalém e despojou a casa do Senhor e a casa do rei de todos os tesouros de ouro que Salomão havia reunido. E os colocou sob tributo.

Você já se iludiu pensando que é difícil servir a Deus? Seu alto padrão de caráter é muitas vezes visto como um muro que limita a nossa liberdade, em vez de ser uma fortaleza que nos protege. No entanto, quando o inimigo nos invade torna-se muito claro que o pecado é realmente o mais cruel de todos os feitores. Ele concede a seus escravos apenas os salários da mágoa, do sofrimento, dos vício e da morte.

Foque, hoje, a sua mente nas alegrias da obediência,. Deste modo você não perderá a  sua liberdade em Cristo pela invasão de algum Sisaque estrangeiro em sua vida espiritual.
Pastor Scott Griswold
Recrutador de Missionários
Apoio a Projetos para o Sudeste da Ásia
Trad JAQ - Rev GASQ/JDS

Curta e compartilhe: palavravivaeficaz

segunda-feira, 29 de abril de 2013

Lições de Vida


Leia na Bíblia- II Crônicas  11
Comentários do Pr. (Heber Toth Armí) #rpsp
Seguir os planos de Deus é importante, desviar-se dos planos de Deus resulta em perder tudo. O autor de II Crônicas omitiu a coroação do rei Jeroboão, por não considerar Jeroboão e os outros reis posteriores do reino do Norte herdeiros legítimos do trono de Israel. Duas tribos, de Judá e de Benjamim constituíram o reino do Sul, e, dez tribos restantes foram consideradas o reino do Norte. A sede do reino do Sul era Jerusalém, do reino do Norte era Samaria. Desde II Crônicas 10 o cronista trata do período da monarquia dual, entretanto, sua ênfase recai à casa davídica, onde mais claramente o favor de Deus foi dispensado. Frederick Unger declara que "o reino do norte é abordado o mais sucintamente possível. Considerava-se que esse reino não representava o verdadeiro Israel, e por isso não tinha importância". Isso serve de advertência para a igreja de Deus hoje, aqueles que se rebelam contra os princípios bíblicos perde o valor aos olhos de Deus. Rejeitar o grupo ou o movimento que Deus está guiando implica em rebelar-se contra Ele, é tirá-lO do trono da vida e passar a reger a vida como se fosse Deus; nisto consiste o pecado. Por isso a tribo do Norte rapidamente afastou-se de Deus e descambou para a idolatria, que é o resultado da apostasia. Cuidado para não se afastar do grupo (igreja ou movimento) que Deus está guiando; não lute contra Deus, lute a favor de Deus! Leia II Crônica 11 e tire lições práticas para tua vida!

O importante na vida não é quem bem começa, é quem amadurece depois de seus erros. Roboão começou errado dando ouvidos aos conselhos dos jovens inexperientes e ignorando a sabedoria dos antigos conselheiros de Salomão (II Crônicas 10). Além dessa atitude errada, Roboão teve outra iniciativa errada, porém Deus colocou Semaías em seu caminho, o qual foi profeta durante todo o seu reinado. Roboão pretendeu travar guerra contra Jeroboão, porém Deus o impediu por meio de Seu profeta que ousadamente disse: "Assim diz o SENHOR: Não subireis, nem pelejareis contra os vossos irmãos; volte cada um à sua casa; porque de mim proveio isto" (II Crônicas 11:4). Como Roboão atentou para o conselho de Deus - aqui vemos amadurecimento em relação ao capítulo anterior - Roboão passou a focar sua atenção para a fortificação das cidades de seu reino, o qual passou a ser conhecido como Judá (vs. 5-12). Seu reino foi ganhando força, pois, embora pequeno, constituído apenas de duas tribos, sua obediência a Deus durante os três primeiros anos o abençoou. A lição é clara: A vida flui quando flui o relacionamento com Deus. Bênçãos, proteção e cuidado divinos encontram espaço no coração daqueles que amadurecem e atentam para os conselhos de Deus. A Bíblia é o livro dos conselhos de Deus. Você quer se dar bem na vida? Leia a Bíblia! Lembre-se que o que importa não é quem bem começa, mas quem amadurece o mais cedo possível na vida e aprende a depender de Deus.

Deus não procura adoração, Ele quer adoradores. Havia adoração no reino do Norte, mas tal adoração desviou o povo dos caminhos de Deus (II Crônicas 11:1-4). O reino do Norte, separado pela rebeldia e insubmissão em relação ao sucessor de Davi, permitido por Deus (vs. 4) para não perverter os poucos fieis, expulsaram os sacerdotes e levitas de suas funções. O Novo Comentário da Bíblia diz que podemos ter certeza de que Jeroboão gostaria de tê-los nos cultos, mas, devido a que os sacerdotes e levitas não quiseram abrir mão das cerimônias e ritos orientados pela lei de Moisés, tornou impossível a permanência deles e de qualquer pessoa que quisesse manter a verdadeira fé; estas mudaram-se para Judá (vs. 13-16). Com pessoas fieis, promovendo a verdadeira adoração a Deus, produziu "grande fervor na vida religiosa do reino do sul, e contribuiu para o fortalecimento moral da nação" (Francis D. Nichol). Deus quer verdadeiros adoradores a fim de fortalecer a moral das cidades e das nações. Entre tantas igrejas seguindo o exemplo de Jeroboão, é preciso que você seja firme nos princípios bíblicos como os levitas, que, mesmo expulsos não abriram mão dos princípios sagrados. Precisamos aprender a adorar a Deus biblicamente, independente de práticas e rituais que são tradição cristã sem base bíblica. Defenda o certo ainda que corras o risco de ser expulso de onde estás! Deus procura adoradores de verdade!

 (Heber Toth Armí) #rpsp
Curta e compartilhe:

Reavivados por Sua Palavra- II Crônicas 11


Reavivados por Sua Palavra
Leitura Biblica  - II Crônicas 11
Comentários:Pastor  Scott Griswold
O reinado do rei Roboão era rígido, mas ele estava disposto a ouvir a voz do profeta de Deus. Ele interrompeu seus planos de atacar Israel. E, então, imediatamente começou a fortificar diversas cidades para proteger seu reinado em Jerusalém e tomou sua posição ao lado de Davi e Salomão, reforçando o culto do verdadeiro Deus.

O mesmo não aconteceu em Israel. O rei Jeroboão recrutou todos os tipos de pessoas para serem sacerdotes quando ele estabeleceu ídolos em forma de bezerros e a adoração de demônios. Sacerdotes, levitas e outros se recusaram a ter qualquer parte nisso e nos três anos seguintes se retiraram de Israel, indo para Judá. Esta importante migração da liderança moral fortaleceu muito Judá e teve significativo impacto na destruição posterior de Israel.

Hoje, o mesmo inimigo está ativo, procurando enfraquecer o povo de Deus. Ele trabalha através de várias formas de idolatria, para desviar o tempo e a atenção das pessoas para longe de seu Deus amoroso.

Que atrações estão em ação em sua vida? O que está roubando o tempo que deveria ser devotado a Deus? O que está enfraquecendo o seu amor por Ele?

Por outro lado, você pode mudar-se para um lugar mais seguro espiritualmente, o que pode significar simplesmente ficar longe do seu computador ou telefone por um período de tempo ou um dia, a fim de buscar a Deus.

Ou pode ir além, mudando-se com sua família para um novo local, onde você terá mais tempo para Deus ou encontrará oportunidades para o ministério.

Dê um passo corajoso a favor de Deus hoje.

Fortaleça-se. Fortaleça sua família. Fortaleça o reino de Deus.

Pastor Scott Griswold

Recrutador de Missionários

Apoio a Projetos para o Sudeste da Ásia

Trad JAQ – Rev GASQ/JDS
Curta e compartilhe: palavravivaeficaz

domingo, 28 de abril de 2013

Lições de Vida


Lições de Vida
Leia na Bíblia- II Crônicas  10
Comentários do Pr. (Heber Toth Armí) #rpsp
A vida é feita de decisões. As maiores decisões são aquelas que alteram o curso de uma vida inteira ou até mesmo de uma nação. As piores decisões são aquelas tomadas sem amor, sem misericórdia e sem piedade. Qualquer ação de liderança sem amor não funcionará, aliás, trará problemas, grandes problemas. E, amor só existe em Deus; assim viver sem amor ou realizar quaisquer coisas sem amor implica em viver sem Deus; sendo que viver sem Deus é a pior experiência que alguém pode ter. Em II Crônicas 10 Roboão torna-se rei depois que seu pai Salomão reinara por 40 anos. Roboão assumiu um reino grande e estruturado, ele o fez sem pedir ajuda divina como seu pai fizera, iniciando sua liderança com ameaça e severidade a ponto das tribos do norte se revoltarem. É mister reconhecer que tem gente que causa seus próprios problemas. Atitudes erradas provocam reações indesejadas. Reações indesejadas causam confusão, conflito e revolta, e aquele que causa pode pensar que não tem nada a ver com tais reações. Quem não é guiado por Deus terá grandes dificuldades para reconhecer seu erro, sendo que será muito mais fácil e prático acreditar que o erro é sempre dos outros. Convido você a refletir sobre tuas atitudes, tuas decisões e tuas dificuldades. Será que a vida não está difícil porque você mesmo a torna difícil? Será que não é você mesmo que está estragando a tua vida e a vida dos outros como fez Roboão? Se é isso, ainda dá para se converter! Busque a Deus!

Pedir conselhos é bom, ruim é não saber discernir quais conselhos são bons. Diante da incapacidade humana é sempre importante pedir e ouvir conselhos - ninguém é sábio o bastante para não precisar deles. Geralmente quem não ouve conselhos passará por piores dificuldades do que aqueles que ouvem conselhos; porém, é necessário saber a quem pedir conselhos e discernir quais os resultados de cada um deles. Infelizmente os jovens, geralmente, estão mais propensos a ouvir conselhos errados, ignorando bons conselhos. Até II Crônicas 10 boa parte da história de Israel foi tranquila. Os dois últimos reis, Davi e Salomão, lideraram um reino que avançou na terra que Deus havia prometido dar aos israelitas. No entanto, toda a harmonia, tranquilidade e paz do povo de Deus se esvaiu por causa da divisão causada por um rei irresponsável diante de Deus. Nenhum bom líder deveria tomar qualquer decisão ou agir em qualquer situação sem pedir conselhos a Deus. Davi aprendeu isso, mas seu neto não. Para aqueles que têm percepção espiritual é bem visível quem tem e quem não tem intimidade com Deus, quem busca e quem não busca conselhos com Deus, quem depende e quem ignora Deus. Aqueles que conhecem a Deus lutam com amor pela paz e aqueles que não O conhecem ferem aos outros, humilham, em fim, agem sem amor. Reflita: Você conhece a Deus? O que as tuas atitudes revelam? Seja sincero(a) e tome uma decisão sábia hoje mesmo!

O amor é uma experiência do coração, é invisível; porém, sua manifestação é claramente visível. O amor é a evidência pública da intimidade de alguém com o Deus. Sem amor, os mais ousados desejos humanos perdem o sentido e resultam em conflitos. O amor sempre busca somente o máximo bem do próximo, que não foi o caso de Roboão (II Crônicas 10). Um líder sem amor é a pior coisa que pode acontecer na política, na religião, no trabalho, na família, etc. A liderança com amor age consciente em promover a felicidade, a paz, o sucesso e a prosperidade sem explorar os liderados. A liderança sem amor pensa na autoridade e no poder sobre os outros, a liderança com amor pensa em servir e valorizar os outros. A liderança sem amor age por medo de perder a posição, a liderança baseada no amor treina líderes para ocupar altas posições, inclusive pensa num substituto! O líder que ama é respeitado, já o que não ama é temido. O líder que ama será amado, já o que não ama será odiado. O líder que ama será aceito, por outro lado, o líder que não ama será rejeitado. Ou seja, para quê liderar se não tem amor? Se você é líder saiba que sem amor a tua liderança será um fracasso total, então nem comece! No entanto, se você quer ter sucesso, ame; e saiba que a única forma de amar é indo a mais pura fonte do amor: Deus é amor (I João 4:8). Precisamos urgentemente reformar nosso coração, precisamos do amor de Deus transbordando nele! Busque-O e tenha uma boa semana!
Curta e compartilhe:

Reavivados por Sua Palavra - II Crônicas 10


Reavivados por Sua Palavra
Leitura Biblica  - II Crônicas 10
Comentários:Pastor  Scott Griswold
Após a morte de Salomão, o reino passou para seu filho Roboão. O rei Roboão tinha três grandes "livros textos" sobre liderança dos quais poderia aprender: as incríveis vidas de Saul, Davi e Salomão. Ele, aparentemente, não gastou muito tempo aprendendo com os erros e acertos de seus antecessores. Em vez disso, ouviu os jovens de sua idade. Ele declarou que iria aumentar os impostos e reinar através de chicotes com flagelos. Ele iria governar em vez de servir.

Imediatamente o reino de Israel se separou dele, do modo como Deus havia profetizado. Somente Judá e Benjamin ficaram.

O Rei Jesus chamou a você e a mim para que exercêssemos o Seu estilo especial de liderança. "Quem quiser tornar-se importante entre vocês deverá ser servo" (Mc 10:43 NVI). "O próprio Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos" (v. 45).

Como pai, você comanda seus filhos ou você os direciona com amor e de maneira útil? Você, líder de igreja, busca verdadeiramente o melhor de cada membro? E no local de trabalho? Os seus valores de serviço e motivação tomam um lugar maior do que qualquer desejo de lucro e sucesso? Qualquer direcionamento diferente vai desabilitá-lo ao reino de Deus. Ter Jesus no coração construirá a sua cidadania celeste. Sirva-O hoje.

Pastor Scott Griswold
Recrutador de Missionários
Apoio a Projetos para o Sudeste da Ásia
Trad JAQ - Rev GASQ

Leia na Bíblia: http://www.bibliaonline.com.br/acf/2cr/10
Curta e compartilhe: palavravivaeficaz

sábado, 27 de abril de 2013

Lições de Vida

Leia na Bíblia- II Crônicas  9

Lições de Vida
Leia na Bíblia- II Crônicas  8
Comentários do Pr. (Heber Toth Armí) #rpsp

Não há nada que dá mais sabedoria que aventurar-se no estudo profundo, intenso e prolixo da Bíblia. Dando uma olhada panorâmica ao ler II Crônicas 9 conclui-se que:

1. O texto bíblico revela que Deus está mantendo a aliança realizada com Davi, Deus é fiel e cumpre o que promete;

2. Ao cumprir as promessas a Salomão, Deus não está sendo fiel apenas sobre o que disse a Davi, mas também àquelas promessas proferidas há muito tempo a Abraão, Isaque, Jacó e Moisés; pois o povo tomou posse da Terra Prometida e construiu o santuário central conforme Deuteronômio 12:1-7;

3. A glória de Salomão conquistada sem guerra era algo inédito que apontava para o futuro e poderoso Rei dos Judeus que implantaria Seu trono acima de todo trono entre todas as nações!

Bom, no ponto em que estamos na história Jesus, o Messias, já nasceu, viveu, morreu e conquistou esse mundo das mãos do usurpador Satanás. Agora temos a possibilidade de participar de um reino de paz, perfeito, eterno e divino; porém, antes de sairmos desse mundo, temos de convidar Jesus para reinar em nosso coração. Pois, somente quem for súdito de Seu reino aqui na terra entrará no reino celestial. Então, convide Jesus para assumir o trono de tua vida, de teu coração e de teu tempo. Saiba que não adianta Jesus nascer mil vezes em Belém se Ele nunca nascer em teu coração, tanto quanto, não adiante Ele assentar-se no trono do Universo se Ele não puder reinar em tua vida.

Uma resposta correta diante de Deus começa com uma fé interior que resulta em uma reposta de amor a qual certamente desembocará em obediência no dia a dia. Uma atitude certa diante de Deus impactará a vida daqueles que não O conhecem. As habilidades dadas por Deus a Salomão trouxeram-lhe grande prestígio de pessoas ricas e influentes de diversas nações. Ainda que os reis de muitas nações visitaram Salomão e trouxeram-lhe muitos presentes, o texto destaca a Rainha de Sabá que provavelmente tinha a fama de ser muito sábia e rica, mas Salomão a surpreendeu com a superioridade de sua sabedoria recebida de Deus. Atrair a atenção dos pagãos para Deus foi o propósito divino da sabedoria dada a Salomão desde o início; por isso, Deus se agradou de Salomão. Deus quer nos dar grandes e poderosas habilidades a fim de exercermos influência sobrenatural sobre as pessoas por quem Cristo morreu que ainda estão nas garras do mal. Deus quer que você se torna um instrumento dEle aqui na terra para executar Seus propósitos sagradas. O problema é que muitos não se rendem totalmente a Ele. No entanto, Ele sempre está a espera de alguém; pode ser você? Você está mesmo disposto a abrir mão de teu tempo, gosto pessoal, conforto, sentimentos e até mesmo de tua vida para viver a vida que Deus quer para você? Diga isso a Deus agora mesmo em oração!

Estudando com tempo II Crônicas 9 aprendi que a forma que as pessoas se relacionam com Deus determina como será a história de um indivíduo ou até mesmo de uma nação. A vida de muita gente poderia ser bem diferente do que é caso buscasse sabedoria da verdadeira fonte para viver neste mundo. O futuro de cada pessoa, de cada igreja e de cada nação depende claramente de uma busca intensa por Deus e dependência dEle. No presente já é nítido quem é dedicado a Deus e quem não é, pois uma mudança de foco do “eu” para “Deus” resulta numa mudança completa de atitude, de comportamento e na maneira de administrar a vida. Quem é que domina tua vida? É o pecado? São as circunstâncias? São os teus desejos e sentimentos egoístas? É Satanás que manda em você? Ou, quem está no trono (no controle) de tua vida é Àquele que deu a vida por você? É o Autor da vida que está no controle de tua vida? É Deus quem manda em você? A atitude que você toma diante de cada uma destas questões determina teu sucesso ou teu fracasso nesta vida e na vida por vir. Alguém que fizer essa análise em tua vida pode prever teu futuro sem ser profeta; com isso quero te dizer, caro leitor, que você mesmo pode prever o teu futuro. Seja sábio, não se deixe levar pelas ilusões do mundo!

 (Heber Toth Armí) #rpsp
Curta e compartilhe:

Reavivados por Sua Palavra - II Crônicas 9


Leitura Biblica  - II Crônicas 9
Comentários:Pastor  Scott Griswold

A rainha de Sabá ficou fortemente impressionada por sua visita ao rei Salomão. Em especial pela sabedoria dele e a maravilhosa visão da casa do Senhor. O que Salomão compartilhou com ela a motivou a dizer: “Bendito seja o Senhor teu Deus!” (v.8). A honra foi transferida de Salomão a Deus.

O que teria acontecido se Salomão tivesse permanecido humilde? Quantas nações poderiam ter vindo a conhecer a Deus se isto tivesse acontecido? Em vez disso, ele agiu de forma contrária à clara exigência de Deus aos reis para que não multiplicassem para si muito ouro ou cavalos (v. 13-22, 25; Deut. 17:16,17).

666 talentos de ouro entravam para o tesouro de Salomão a cada ano. Este número pode não ter nada a ver com o simbólico número 666 de Apocalipse 13. Mas o amor de Salomão pelo ouro e a glória que este lhe dava lembra muito a besta do Apocalipse que fala grandes coisas e gosta de receber grande honra.

O deslize gradual de Salomão para longe de Deus traz um aviso para todos nós: você não pode amar ao mesmo tempo a Deus e ao dinheiro.

Conforme avançamos para o final do conflito entre o bem e o mal, chegará um momento em que não poderemos comprar ou vender (Apoc. 13:17), se quisermos adorar a Deus como Ele ordenou em Seus Mandamentos (Apoc. 12:17).

Somos constantemente bombardeados por propagandas que criam em nós um desejo por algo que ainda não temos. Nós freqüentemente gastamos dinheiro com coisas que não precisamos enquanto nossos irmãos e irmãs ao redor do mundo morrem por falta de comida e de acesso à educação e cuidados médicos. O que você fará hoje para abençoar a outros e não apenas a si mesmo?
Pastor Scott Griswold

Recrutador de Missionários

Apoio a Projetos para o Sudeste da Ásia

Trad JAQ/GASQ/JDS

Curta e compartilhe: palavravivaeficaz

sexta-feira, 26 de abril de 2013

Lições de Vida


Leia na Bíblia- II Crônicas 8
Comentários do Pr. (Heber Toth Armí) #rpsp
As bênçãos de Deus não se limitam ao aspecto espiritual. Deus abençoa completamente. Salomão foi ricamente abençoado devido à sua fidelidade, comprometimento e empenho por Deus e pelas obras sagradas. Destacamos quatro áreas em que, se você for dedicado a Deus como ele, você será tão abençoado tanto quanto ele, pois o abençoador é o mesmo II Crônicas 8):

1. Pessoas fieis a Deus recebem bênçãos em planos que visam a expansão patrimonial: Salomão construiu e fortificou muitas cidades e centros de suprimentos por todo o seu reino (vs. 1-10).

2. Pessoas comprometidas com Deus recebem bênçãos matrimoniais: Salomão construiu um palácio e presenteou a sua esposa (v. 11).

3. Pessoas que se dedicam a Deus são abençoados como líderes religiosos: Salomão celebra cada uma das festas religiosas e designa a missão dos sacerdotes (vs. 12-16).

4. Pessoas que priorizam Deus e a Sua obra na terra são abençoadas em seus negócios: Salomão tinha uma frota de navios no Mar Vermelho que lhe trouxeram cerca de dezessete toneladas de ouro de Ofir (vs. 17-18).

Ter tudo sem ter Deus é pior do que não ter nada; medo, angústia e um vazio infinito reina na alma. Porém, quem tem Deus tem tudo, Deus é dono de tudo, e Ele pode dar tudo o que quiser dar. Disse Jesus que quem verdadeiramente se compromete com Ele em tudo receberá "cem vezes tanto, já no presente... e no mundo por vir a vida eterna" (Marcos 10:29-30). Sejamos fieis Àquele que é dono de tudo, assim quem tem Deus tem tudo!

As riquezas da terra não devem jamais desviar ninguém das riquezas celestiais. Deus, muitas vezes, não abençoa algumas pessoas com bens materiais para que elas não percam o foco dos bens celestiais. Tudo o que fizermos, adquirirmos e construirmos aqui na terra deve visar a vida celestial. Estamos aqui neste mundo apenas de passagem ou nossa vida se encerra no cemitério, sem nenhum perspectiva para o futuro. Em Cristo, nosso alvo é a vida eterna, não o cemitério! Porém, nunca devemos nos perder com este mundo. Diz o comentarista homilético Matthew Henry, escrevendo sobre II Crônicas 8: "A graça, e não o ouro, e a melhor riqueza, e o conhecimento de Deus e sua lei é o melhor conhecimento. Deixando que os filhos deste mundo lutem pelos brinquedos deste mundo, coloquemos no céu, como filhos de Deus, nosso tesouro, porque onde estiver o nosso tesouro, ali estará também o nosso coração". Ainda que Deus te abençoe em tantos aspectos nesta vida, nunca se esqueça que esta vida terá fim; focalize sempre a vida eterna no Céu. O lar deve ser construído tendo em vista o que for melhor para pensar e se preparar para o lar celestial. Melhor que investir tempo em adquirir riquezas terrenas é investir nas riquezas celestiais. A família é um dos bens que levaremos ao Céu, e, não podemos perdê-la aqui na terra; é exatamente por isso que, quem está focado nos tesouros do Céu, irá investir na família mais do que nas riquezas da terra. Onde está o teu coração?

Devemos reorganizar nossa vida, nosso tempo! Precisamos urgentemente de uma reforma em nosso tempo. Perdemos tempo, muito tempo em coisas banais, insignificantes... vivemos cansados e estressados. Precisamos usar nosso tempo para o reino de Deus, precisamos considerar nossa vida realizada apenas quando a obra de Deus estiver acabada como fez Salomão (II Crônicas 8). Nota-se neste capítulo uma dedicação de Salomão em tudo o que fez, suas construções, administração do reino, comércio exterior, etc. entretanto, a ênfase é a Casa de Deus, os dias de cultos e a sua adoração através dos sacrifícios. Hoje já não temos tanto tempo assim para as coisas de Deus. Temos muitos recursos financeiros, mas nossas ofertas não revelam que Deus está acima dos bens materiais. Temos investido em quase tudo, menos na obra de Deus. Temos realizado cursos para melhorar em nossa profissão, mas continuamos os mesmos, bem limitados nas coisas da igreja. Temos tempo para qualquer coisa, até para a ociosidade, mas faltamos na maioria dos cultos a Deus em Sua Casa. O que fazemos com o tempo que temos revela nossa prioridade. Para o que consideramos importante arranjamos tempo, não é assim? Dedique mais tempo no que realmente vale a pena investir a vida. Seja sábio, coerente e perseverante em tudo o que você fizer, não se iluda com uma religião relaxada, vazia e superficial. Tome uma atitude de viver intensamente um relacionamento sério com Deus, pois quem tem Deus tem tudo!

Curta e compartilhe:

Reavivados por Sua Palavra - - II Crônicas 8


Leitura Biblica  - II Crônicas 8
Comentários:Pastor  Scott Griswold

Salomão se casou com a princesa do Egito por amor? Era ela linda e inteligente ou o casamento aconteceu apenas para aliança política? Embora 2 Crônicas nos poupe de ouvir sobre ela ou sobre as demais "setecentas mulheres, princesas, e trezentas concubinas" de Salomão (1 Reis 11:03), o texto nos dá uma pista clara sobre o início de sua queda moral. "Salomão levou a filha do Faraó da cidade de Davi para o palácio que ele havia construído para ela, pois dissera: 'Minha mulher não deve morar no palácio de Davi, rei de Israel, pois os lugares onde entrou a arca do Senhor são sagrados' "(2 Crônicas 8:11 NVI).

Aqui Salomão claramente reconhece o seu erro. Ele não podia sequer manter sua esposa na capital pois sabia que não seria adequado mante-la perto do templo do Senhor.

Em algum momento ele tomou a decisão de desobedecer à ordem direta de Deus para não fazer alianças nem casamentos com outras nações. Aquela decisão afetaria o rumo da sua vida e traria a idolatria e sofrimento para Israel por muitas gerações.

Poderia ter sido diferente. Havia ainda oportunidade para arrependimento, ainda havia oportunidade para ajudar sua esposa a pertencer totalmente a Deus e deixar os deuses do Egito completamente para trás. Mas, como muitas vezes acontece, um pecado não totalmente abandonado leva a outro e mais outro até a consciência se encontra completamente abafada e não pode ser ouvida.

Deus o está impressionando a deixar um pecado conhecido? Então não adie o que deve ser feito. Abandone hoje mesmo o seu caminho mau, pela força que Deus concede, e encontre a verdadeira paz interior.

Pastor Scott Griswold

Recrutador de Missionários
Apoio a Projetos para o Sudeste da Ásia
Trad JAQ - Rev GASQ/JDS

Curta e compartilhe: palavravivaeficaz

quinta-feira, 25 de abril de 2013

Lições de Vida


Leia na Bíblia- II Crônicas 7
Comentários do Pr. (Heber Toth Armí) #rpsp

A Bíblia é uma carta desde o coração de Deus para o nosso coração; já a oração é uma resposta de nosso amor diretamente ao coração de Deus. Por isso, aqueles que desejam realmente ser reavivados examinam a Sua Palavra com paciência, oração e humilde contrição, vindo a tomar a atitude positiva diante do infinito, imenso e indescritível amor de Deus na Bíblia, revelado mais claramente no sacrifício de Seu filho na cruz do Calvário. II Crônicas 7 é um capítulo espetacular para a nossa vida espiritual; D. L. Moody comentando o verso 14 disse: “este grande versículo, o mais conhecido de todo o fino das Crônicas, expressa mais do que qualquer outra passagem das Escrituras, as exigências divinas para uma bênção nacional, quer na terra de Salomão, na de Esdras, ou em nossa própria. Aqueles que crêem devem abandonar seus pecados, abandonar a vida que se centraliza no ego e submeter-se à Palavra e vontade de Deus. Então, e somente então, os céus enviarão o reavivamento". Deus é poderoso e nada nos poderá privar de Suas preciosas bênçãos a não ser nós mesmos com atitudes egoístas, arrogantes e impenitentes. Matthew Henry afirmou que, “quem contemplar com fé verdadeira ao Salvador que agoniza e morre pelo pecado do homem, por essa visão acha engrandecida sua piedosa tristeza, aumentado seu ódio pelo pecado, sua alma vira mais vigilante e sua vida, mais santa”. E apelou, “temamos o desagrado do Senhor, esperemos em sua misericórdia e andemos em seus mandamentos”.

As ações de Deus são vistas na terra quando alguém ergue uma oração sincera, pura e profunda ao Céu. Aquele que ora de verdade, terá uma resposta direta do Céu. Deus agiu em resposta à oração de Salomão e quer agir em resposta a tua fervorosa oração. Há em II Crônicas 7 um verso que nos dá as diretrizes se realmente queremos experimentar um reavivamento e reforma espirituais em grandes proporções em nossas igrejas. Leia o verso 14 e veja quatro princípios essenciais para cada um de nós:

1. O povo de Deus deve descer do pedestal do orgulho e da vaidade a fim de humilhar-se diante de Deus.

2. A igreja de Cristo deve aprender orar a Deus baseado nas promessas de Sua Palavra.

3. Todos devem se unir para buscar intensamente a presença de Deus todos os dias o dia todo.

4. Cada pessoa deve abandonar totalmente o caminho do pecado para seguir plenamente o caminho da santidade para que haja reavivamento de verdade.
Olhe para esses quatro pontos acima e verifique por ti mesmo porquê ainda não está acontecendo um reavivamento na igreja em geral; e, digo mais, se estes pontos não forem observados ninguém verá qualquer tipo de reavivamento verdadeiro. Mas uma coisa eu te digo, não espere por mim e nem por ninguém, comece você agora mesmo a colocar em prática estes pontos. Não fique aí parado, comece a fazer alguma coisa se quer ver o reavivamento inflamar a tua vida e a tua igreja!

O pecado exige punição. Deus diz a Salomão que se o povo pecasse haveria punição. A Bíblia nunca escondeu que o que for semeado dará o fruto dessa semeadura, e o pecado é cruel, ele não perdoa as suas vítimas; porém Deus perdoa, Ele mesmo revela que se o povo se arrepender de seus pecados haverá perdão. Nesse processo Deus jamais retirará as consequências trágicas do pecado; entretanto, Ele pode te dar forças e sabedoria para superá-las e vencê-las. Assim, sempre que houver pecado, mas logo em seguida o arrependimento invadir a alma, haverá restauração (II Crônicas 7:11-18); mas, havendo pecado sem que haja arrependimento, haverá rejeição da parte do Deus que oferece o perdão (vs. 19-22). Então, depois de meditar e refletir neste capítulo da carta de Deus a você, tome algumas atitudes baseadas no centro do capítulo, o verso 14:

1. Humilhe-se diante de Deus e veja a restauração de sua vida.

2. Ore mais intensamente a Deus e espere grandes bênçãos para você.

3. Busque diariamente a face de Deus e aguarde o sucesso completo em sua vida e saúde.

4. Converta-se de seus maus caminhos e experimente o despertamento espiritual.

A pior decisão de alguém é a indiferença, a apatia; isso é pior que decidir contra a vontade de Deus. Se hoje você deseja fazer algo certo e bom, certamente você sabe o que fazer! Te desejo sucesso em tuas decisões! Seja sábio, corajoso e perseverante!
 (Heber Toth Armí) #rpsp

Curta e compartilhe:

Reavivados por Sua Palavra - II Crônicas 7


Leitura Biblica  - II Crônicas 7
Comentários:Pastor  Scott Griswold
Caiu fogo do céu e consumiu os sacrifícios. A glória de Deus encheu o templo. Esta foi a resposta imediata de Deus para a humildade e dedicação de Salomão. Era o símbolo de Seu contentamento e bênção para um povo que O procurara.

Talvez ainda mais significativa para Salomão foi a segunda aparição pessoal de Deus para ele à noite. Nela, Deus fez uma promessa sagrada tão especial que livros e canções inteiras foram escritos baseados nela. Ele disse: "Se o meu povo, que se chama pelo Meu Nome, se humilhar, e orar, e Me buscar, e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, perdoarei os seus pecados e sararei a sua terra" (2 Crônicas 7:14). Aqui está a salvação claramente definida.

Você é verdadeiramente humilde, você percebe a sua pequenez e pecaminosidade em flagrante contraste com a grandiosidade de Deus e da santidade perfeita? Você está  orando, você está implorando por misericórdia? Você está procurando Seu rosto, você deseja o Seu prazer e não apenas os Seus dons?

Você está determinadamente se afastando de qualquer mau caminho, não deixando que qualquer parte deste mundo te afaste de Deus?

Não há dúvidas de que Ele está ansioso para ouvir, perdoar e curar. Mas podemos nós cumprir as condições acima, quando facilmente nós falhamos com elas? O evangelho nos dá a maior esperança, pois o verdadeiro arrependimento exigido por Deus é também dom que vem de Deus (Atos 5:32).
Pastor Scott Griswold
Recrutador de Missionários
Apoio a Projetos para o Sudeste da Ásia
Trad JAQ - Rev GASQ

Curta e compartilhe: palavravivaeficaz

quarta-feira, 24 de abril de 2013

Lições de Vida


Lições de Vida
Leia na Bíblia- II Crônicas 6
Comentários do Pr. (Heber Toth Armí) #rpsp

É extremamente necessário um reavivamento nos púlpitos de nossas igrejas. O sermão de II Crônicas 6 é a pregação do homem mais sábio que já viveu na face desta terra. Seu sermão é composto de três pontos, muito bem elaborados, com sábias e profundas aplicações espirituais que atingem diretamente seus objetivos:

1. A LOCALIZAÇÃO DO TEMPLO EM JERUSALÉM FOI ORIENTAÇÃO DO DEUS DO TEMPLO - vs. 1-6

2. A ESCOLHA DO CONSTRUTOR DO TEMPLO NÃO FOI HUMANA, MAS DIVINA - vs. 5-7

3. A FINALIDADE DA CONSTRUÇÃO DO TEMPLO ERA HONRAR AO SENHOR E ABRIGAR A SUA ARCA SAGRADA - v. 11

Martyn Lloyd-Jones diz que sermão é lógica em fogo que vem de um homem em chamas. O sermão deve ter lógica, uma sequencia, uma finalidade, como teve o de Salomão. Quando João Wesley dava aulas de homilética dizia: "Ponham fogo no seu sermão ou ponham o seu sermão no fogo". O grande pregador E. M. Bounds norte americano declarava: "Homens mortos tiram de si sermões mortos e sermões mortos matam". E o grande reformador Martinho Lutero dizia que sermão sem unção endurece os corações. Convido você que prega a ser um instrumento poderoso, profundo, bíblico, ser cheio do Espírito Santo para pregar com ousadia, autoridade e poder a Sagrada Palavra de Deus às pessoas com a vida espiritual desnutrida. Deixemos os discursos vazios, pois um sermão bem pregado alimenta a alma faminta e fortalece até a mais frágil fé... Como precisamos de sermões assim!

Além de um reavivamento nos púlpitos de nossas igrejas é também extremante necessário um reavivamento em nossas orações públicas e particulares. Há em II Crônicas 6 uma maravilhosa oração, inteligente, bíblica e ousada a qual precisamos dar atenção a fim de que melhoremos nossas orações.

1. A posição revela a atitude correta na oração: Salomão ajoelhou-se na presença da congregação e ergueu às mãos aos Céus para Deus (vs. 12-13);
2. O louvor deve ser a abertura de uma oração bem feita: Salomão adora a Deus, o qual é o único e fiel Deus de Israel (vs. 14-15).

3. Os pedidos tem seu lugar na oração e devem ter objetivos altruístas: Ainda que Salomão ora por si, seu clamor era para que Deus ouvisse suas orações em prol do inocente que viesse a orar no templo; ele ora para que Deus atenda o povo quando houvesse derrota e fome proveniente do pecado, que Deus atendesse também aos estrangeiros que ali viessem orar, que o Senhor atendesse o clamor do povo quando houvesse necessidade de guerrear e até mesmo ouvisse Israel caso fosse ao cativeiro e de lá orasse voltado para o templo (vs. 16-39).

4. As súplicas pela presença graciosa e misericordiosa de Deus no templo é a conclusão de uma oração sábia: Por fim Salomão pede a Deus que habite no templo, que revista os sacerdotes com a salvação e faça com que o povo se satisfaça em Sua santa bondade e seja fiel ao rei (vs. 40-42).

Muitas vezes na igreja os momentos de oração são tão curtos que nem dá para sentir o prazer de um tempo na presença de Deus. A maioria dos cultos de oração quase nem tem oração; precisamos aprender a orar como os discípulos de Jesus precisaram aprender. A oração de Salomão em II Crônicas 6 é poderosa, rica em conteúdo; portanto, ela convida à uma reflexão. Destaco algumas verdades para nossa meditação de hoje:

1. A oração é a fraqueza humana unida à onipotência divina: Ainda que Salomão fosse o homem mais sábio, mais influente, mais científico e com grandes habilidades de engenharia civil, econômicas e administrativas ele reconheceu sua fraqueza diante da onipotência de Deus; e nós, somos melhores que o sábio rei Salomão para não se humilhar diante da grandeza de Deus?

2. A igreja de Deus nunca se torna tão forte como quando ela está de joelhos: Adquirir conhecimento teológico não é a mesma coisa e nem tem o mesmo valor que orar, se assim fosse o sábio Salomão não precisaria cair de joelhos na presença de Deus; mesmo assim tem muitas pessoas que vivem apenas atrás de conhecimento sem uma vida de oração. Isso fará falta diante das adversidades da vida!

3. Quando a igreja ora na terra, Deus intervêm miraculosamente desde o Céu: Desde o final de II Crônicas 5 e no capítulo 7 há grandes maravilhas divinas oriundas da atitude de adoração e oração do povo de Deus.
Vamos orar mais? Porque orar santifica a vida, restaura e tira a mornidão espiritual da igreja!
Curta e compartilhe:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...